terça-feira, 29 de setembro de 2009

Entrevista: Omar Sabbag Filho

Em seu primeiro mandato como vereador de Curitiba, Omar Sabbag Filho tem em seu nome a tradição da política. Filho do ex-prefeito da capital Omar Sabbag (1967-1971), o parlamentar de 56 anos traz em sua bagagem a experiência na área pública e acadêmica, com anos de contribuição como mestre na UFPR. O tucano preside o Instituto Teotônio Vilela (ITV) de Curitiba e na Câmara Municipal integra a Comissão Permanente de Urbanismo e Obras Públicas e também, a Comissão Especial para Assuntos Relacionados à Copa do Mundo de 2014. Junto com outros vereadores é pioneiro na criação de um grupo de estudos de Boas Práticas Parlamentares. Ele contou a JPSDB Curitiba como é sua administração como vereador e os planos para o desenvolvimento da cidade para os próximos anos. Confira!

JPSDB Curitiba: Omar, com a sua formação em Engenharia Civil é essencial sua participação na Comissão Permanente de Urbanismo e Obras Públicas da Câmara Municipal. Qual o papel do vereador neste contexto?
Omar Sabbag Filho: Na Comissão Permanente de Urbanismo e Obras Públicas são discutidas questões ligadas à dinâmica da cidade. O posicionamento que o grupo, integrado por mais quatro vereadores, vem assumindo é de compreensão da cidade inserido em um contexto metropolitano.

JPSDB Curitiba: Outra Comissão na qual você integra é para Assuntos Relacionados à Copa do Mundo de 2014. Qual a importância do evento para a juventude?
Sabbag: A Copa do Mundo trará para Curitiba um impacto positivo para toda economia. Para a juventude haverá um espaço de oportunidades de trabalho nas áreas do turismo, hotelaria, comércio, serviços em geral. É com os nossos jovens que será possível dar conta do contingente de turistas na cidade, sendo através de contratação pelos estabelecimentos ou trabalho voluntário.

JPSDB Curitiba: Muitos investimentos serão necessários para Curitiba estar em plenas condições de uma cidade-sede. Como serão capitalizados esses recursos?
Sabbag: É compromisso do Governo Federal uma vez selado junto à FIFA seu contrato de sediar a Copa do Mundo, destinar recursos para a infra-estrutura das cidades-sedes. Outras partes do investimento total são provenientes do município e de parcerias público-privadas. Isso acontecerá, por exemplo, com a obra do Metrô Curitibano.

JPSDB Curitiba: Aproveitando a deixa, Sabbag como você avalia a implantação do metrô?
Sabbag: Antes de responder à pergunta, gostaria de enfatizar que sou participante da Comissão para Assuntos Relacionados à Copa pela minha formação profissional. Desde minha juventude tenho uma ligação muito forte com a cidade. Eu tive a oportunidade de conhecer a história de Curitiba com profundidade desde os anos 60, quando meu pai foi prefeito, e também quando fui Secretário de Obras Públicas no início dos anos 80. Hoje estamos dando um passo à frente na gestão do prefeito Beto Richa com a implantação do metrô, como foi dado em 1974 com a criação do primeiro eixo do ônibus expresso Norte/Sul. É só você pensar na quantidade de veículos que a cidade terá daqui há 10 anos. Uma iniciativa como esta é necessária, visto que, o principal eixo de ônibus da capital (Santa Cândida - Pinheirinho) atende a 420 mil passageiros por dia. Isso é mais do que suficiente para viabilizar a linha do metrô. Outras linhas no país, já foram viabilizadas com a metade desse número.


JPSDB Curitiba: Vereador gostaria que você nos contasse sobre o grupo de estudos de Boas Práticas Parlamentares. Qual é o objetivo?
Sabbag: Nós [o grupo] entendemos como boas práticas parlamentares todo o tipo de ação no exercício do mandato que o vereador possa ter. Isso vai desde a formulação de seus projetos de lei até a forma que o parlamentar se posiciona perante a coletividade. É um esforço para rever como as coisas são feitas hoje, para que a gente possa aprender com elas, propor melhorias e fazer com que o parlamento se torne cada vez mais uma referência de qualidade, de atuação constitucional e acima de tudo de ação republicana em favor dos interesses da população.

JPSDB Curitiba: O seu trabalho junto a grupos de estudos ligados a política é desenvolvido também no Instituto Teotônio Vilela (ITV) de Curitiba. O que o ITV tem como propósitos?
Sabbag: O ITV é uma instituição ligada ao PSDB que têm por objetivos capacitar a sua militância, compreender a dinâmica da Social Democracia e assim ser um fórum de discussão e de aperfeiçoamento para a melhoria contínua da prática pública no país.

JPSDB Curitiba: O ITV realiza parceria com a Juventude Tucana?
Sabbag: Desde o ano passado, o Instituto Teotônio Vilela é parceiro da JPSDB Curitiba. Foram realizadas palestras de formação política com importantes representantes públicos do Paraná, como os deputados federais Gustavo Fruet e Affonso Camargo, e com um dos fundadores do PSDB, Euclides Scalco. Além disso, temos representantes da juventude junto ao ITV. No último dia 12 de setembro, realizamos a aula inaugural do Laboratório de Aprendizagem Política à Distância (E-Lap) em parceria com as Juventudes de Curitiba e da Nacional.

Mais informações: http://www.omarsabbagfilho.com.br/
Fotos: JPSDB Curitiba.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Café com a Juventude

A JPSDB Curitiba convida todos os jovens a discutirem assuntos sociais, políticos e os temas de maior relevância na mídia, amanhã (29), terça-feira, a partir das 20h30. O local do encontro é o Saudosa Moloca Bar e Gastronomia, próximo ao Shopping Müeller.

“O Café com a Juventude é uma iniciativa que visa discutir política e assuntos relacionados ao social de uma forma divertida e descontraída”, declara o presidente da JPSDB Curitiba, Marcello Richa. Os encontros acontecem a cada 15 dias, sempre às terças-feiras.

Convide seus amigos! Esperamos vocês!

Serviço:
Café com a Juventude

Saudosa Maloca Bar e Gastronomia (Rua Senador Xavier da Silva, 242 - São Franscisco)
Informações: jpsdbcuritiba@gmail.com.

Sérgio Guerra chama o pecado pelo nome



O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), no encontro do PSDB em Natal, chamou o pecado pelo nome:

Disse que as obras que o governo Lula leva à vitrine são empreendimentos de garganta. Centrou fogo na região nordestina.

“Nordeste é uma série de promessas não cumpridas. A transposição do rio São Francisco está parada, duplicação da BR 101 não vai a lugar nenhum…”

“…A refinaria [de Pernambuco] era para custar R$ 8 bilhões, agora está em R$ 24 bilhões…”

“…Nada explica um desvio desse tamanho, senão a coleção de irregularidades que o TCU já detectou”.

Disse que, para tentar empinar a própria candidatura presidencial, a chefe da Casa Civil inaugura pedras fundamentais, não obras.

“A ministra Dilma não tem nada o que inaugurar. Até o próximo ano será só pedra fundamental, pedra fundamental. O Nordeste precisa muito mais do que recebe”.

Fonte: Blog do Josias

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Crítica: atuação do Governo no caso Honduras

Senador Demóstenes Torres (DEM-GO) critica atuação do Governo brasileiro no caso Honduras.

Da Agência Senado:

Em relação ao ministro das Relações Exteriores, Demóstenes disse que Celso Amorim, suportado pelo presidente Lula no posto que deveria ser a vitrine globalizada do Brasil, é “mega nas trapalhadas e nanico como formulador de política externa”.

“No futuro, o presidente poderia ser lembrado por medidas acertadas, mas o conjunto de absurdos cometidos por Celso Amorim é tamanho que o tornarão inesquecível. Lula ao menos é autêntico, não mente ter doutorado, não finge ser especialista em diplomacia, apenas almeja ser eterno” - disse.

Para Demóstenes, um dos contos em que Lula caiu foi o de liderar o “bloco dos esfarrapados” e, com isso, conseguir uma vaga no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). Segundo o senador, “no estapafúrdio planejamento de Amorim”, o Brasil perdoaria a dívida de países africanos e atribuiria as crises “aos olhos azuis dos europeus, rosnaria com os Estados Unidos, seria um gatinho com a Bolívia, ouviria atentamente Chávez e berraria com Bush”.

Assim, disse Demóstenes, o Brasil seria automaticamente o representante dos países pequenos, enquanto os membros permanentes (China, Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia) se sentiriam pressionados a ampliar o Conselho de Segurança apenas para satisfazer o pleito de Amorim.

“Claro, deu tudo errado, como é praxe nas ações do chanceler”, afirmou. Demóstenes disse que o “repertório de assombros de Amorim é infinito” e que ele colocou o presidente Lula em outra “roubada”, ao autorizar a transformação da embaixada brasileira em Tegucigalpa em “comitê eleitoral pró-retorno de Manuel Zelaya à presidência de Honduras”.

“O volume de princípios de diplomacia violados nos dois dias de Zelaya no papel de embaixador brasileiro não pode ser maior que a alegada amizade entre o derrubado líder hondurenho e o presidente brasileiro”, afirmou.

Demóstenes disse, ainda, que além de se envolver em assuntos internos de Honduras, o chanceler convenceu o presidente Lula a usar a Assembléia Geral da ONU, iniciada nesta quarta-feira, para pedir a volta de Zelaya com o argumento de que “o tempo e o espaço não aceitam mais ditaduras”.

“Só que o assunto seguinte do trapalhão foi a defesa da mais duradoura ditadura das Américas, a de Cuba. Ou seja, Zelaya tem de voltar ao poder porque instalou-se um regime de exceção em Honduras. E o presidente Obama está errado em manter o embargo a Cuba porque os irmãos Castro são estereótipos de democracia”, ironizou.

Ao final do pronunciamento de Demóstenes, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) tentou rebater as críticas feitas a Celso Amorim, mas o presidente do Senado, José Sarney, encerrou o debate para dar início à sessão do Congresso Nacional.

Foto: Agência Senado.
Fonte: Blog do Reinaldo Azevedo.

Serra lidera e Ciro já empata com Dilma

A pesquisa CNI/Ibope divulgada ontem (23) confirma o favoritismo do governador de São Paulo, José Serra (PSDB-SP), na corrida pela sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com o levantamento, o pré-candidato tucano lidera todas as simulações de intenção de voto para a Presidência. A pesquisa indica também uma queda no desempenho da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, que tem o apoio do presidente Lula para disputar a eleição de 2010 pelo PT.

Nos seis cenários pesquisados pelo Ibope, Dilma recua de três a quatro pontos percentuais, dependendo do nome do candidato do PSDB. Em todos os cenários, o deputado Ciro Gomes (PSB-CE) aparece em empate técnico ou à frente da ministra.

CNI/Ibope:
José Serra (PSDB) 34%
Ciro Gomes (PSB) 14%
Dilma Roussef (PT) 14%
Heloísa Helena (PSOL) 8%
Marina Silva (PV) 6%

Foto: Rudolfo Buhrer.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Copa 2014: quem paga a conta?

Quando o presidente Lula assinou, em 2007, caderno de encargos que permitiu à CBF apresentar a candidatura do Brasil a sede da Copa de 2014, o Estado brasileiro concordou com as exigências feitas pela Fifa. Entre essas, garantir isenção tributária, de taxas e de impostos alfandegários, facilitação imigratória e direitos comerciais de exploração e proteção.No nascedouro da candidatura, um discurso, recitado pelo presidente da CBF e ecoado pelo presidente Lula, assegurava que as obras de construção ou de reforma dos estádios seriam bancadas pela iniciativa privada. Que, além disso, poderia ser parceria em obras de infraestrutura. Discurso semelhante ao do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, formalizado após o Rio conquistar o direito de realizar o Pan de 2007. Que, como a Copa de 2014, não dependeriam de aportes de verba pública.

Essa é uma história conhecida. Os Jogos do Rio custariam a módica quantia de R$ 400 milhões. A iniciativa privada bancaria as despesas. A sociedade herdaria um excepcional legado. Promessas vãs. O evento custou mais de R$ 4 bilhões. Os empresários do setor privado não meteram a mão no bolso. As contas foram pagas pelos governos federal, estadual e municipal. Ou seja, pela sociedade. E o legado do Pan é uma peça de ficção. Dos pontos de vista social e esportivo.

Durante considerável período, cultivou-se a máxima de que a história só se repete como farsa. Não há muito, o presidente da CBF declarou que o governo terá que investir nas obras dos estádios. O presidente da CBF deu seu recado. Comunicou ao presidente da República que os gastos com o Mundial do Brasil serão suportados pelo governo. Porque sabe que os investidores privados não estão dispostos a arcar com um investimento bilionário de retorno duvidoso.

Escolhida sede da Copa de 2006, a Alemanha investiu na organização do evento desde 2000. A partir daquele ano, destinou 3,7 bilhões de euros para construção e renovação de ruas e estradas. Já o governo brasileiro não oficializou, até hoje, um comitê interministerial para gerenciar a organização do evento; não informa quanto gastará com a organização; e, para agravar a situação, o Orçamento de 2010, enviado recentemente ao Congresso, não dispõe de rubrica referente à Copa.

A despeito de o governo federal não ter dado, ainda, publicidade sobre os gastos que realizará com a Copa de 2014, o BNDES já está de plantão para emprestar dinheiro público. Tendo retirado do forno, um mês depois de o presidente da CBF ter comunicado ao Palácio do Planalto que se não fosse tomada essa providência seria complexo realizar o Mundial, um generoso bolo, de R$ 3,6 bilhões, para emprestar a governos estaduais e municipais para construção e reforma de estádios.

A benevolente decisão do governo, que fere de morte a pregação de que utilizaria o orçamento da União em obras em aeroportos, transporte e segurança pública, estipulou, para estados e municípios, cotas de R$ 400 milhões por obra. Apesar da reviravolta do governo em matéria de comprometimento financeiro com a Copa, entre o dia de hoje e o início da Copa das Confederações, em 2013, dispõe o Brasil de menos de quatro anos para realizar a quase totalidade das obras indispensáveis para o Mundial. Obras estimadas em mais de R$ 100 bilhões, a preços de primeiro de junho, segundo estimativa do Sindicato da Arquitetura e Engenharia (Sinaenco). Montante a ser gasto em mobilidade urbana, hospitalidade, segurança pública, energia, transportes, infraestrutura aeroportuária, acessibilidade, saneamento.

Para um país como o Brasil, que convive com gargalos e estrangulamentos bilionários em matéria de infraestrutura e logística, constitui combinação explosiva a resistência do governo federal a dar publicidade sobre quanto custará a Copa; a submissão em curto prazo ao comunicado do presidente da CBF de que dinheiro público é imprescindível para as obras dos estádios; e a reconhecida falta de capacidade de endividamento por parte das administrações estaduais e municipais.

Dessa combinação de incompatíveis elementos químicos, é previsível uma única reação. Em tudo semelhante à que ocorreu quando se constatou que o setor privado não bancaria a organização do Pan do Rio. Ao tomar posse, em janeiro de 2011, o novo presidente da República herdará mais um compromisso do governo Lula. Que poderá obrigá-lo a abrir as torneiras do cofre público para bancar a Copa. O tamanho da conta não sabemos. Mas é fundamental que, desde já, a sociedade brasileira se mobilize para evitar um novo festival de gastos públicos suspeitos ou desnecessários.

Deputado Sílvio Torres (PSDB-SP) é presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados.

Fonte: Ninho Tucano

JPSDB-PR lança site em Grande Encontro

Em clima de união e confraternização, a Juventude do PSDB do Paraná aproveitou o grande encontro realizado pela Executiva Estadual do PSDB, no último sábado (19), e comemorou o lançamento do site. A cerimônia que aconteceu no Restaurante Madalosso em Curitiba, reuniu mais de 5 mil pessoas de todo o estado. Estiveram presentes, os pré-candidatos ao Governo do Estado, o Senador Álvaro Dias e o Prefeito de Curitiba, Beto Richa. E também os pré-candidatos ao Senado Federal, Deputado Federal Gustavo Fruet e Deputado Federal Alfredo Kaefer.

Segundo a organização do evento, compareceram representantes de mais de 250 municípios. “Este encontro é a busca da consolidação de uma grande aliança partidária para desenvolver um grande projeto para o Paraná. O partido está unido e tem duas opções. No ano que vem, vamos escolher o melhor nome. Pesquisas mostram que cerca de 70% dos curitibanos querem me ver na disputa em 2010 e o meu primeiro compromisso é com aqueles que me elegeram.” disse Beto Richa.

“Coloco o meu nome à disposição do PSDB para disputar o governo do Paraná. Espero ser o mensageiro de novas idéias e levar para o Paraná a renovação que Curitiba apresenta como capital modelo do país. Queremos caminhar juntos com os 11 partidos que nos elegeram e com outros que deverão se unir a nós. Tenho certeza Álvaro, que vamos saber conduzir nossas pré-candidaturas, nossa unidade é de vital importância e que ninguém duvide que vamos caminhar juntos em 2010”, completou Richa.

Gustavo Fruet disse em seu discurso que só é pré-candidato ao Senado porque há três meses conversou com Beto Richa e José Serra e teve a certeza do apoio dos dois. “Aceito o desafio e sou pré-candidato ao Senado pelo PSDB. Tenho certeza que poderemos reunir vários partidos em torno da nossa candidatura. Não dá mais para ser um político gelatina, que balança pra cá e pra lá e não toma partido. É como diz a bíblia: Seja frio ou seja quente. Se for morno, eu vomito”, afirmou Fruet.


A inauguração do site da Juventude Tucana do Paraná (http://www.jpsdb-pr.org.br/), foi comemorada com jovens de todas as regiões do Estado, a presença da Juventude Tucana foi o verdadeiro destaque e fizeram do encontro uma grande e bonita festa. De acordo com os coordenadores da JPSDB-PR Marcello Richa e Pablo Rossoni, é uma importante iniciativa para a juventude tucana paranaense. “O lançamento do site demonstra que toda a juventude está unida e trabalhando em conjunto. Uma ferramenta diferenciada, dinâmica e democrática, que representa mais um importante instrumento de aproximação direta e troca de experiências entre as juventudes municipais e a estadual”, disse Marcello Richa.


O espaço digital desenvolvido pelo tucano Cesar Vasco, sócio da Premium Comunicação, apresenta informações partidárias - como representantes da juventude nos municípios - notícias, agenda, fotos e vídeos para download. Na interatividade serão exibidos depoimentos de jovens respondendo a seguinte questão: ‘o que você espera para o futuro?’. “O site da Juventude do PSDB do Paraná aproxima a sociedade e os jovens paranaenses dos conceitos e ideais defendidos por nossa legenda”, destaca o presidente do PSDB do Paraná, deputado estadual Valdir Rossoni.

“O site é uma ferramenta pela qual poderemos nos manter informados do que realmente esta acontecendo nos ninhos tucanos da juventude. Também serve para os jovens que não fazem parte da JPSDB-PR, se interessem pela política do nosso estado, e criem cada vez mais uma consciência antes de votarem nas futuras eleições”, explica Rossoni. Marcello Richa acrescenta que a partir do acesso ao site “desperta o interesse do jovem em participar mais ativamente dos acontecimentos políticos, contribuindo para sua formação política e cívica, dando mais condições para que ele se torne um cidadão mais critico e participativo”.

Mais informações no
http://www.jpsdb-pr.org.br/

Fotos: PSDB-PR

Beto prioriza saúde e educação no orçamento de 2010


No próximo dia 29, o prefeito Beto Richa apresentará a proposta da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2010 da Prefeitura de Curitiba para a população da cidade. Com investimentos previstos de R$ 328,6 milhões, o orçamento da capital paranaense para o próximo ano será discutido em audiência pública, no auditório do Mercado de Orgânico, no Mercado Municipal.

A proposta totaliza um orçamento de R$4,056 bilhões e prioriza os investimentos nas áreas de educação e saúde. Na área de educação os investimentos foram ampliados em mais de 80%, passando de R$ 19,2 milhões previstos neste ano para R$35 milhões no orçamento de 2010.

Serão construídas 18 novas creches, criando 9.283 vagas A proposta orçamentária para o próximo ano mantém o nível de investimentos do município em torno de 8% do orçamento, porcentual que tem sido aplicado desde 2005. Na área de saúde, estão previstas obras como a construção de quatro novas unidades de saúde (Jardim das Américas, Jardim Aliança, Coqueiros e Campo Alegre) e um novo Centro de Especialidades Odontológicas.

Depois da apresentação pública, a LOA 2010 será encaminhada à Câmara Municipal. Na proposta estão contempladas as prioridades estabelecidas no Plano de Governo 2009-2012 e uma série de proposições discutidas com os moradores nas audiências públicas promovidas nas nove administrações regionais.

"Nossa proposta de orçamento contempla várias obras reivindicadas pela população nas audiências públicas, como a revitalização de ruas importantes como a Fredolin Wolff, a Eduardo Pinto da Rocha e a Desembargador Antônio de Paula", disse Richa. "Também reforçamos o orçamento na área de educação para dinamizar o cumprimento da meta do Plano de Governo”, explicou Beto.

Outro destaque dos investimentos previstos são as obras de continuação da Linha Verde, no trecho norte, entre o Jardim Botânico e o Atuba, que terão aproximadamente R$ 26 milhões. A Prefeitura também irá revitalizar três importantes vias de ligação entre bairros pelo Programa de Mobilidade e Acessibilidade, previsto no programa de financiamento BID Pró-Cidades: a avenida Fredolin Wolff, a rua Eduardo Pinto da Rocha e Desembargador Antônio de Paula, que somam mais de R$ 9 milhões.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Com a internet, cresce participação dos jovens na eleição

de Joaquim Falcão, professor de direito.

1. O crescimento da internet é o maior de todas as mídias. A tendência é crescente e inevitável. Em julho, o número de usuários cresceu cerca de 10% em relação a junho. De 33 milhões para mais de 36 milhões. Sem contar as lan houses.

2. A liberação da internet terá consequência de mão dupla: aumentará a participação dos cidadãos nas eleições e ao mesmo tempo estimulará mais usuários no dia a dia da internet.

3. O voto do eleitor jovem vai crescer em importância. Eles são quem mais usa internet. Representam mais do que 20% dos eleitores. A internet deve estimular a inclusão do jovem na política. Os jovens são mais atingidos na oferta e redução de emprego. Partidos e candidatos terão que ter propostas específicas para eles.

Fonte: www.fabiocampana.com.br

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Pesquisa mostra que Ponta Grossa quer Beto Governador e Serra Presidente


Saiu pesquisa em Ponta Grossa que mostra Beto Richa à frente na corrida pelo Governo do Estado em 2010. Richa tem 41,24% das intenções de voto, contra 36% de Osmar Dias. Pessuti aparece em terceiro com 7,5% e Paulo Bernardo em quarto com 1,9%.

A pesquisa divulgada pelo Jornal da Manhã foi feita pelo Instituto Exatta, que ouviu 507 pessoas em Ponta Grossa, entres os dias 9 e 11 de setembro. A margem de erro da pesquisa é de 4% para mais ou para menos.

Na mesma pesquisa do Instituto Exatta, o eleitor ponta-grossense mostra simpatia maior pela candidatura do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), quando o assunto é presidência da República.

No primeiro turno Serra venceria fácil com 43,98% da preferência do eleitor contra apenas 18,54% de Ciro Gomes e 14% da candidata de Lula, Dilma Roussef, com 14%. Heloísa Helena e Marina Silva aparecem logo após com 4,93% e 3,94% de intenção de voto respectivamente.


Fonte: Fábio Campana

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

ProJovem Trabalhador será em janeiro de 2010

O programa ProJovem Trabalhador - Juventude Cidadã, em Curitiba, terá um novo convênio e funcionará a partir de janeiro de 2010.

A informação foi dada pelo ministro do Trabalho, Carlos Lupi, ao superintendente da Secretaria do Trabalho e Emprego de Curitiba, Paulo Rossi, durante audiência em Brasília nesta quarta-feira (16). Participaram da audiência Francisco Canindé Pegado, do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador, e Ricardo Patah, presidente da União Geral dos Trabalhadores.


O novo convênio atenderá os 7 mil cadastrados que participariam dos cursos neste ano. Os cursos ficam adiados para o ano que vem.


O programa é feito em parceria do governo federal com os municípios. A proposta é criar oportunidades de trabalho, emprego e renda para jovens de 18 a 29 anos.


Fonte: www.curitiba.pr.gov.br

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Grande Encontro PSDB

O PSDB do Paraná, presidido pelo deputado estadual Valdir Rossoni, realiza um grande encontro estadual no próximo dia 19 de setembro, sábado, às 11h, no Restaurante Novo Madalosso (Salão Firenze), em Curitiba. No evento, a Juventude do partido fará um trabalho de orientação e articulação com os jovens do estado. São esperadas mais de 2.500 pessoas.

De acordo com Rossoni, o objetivo é reunir os 43 prefeitos, 42 vice-prefeitos, 450 vereadores e 498 delegados do partido, além dos deputados federais Affonso Camargo, Alfredo Kaefer, Gustavo Fruet e Luiz Carlos Hauly, e os estaduais Ademar Traiano, Francisco Buhrer, Luiz Accorsi, Luiz Fernandes Litro, Luiz Nishimori e Miltinho Puppio. Os pré-candidatos do PSDB ao governo do estado, o prefeito de Curitiba, Beto Richa, e o senador Alvaro Dias também estarão presentes no evento. Lideranças de outros partidos também estão confirmando presença no evento tucano.

Rossoni destaca que esta será a primeira reunião do partido com todas as lideranças. “Vamos marcar o início do processo de organização para a disputa eleitoral de 2010. Este diálogo com as bases do partido sobre a sucessão estadual é grande importância”, destaca Rossoni.

Durante o encontro, também será lançada uma campanha de filiações ao partido, ao PSDB Mulher e ao PSDB Jovem em todos os 399 municípios paranaenses. Hoje, a legenda conta com 75.318 filiados no Paraná.

Serviço:
Encontro Estadual PSDB
Restaurante Madalosso - Salão Firenze (Rua Manoel Ribas, 5875 - Santa Felicidade)
Dia 19 de setembro, sábado, às 11h
Informações (41) 3015-4545.

Café com a Juventude hoje!


Nesta terça (15/09) às 21:00, teremos outro encontro da Juventude Tucana de Curitiba.

A cada 15 dias às terças nos encontramos afim de fortalecermos nossos laços e aumentar o diálogo entre todos.

Este encontro acontecerá no Café Mafalda, na Rua Tibagi, n°75 (próximo ao Teatro Guaíra), no Centro de Curitiba.

Contamos com a presença de todos!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

TCU aponta irregularidades em obra de R$ 1 bilhão do PAC

Auditoria do Tribunal de Contas da União em junho apontou irregularidades no planejamento e execução do projeto do Arco Rodoviário, obra de quase R$ 1 bilhão do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) no Rio.

O principal problema apontado pelos técnicos foi um aditivo de R$ 2,2 milhões pago após a licitação. O dinheiro foi usado para a reconfiguração do projeto, que teve seu tamanho reduzido. Os auditores identificaram oito irregularidades. Duas, na avaliação de técnicos, exigiam a paralisação da obra.


Fonte: Blog do Noblat

domingo, 13 de setembro de 2009

Covas elogia E-Lap em Curitiba

O deputado estadual pelo Estado de São Paulo e Presidente Nacional da Juventude Tucana, Bruno Covas, concede um depoimento sobre a aula inaugural do Laboratório de Formação Política à distância, o E-Lap, que aconteceu no sábado (12), em Curitiba.

Confira!

video

Imagem: JPSDB Curitiba.

PSDB é o partido da vez

No mesmo evento, em que Marcello Richa destacou Gustavo Fruet como o futuro candidato tucano ao Senado em 2010, o presidente da JPSDB Curitiba afirmou que o PSDB tem as melhores condições para lançar candidaturas à Presidência da República e ao Governo do Estado. "Teremos um grande desafio no próximo ano, o apoio da juventude fará a diferença no processo democrático", disse Richa, a mais de 80 jovens que se reuniram na aula inaugural do E-Lap, no Centro Cívico, em Curitiba.



Fotos: Leo Cardozzo.

Jovem e formação política

Mais de 80 jovens de várias regiões do Estado assistiram a aula inaugural do Laboratório de Aprendizagem Política à distância (E-Lap), realizado no sábado (12), no bairro Centro Cívico, em Curitiba. A iniciativa da Juventude do PSDB de Curitiba e do Instituto Teotônio Vilela (ITV), reuniu autoridades como o deputado federal Gustavo Fruet (PSDB), o deputado estadual Bruno Covas (SP), o vice prefeito de Paranaguá Fabiano Elias, o Secretário Antidrogas Municipal Fernando Francischini, os vereadores tucanos Jair César e João do Suco e o vice presidente da União Paranaense dos Estudantes (UPE) Thiago Chemin Rosenmann. A apresentação do curso ficou a cargo do Secretário de Formação Política da JPSDB Nacional, Wesley Goggi.

Há mais de um ano e meio à frente da JPSDB Curitiba, Marcello Richa, destacou a importância do E-Lap na formação da juventude paranaense. “O curso é uma forma diferenciada e realista para os jovens. A utilização de ferramentas digitais aproximam o debate político e promove o crescimento deles como cidadãos”. Fruet acredita também, que a internet é sem dúvidas não apenas um meio de informação, mas um aliado constante para uma nova geração política. “Não se pode mais fazer política de maneira atrasada, como vemos há anos, temos que assumir a postura de ruptura e mostrar que fazemos melhor”.

Segundo Wesley Goggi o E-Lap já levou formação política a mais de 220 pessoas em mais de 13 estados brasileiros. “Oferecer aos jovens informações sobre a política pública nos diferentes âmbitos governamentais e despertar o pensamento crítico são as nossas metas”. As próximas apresentações serão realizadas em São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Tocantins e Rio Grande do Norte. Para realizar o curso, é necessário fazer um login e senha no site
http://ninhotucano.wordpress.com/e-lap/.

Eleito aos 26 anos com mais de 120 mil votos no estado de São Paulo, o deputado estadual e presidente da JPSDB Nacional, Bruno Covas, herdou de seu avô Mário Covas – um dos fundadores do PSDB e um dos políticos mais respeitados do país – a vontade e a determinação de fazer política. Desde os 17 anos envolvido com a militância jovem, Covas ressaltou no evento que a Juventude não é apenas um braço do partido, “é também uma forma de criar uma nova militância, desenvolver diálogo com a sociedade e desenvolver condições para novos dirigentes”.

Mais informações no
http://ninhotucano.wordpress.com/e-lap/.


Fotos: Leo Cardozzo.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Saudades...

... de alguém, que ainda jovem deixou as terras fluminenses para construir sua carreira e sua família na terra “roxa”, do norte do estado do Paraná. E por este estado, fez-se um dos maiores representantes do cenário político brasileiro. Exerceu por duas vezes o mandato de deputado federal, a cadeira de prefeito da cidade de Londrina e por duas vezes senador da república. Nas eleições de 1982, Richa foi eleito governador do Paraná, incluindo de maneira inédita a participação popular em sua gestão. E como não lembrar da atenção especial prestada ao quadro do funcionalismo público estadual.



“Zé” Richa, como era carinhosamente chamado por seus amigos e eleitores, foi ao lado de nomes como Franco Montoro, Euclides Scalco, Fernando Henrique Cardoso, Mário Covas, e outras personalidades de grande importância na história política do Brasil, um dos fundadores do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Partido este que continua a honrar os princípios de sues fundadores.


Esta é uma homenagem aos 75 anos de um dos maiores políticos do estado do Paraná. José Richa formou-se em Odontologia pela Universidade Federal do Paraná, foi casado com Dona Arlete Vilela Richa, e desta união nasceram três filhos: José Richa Filho, Carlos Alberto Richa e Adriano Richa.


JPSDB Curitiba
11/09/2009

Curitiba é a única cidade da América Latina entre as dez mais sustentáveis do mundo



Curitiba é a única cidade da América Latina selecionada pelo estudo Centros de Sustentabilidade Global 2020, do Instituto Ethisphere, de Nova York, feito no ano passado para apontar as 10 cidades com maiores perspectivas de sustentabilidade, de hoje a 2020.

Foram avaliadas cidades com mais de 600 mil habitantes, nas seguintes áreas: Planejamento Ambiental; Saúde e Lazer; Educação, Arte e Cultura; Transporte e Habitação; Economia e Negócios; Legislação e Transparência; Comunicação; e Inovação.

O estudo cita como pontos fortes de Curitiba o transporte e a moradia acessível. “De um modo geral, o aspecto mais original de Curitiba é o sistema de ônibus, especialmente concebido para cobrir toda a cidade e usado por grande parte da população. A cidade também tem moradia a preços acessíveis.”

Além de Curitiba, figuram na lista: Toronto (Canadá), Nova York (Estados Unidos), Londres (Inglaterra), Cingapura (Cingapura), Hyderabad (Índia), Cidade do Cabo (África do Sul), Abu Dabi (Emirados Árabes), Melbourne (Austrália) e Frankfurt (Alemanha). O estudo está publicado, em inglês, no site www.ethisphere.com

Fonte: Fábio Campana


quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Tucanos destacam a aprovação de Estatuto da Igualdade Racial

O deputado João Campos (GO) destacou nesta quinta-feira a aprovação do Estatuto da Igualdade Racial, ocorrida ontem em comissão especial da Câmara após tramitar por mais de seis anos. O tucano destacou a importância dessa proposta para a sociedade brasileira, que tem 49% de sua população negra, segundo o IBGE. Aprovada por unanimidade, a proposta do Estatuto segue para apreciação do Senado.

Quitando uma dívida - “Foi uma felicidade a aprovação dessa proposta, que tornará mais fácil a criação e execução de políticas afirmativas nessa área”, afirmou. O deputado destacou alguns pontos importantes abordados pelo estatuto, como o estabelecimento do princípio de isonomia em relação às religiões de matriz africana em relação às demais no país; a oferta de incentivos às empresas que assegurarem mais de 20% de suas vagas para negros e o reconhecimento da capoeira como esporte nacional. “Além disso, há também a criação de mecanismos que buscam diminuir a discriminação e do preconceito”, frisou.

Para Campos, o Congresso Nacional está quitando uma dívida que tinha com a sociedade ao aprovar o Estatuto, que proíbe, por exemplo, empregadores de exigir boa aparência e de pedir fotos em currículos de candidatos a empregos e fixa as diretrizes da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra. O parlamentar reafirmou a importância de se promover a igualdade entre a população em seus direitos e acesso às políticas públicas e pediu aos deputados a aprovação de projetos de lei que tratam dos direitos de aposentados e pensionistas.

Fonte: Diário Tucano

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

E-Lap em Curitiba

A Juventude do PSDB de Curitiba e o Instituto Teotônio Vilela realizam, no próximo dia 12 de setembro (sábado), às 15h, a apresentação e aula inaugural do Curso de Formação Política à Distância (E-Lap). O encontro na capital conta com a presença de convidados, como o Deputado Federal Gustavo Fruet, o Deputado Estadual Bruno Covas (SP), o Secretário Nacional de Formação Política da JPSDB Wesley Goggi e o presidente da JPSDB Curitiba Marcello Richa. As vagas são limitadas e a entrada franca.

O curso fundamentado em materiais desenvolvidos pelo ITV Nacional oferece oportunidades de reflexão e debate, com atividades dinâmicas que levarão os alunos a praticar suas habilidades críticas e opinativas sobre o cenário da política brasileira. Formou mais de 220 jovens de todo o país. É desenvolvido totalmente à distância, via Internet, sem encontros presenciais, no ambiente Moodle. O modelo adotado é auto-instrucional com apoio de tutoria, com ênfase na participação e na colaboração do aluno.

De acordo com Wesley Goggi, o E-Lap tem o objetivo de oferecer ao jovem informações sobre a política pública nos diferentes âmbitos governamentais. “O curso é uma importante ferramenta de formação de uma militância inteligente, para o jovem que se preocupa em ocupar um lugar ativo no desenvolvimento do seu país”, explica Goggi. Para Marcello Richa o Curso de Formação Política aproxima o jovem do debate político. “A Formação Política contribui decisivamente para o crescimento dos indivíduos como cidadãos”, acrescenta.


Serviço:
Curso de Formação Política à Distância (E-Lap) em Curitiba
Rua Comendador Fontana, 153 – Centro Cívico
Dia 12 de setembro, sábado, às 15h
Informações: (41) 9687-3611 e jpsdbcuritiba@gmail.com

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Inscrições para a 13ª Maratona de Curitiba serão abertas nesta terça-feira

As inscrições para a 13ª Maratona de Curitiba, programada para acontecer no dia 22 de novembro, serão abertas nesta terça-feira (8). A edição 2009 da mais tradicional prova da modalidade no Paraná irá distribuir um total de R$ 136 mil em premiações, divididas em várias categorias. Até cinco mil pessoas podem se inscrever, afinal as vagas são limitadas a 2.300 para a prova principal (com 42.195 metros), 1.500 para a corrida de 10 quilômetros e 1.200 para a caminhada.

Quem quiser participar poderá acessar o site oficial da prova até o dia 17 de novembro. Até o dia 13, a inscrição tem valor promocional de R$ 45. Após esta data, o valor será reajustado em R$10, passando a R$ 55. Para a corrida de 10km os valores obedecem ao mesmo esquema, ou seja, R$ 25 até o dia 13 e R$ 35 até o dia 17. Serão disponibilizadas 60 vagas em alojamentos pagos pela prefeitura para 30 homens e 30 mulheres, respeitando a ordem de inscrição.

Os corredores também podem procurar a sede Secretaria de Esportes e Lazer de Curitiba (Rua Desembargador Westephalen, 1566), das 8h às 12h e das 14h às 18h, até o dia 19 de novembro. A inscrição para a prova de caminhada será realizada exclusivamente nos dias 20 e 21 de novembro na Praça Osvaldo Cruz, em Curitiba. Os interessados deverão doar uma lata de leite em pó no ato da inscrição.

Mais informações: www.maratona.curitiba.pr.gov.br

JPSDB apoia Oxigênio


A importância do jovem, que participa de partidos políticos que não sejam de "esquerda", ser engajado em movimentos estudantis foi destaque do último dia 06 de setembro, em uma reportagem sob o título "A nova cara da política estudantil", publicada pelo jornal Gazeta do Povo.

Apoiado pela JPSDB Curitiba, o Movimeto Oxigênio que tem em sua composição jovens responsáveis e preocupados com a democracia estudantil - como Mounir Chaowiche Jr., Thiago Chemin Rosenmann, Helio Belfort e Manuel Fanego - têm por objetivos além de reaproximar o movimento estudantil dos alunos, a transparência na gestão das contas dos diretórios estudantis, o incentivo ao empreendedorismo, a promoção das atividades na área social e busca de melhorias nas universidades.


Oxigênio

Formado no meio do ano passado, o movimento surgiu como oposição aos grupos que atualmente dominam o cenário estudatil. O Oxigênio tem filiados ao PSDB, ao DEM, além de integrantes sem orientação partidária. Veja abaixo a matéria.

domingo, 6 de setembro de 2009

A nova cara da política estudantil


Os grupos de esquerda, que historicamente sempre estiveram à frente do movimento estudantil, estão tendo de conviver com uma nova realidade: após quase dez anos sem oposição, a direção da União dos Paranaenses dos Es­­tudantes (UPE) está sendo compartilhada com colegas mais à direita do espectro político.

Formado recentemente por representantes dos diretórios centrais dos estudantes da Centro Universitário (FAE), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e Centro Universitário Curitiba (Unicuritiba), o movimento Oxigênio obteve votos suficientes para conquistar duas cadeiras na direção estadual – a 2.ª vice-presidência, ocupada por Thiago Chemin Rosenmann, e a direção de Relações Institucionais, por Caio Pamplona.

O grupo se declara suprapartidário, e entre os integrantes há também filiados ao PSDB e ao DEM. “Existem estudantes que não são filiados a partidos no nosso movimento, mas o mais importante é querer trabalhar em favor dos estudantes”, afirma o vice-presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Unicuritiba, Manuel Fanego (DEM). “Agora, em geral, por causa de nossas ideias, partidos de esquerda acabam não aderindo.”

O grupo tem entre suas bandeiras a transparência na gestão das contas dos diretórios estudantis, o incentivo ao empreendedorismo, a promoção de atividades na área social e busca de melhorias nas universidades.
Segundo Helio Belfort (DEM), tesoureiro do DCE da Unicuritiba, a intenção do Oxigênio é reaproximar o movimento estudantil dos alunos. “Nossas ações são voltadas para os estudantes. Hoje, um aluno pode passar a faculdade inteira sem conhecer o movimento estudantil sabendo que não vai perder nada. Isso porque a grande maioria não se sente representada”, explica. “Nós queremos mudar esse quadro. Hoje o pessoal não sabe o que é a UNE e a UPE. E isso é culpa dos DCEs.”

Para o presidente do DCE da FAE, Mounir Chaowiche Júnior (PSDB), os estudantes passam a se aproximar do movimento estudantil quando veem os benefícios que o diretório proporciona. “Buscamos focar nas atividades de extensão. Rea­lizamos visitas técnicas. Assim, os estudantes ficam mais à vontade para participar.”
As tentativas, porém, não trazem resultados imediatos. Para Chaowiche, os estudantes são bastante individualistas e voltam suas atenções para objetivos pessoais. “O comportamento é curioso. Quando divulgamos no site fotos de festas o acesso ao site é muito grande. Mas o mesmo não acontece na seção em que estão as prestações de contas”. Para ele, isso é um indicativo de como os estudantes se comportarão quando adultos.

Poder compartilhado
Os cargos na direção da UPE são preenchidos de forma proporcional à votação obtida pelas chapas que se candidatam. A eleição é indireta. Votam somente representantes eleitos pelos estudantes.

Dos dez cargos da diretoria da UPE, quatro são ocupados por estudantes vinculados à União da Juventude Socialista. Outros três grupos – Juventude e Revolução, Movimento Mudança e Quizomba – ocupam um cargo cada na diretoria (veja quadro). Um único membro da diretoria, o vice-presidente Bohdan Metchko Filho, não integra nenhuma dessas correntes do movimento estudantil.

Fonte: Portal RPC

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Valor Econômico diz que Curitiba é a mais bem preparada para a Copa


O jornal Valor Econômico publicou nesta semana uma revista especial sobre as 12 cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014. Curitiba ganhou destaque na revista, com reportagem de 8 páginas, com o título Uma Anfitriã Bem Perto da Perfeição. O primeiro parágrafo da reportagem diz: Reconhecida por promover uma convivência harmoniosa entre o homem e a natureza no mesmo espaço urbano, Curitiba chamou a atenção dos técnicos da Federação Internacional de Futebol (Fifa) por ser o município brasileiro mais bem preparado para sediar os jogos da Copa do Mundo. Transporte público eficiente, ampla rede hoteleira, destaque nas áreas de saúde e educação, muito verde, bons atrativos turísticos e o estádio de futebol mais moderno do país são alguns dos pontos que prometem fazer da capital da Paraná uma anfitriã de destaque em 2014. A reportagem destaca a expectativa de Curitiba de receber R$ 4,5 bilhões em obras até 2014, entre elas a construção da primeira linha do Metrô Curitibano. "Trabalhamos intensamente para trazer esta conquista para a cidade. O mais importante será o legado que ela deixará para Curitiba, que são as obras de infraestrutura e outros benefícios definitivos", disse o prefeito Beto Richa à reportagem do Valor Econômico.
A reportagem diz ainda que Curitiba, cheia de parques e bosques, é um exemplo a ser imitado, com três vezes mais área verde que o recomendado pela ONU; experiência em eventos internacionais, como a corrida do Mundial de Turismo da FIA, o WTCC, e os encontros da ONU sobre biodiversidade COP 8 e MOP 3; e o sexto índice de desenvolvimetno humano do País. A capa da revista, que é bilíngue e tem 130 páginas, traz um campo de futebol com 12 bonecos de jogadores da Seleção, cada um representando uma cidade-sede. Curitiba é a camisa 10.

Fonte: www.curitiba.pr.gov.br

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Governo quer usar 'tropa de choque' para aprovar o pré-sal, diz Guerra

Presidente do PSDB critica manutenção da urgência constitucional. Para Sérgio Guerra, decisão de Lula é 'autoritária'.



O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), criticou em plenário nesta quinta-feira (3) a decisão do presidente Lula de manter a urgência constitucional para os quatro projetos que tratam do marco regulatório para a exploração de petróleo na camada pré-sal.
Para Guerra, a tática que o governo pretende usar é a mesma que foi aplicada no caso das denúncias contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

“O presidente já tomou a decisão: para o Senado e para a Câmara quer normas do Conselho de Ética do Senado. Um pequeno grupo se junta e toma a decisão que bem entender. É a tropa de choque reciclada, não mais para julgar denúncias, mas para decidir o futuro do petróleo do Brasil”. O presidente do PSDB afirmou que a posição de Lula é “autoritária” e pediu união do Congresso contra a medida. Ele afirmou que a oposição só vai discutir o mérito das medidas após solução sobre a questão da urgência.
“Acho que o que deve unificar o esforço de todos nós é a conquista do espaço do Congresso.Não vamos entrar no mérito dessa discussão antes de ter certeza que vamos poder interferir nela”, disse Guerra.

As críticas foram estendidas também à ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), que esteve à frente das discussões sobre o pré-sal. Para Guerra, há a intenção de valorizar politicamente a candidatura da ministra à Presidência. Ele destacou que a ministra é conhecida em Brasília (DF) por ser “autoritária demais”.

Depois dos ônibus à biocombustivel. Prefeitura testa energia solar na iluminação pública

A Prefeitura de Curitiba está testando o uso de energia solar na iluminação pública do Parque Barigui. A Secretaria Municipal de Obras Públicas instalou no parque seis postes com sistema fotovoltaico, que capta a energia do sol durante o dia e a converte em energia elétrica para ser usada à noite. “Escolhemos o Barigui por ser um ícone da cidade e pela relação do parque com o meio ambiente”, diz o secretário municipal de Obras, Mário Tookuni. Os postes foram instalados perto do restaurante do parque e devem permanecer em teste até a primeira semana de outubro. Nesse período, a Prefeitura irá avaliar o custo/benefício do sistema em relação à eletricidade convencional. Será feito um cálculo do gasto atual com o consumo de energia convencional com o custo de investimento em energia solar.

Se os resultados forem positivos, a ideia é substituir os 102 postes de iluminação da pista de caminhada do Barigui por energia solar. Os postes solares têm seis metros de altura. As baterias ficam no topo do postes, perto da lâmpada. Cada poste é uma unidade independente, o que dispensa um sistema de cabos elétricos entre eles. “Não precisa escavar e enterrar cabos”, diz Tookuni. Não é preciso sol intenso para a captação de energia, que já ocorre com a claridade natural.
.
"Energia solar no parque Barigui. Biocombustível nos ônibus. Curitiba cuidando cada vez mais do meio ambiente. Essa é a cara da nossa cidade." Prefeito Beto Richa, pelo twitter. ( www.twitter.com/BetoRicha )
.
Fonte: Documento Reservado

Richa anuncia obras

A cada dia que passa o prefeito Beto Richa se mostra um gestor público responsável e preocupado em atender às necessidades da população curitibana. Em seus cinco anos de mandato são visíveis obras por todos os cantos da cidade. Ontem (02) Richa provou mais uma vez isso: a avenida Fredolin Wolf – importante via de ligação entre os bairros Pilarzinho e Santa Felicidade – será completamente revitalizada. Ganhará além do novo paisagismo, novas pavimentação, calçadas, ciclovias e iluminação. Além da Fredolin Wolf, outras 27 ruas em Santa Felicidade passarão por manutenção asfáutica, inclusive a avenida Toaldo Túlio. A boa notícia foi anunciada na audiência pública realizada em Santa Felicidade, e reuniu 400 pessoas. Mais informações clique aqui.


Crédito: PMC.

Curitiba sediará, em janeiro, a preparatória para a COP 10


O prefeito de Curitiba, Beto Richa (PSDB), recebeu uma carta do secretário executivo da Convenção sobre Diversidade Biológica da ONU, Ahmed Djoghlaf, elogiando a atuação de Richa na promoção do papel das cidades e autoridades locais para a consecução dos objetivos da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB). Ahmed Djoghlaf desejou sucesso para a futura reunião da Parceria Global sobre Cidades e Biodiversidade, que será em Curitiba, em janeiro de 2010, como reunião preparatória para a Conferência das Partes sobre Diversidade Biológica (COP 10) da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nagoya, no Japão, em outubro de 2010.


Em maio de 2008, a Conferência das Partes sobre Diversidade Biológica (COP 9), da Organização das Nações Unidas (ONU), em Bonn, na Alemanha, aprovou a proposta de Curitiba para uma participação efetiva das cidades nas decisões sobre a biodiversidade. A proposta foi apresentada na COP 9 pelo prefeito Beto Richa, em nome dos prefeitos de todo o mundo. Com a aprovação, as cidades passam a ser membros oficiais da Conferência da ONU, que acontece a cada dois anos. Até então, as cidades tinham uma participação paralela nas COPs, somente chefes e ministros de Estado participavam do segmento de alto nível das conferências da ONU.
Fonte: Documento Reservado

É a Pressão Alta, presidente!




quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Pesquisa em São José dos Pinhais



Foi divulgado hoje, pelo Instituto IRG Consultoria, uma pesquisa que avalia um possível cenário para as eleições para o Governo do Estado em 2010, em Sao Jose dos Pinhas. Beto Richa tem 60,75% dos votos. Osmar Dias, com apoio do prefeito Ivan Rodrigues, tem 24,88%. Orlando pessuti tem 4,13% e o ministro paulo bernardo, do PT, 1,50%.

Para a presidência da República José Serra lidera com 43,25% contra 15,75% de Ciro Gomes, 11,63% de Dilma Rousseff e 5,25% de Marina Silva.

A pesquisa foi feita entre os dias 26 e 29 de agosto, entrevistou 800 pessoas pelo Instituto IRG Consultoria.

Fonte: Blog do Fabio Campana

País rico é outra coisa


Enquanto o presidente Lula faz discursos dizendo que prefere estar entre o povo (pobre) igual a ele, a personalidades famosas do mundo inteiro, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, aproveita a reunião do G-20, esta semana, em Londres, para confirmar o empréstimo que o Brasil vai fazer para o FMI (Fundo Monetário Internacional), para reforçar suas reservas. A oferta será do empréstimo de US$ 10 bilhões, com a condição de que o dinheiro vá para países menos poderosos atingidos pela crise. Acontece que os recursos não serão liberados de uma só tacada. Vai funcionar assim: o FMI vai precisando, vai pedindo e os cofres brasileiros serão abertos, aos poucos. É… País rico é outra coisa.

Enquanto o presidente Lula faz discursos dizendo que prefere estar entre o povo (pobre) igual a ele, a personalidades famosas do mundo inteiro, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, aproveita a reunião do G-20, esta semana, em Londres, para confirmar o empréstimo que o Brasil vai fazer para o FMI (Fundo Monetário Internacional), para reforçar suas reservas. A oferta será do empréstimo de US$ 10 bilhões, com a condição de que o dinheiro vá para países menos poderosos atingidos pela crise. Acontece que os recursos não serão liberados de uma só tacada. Vai funcionar assim: o FMI vai precisando, vai pedindo e os cofres brasileiros serão abertos, aos poucos. É… País rico é outra coisa.

Fonte: http://documentoreservado.com.br/blog/

terça-feira, 1 de setembro de 2009

O Pré-sal é Pré-eleitoral !

Por: Gilberto Dimenstein

Vou logo dizendo que não entendo nada de prospecção de petróleo. Sou, como a imensa maioria dos eleitores, um leigo. Mas não precisa ser geólogo para ver que o anúncio do pré-sal é uma prospecção pré-eleitoral, como se a questão fosse entre os vendidos aos interesses estrangeiros e os defensores das riquezas nacionais --o que é obviamente uma exploração. Existe aqui uma questão educativa.
O que qualquer um pode saber, sem entender nada de petróleo, é que a questão extremante complexa, com as mais diversas opiniões e análises, como vemos pelos jornais. Quanto mais aumenta o debate, maior o número de opiniões.

Por que, então, aprovar o marco regulatório do pré-sal rapidamente no Congresso, como quer o governo Lula? Será que uma questão tão delicada e vital não deveria envolver maior esclarecimento da opinião pública, capaz de influenciar os parlamentares? Obviamente não.

Um erro agora será pago por muito tempo --e com muito dinheiro.
O problema é que, em política, as prospecções em período eleitoral são tão profundas a distância que separa o palanque da terra.

Mais uma de Lula...

Não é de hoje que temos fatos controversos do "nosso" presidente da República! Este vídeo é mais uma prova disso. Esqueçam o que ele disse ontem, hoje e amanhã!

Assista e reflita: vamos escolher com consciência o próximo representante, ok?



video

Campos Gerais é JPSDB


No último sábado (29) a JPSDB Paraná esteve em Ponta Grossa a convite da juventude local. Cerca de 40 jovens se reuniram em um almoço oferecido pelo presidente do PSDB da cidade, Dr. Carlos Roberto Tavarnaro. O evento contou com as presenças ilustres do prefeito tucano Pedro Wosgrau (PSDB), do presidente da Câmara de Vereadores Sebastião Mainardes Júnior (DEM), do vereador de Maringá e membro da juventude tucana Evandro Júnior (PSDB), do coordenador da JPSDB Paraná Marcello Richa, do presidente da JPSDB Ponta Grossa Rodrigo Di Piero Mendes e líderes jovens da região.

A reunião faz parte de um trabalho de integração que está sendo realizado pela juventude tucana do Paraná em diversas regiões do estado. Além de conhecer os jovens, os encontros se tornam oportunidades para a troca de experiências e auxiliam no desenvolvimento de uma juventude partidária. “Os eventos tem o objetivo de definir um programa de construção das juventudes tucanas no sentido de termos atuação e sua unificação. Para que assim, a JPSDB Paraná possa contribuir também com o programa que será apresentado pelo candidato do partido em 2010”, explica Marcello Richa.

O coordenador da juventude tucana do estado disse que uma comissão foi determinada a organizar eventos e reuniões de formação política na região dos Campos Gerais. Entre os membros estão os representantes dos municípios de Palmeira, Carlos Nezadni, e de Carambeí, Emerson Teixeira. Em breve mais notícias sobre novas visitas no mês de setembro.


Legenda: O coordenador da JPSDB PR Marcello Richa e o prefeito de Ponta Grossa Pedro Wosgrau (PSDB).

Créditos: Gabriela Gatti.