sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Entrevista com o governador Beto Richa

1. Qual será sua primeira medida ao assumir o governo?

Beto Richa – Vamos racionalizar os gastos e bloquear qualquer espécie de desperdício na máquina pública estadual. É o primeiro caminho para recuperar a capacidade de investimentos do Estado, que hoje está bastante debilitada.

2. O crescimento econômico é fundamental, o que vai fazer nesse sentido°

Beto Richa – Nosso plano de governo prevê uma série de iniciativas a serem adotadas. Vamos apostar forte na capacitação profissional e na qualificação do pequeno empreendedor, do micro e pequeno empresário como forma de estimular novos negócios. Entendo que a retomada dos investimentos em infraestrutura de transporte e logística terá um papel preponderante na redução de custos e ampliação da competitividade da produção paranaense.

3. A segurança pública é hoje uma das maiores preocupações da população paranaense. Que medidas seu governo vai adotar?

Beto Richa – Hoje, a Polícia Militar tem um efetivo inferior ao de 20 anos atrás. A população paranaense quase dobrou neste período, enquanto a violência recrudesceu de forma assustadora, em todas as regiões do Estado. Então, é necessário recompor o contingente da PM e da Polícia Civil. Outra medida fundamental é blindar a fronteira, em ações conjuntas entre as polícias estaduais e a Polícia Federal. Acredito que, para combater o tráfico de drogas e o contrabando de armas na fronteira, na dimensão que vêm ocorrendo, chegou o momento de também o Exército participar ostensivamente, seja em operações conjuntas, em ações de inteligência ou no que for possível. Vou declarar guerra ao tráfico de drogas e, especialmente, ao crack. E

4. Seu governo irá cumprir a aplicação de 12% do Orçamento do Estado em ações efetivamente de Saúde?

Beto Richa – Um de meus compromissos é o de cumprir a Emenda Constitucional nº 29, aplicando os 12% previstos. No entanto, tão importante como o acréscimo de recursos será sua aplicação eficiente com base em um planejamento que leve em consideração as necessidades da população. Então, é fundamental agregar esses dois pressupostos: ampliação dos recursos para o setor e gestão de qualidade nos gastos.

5. Qual será a política adotada para impulsionar novos investimentos no campo?

Beto Richa – A agricultura e a agroindústria respondem por um terço do PIB paranaense e por parcela expressiva dos empregos existentes. Ampliar o processamento das matérias-primas no Estado, agregando mais valor àquilo que aqui se produz, é fundamental para a renda das famílias, a geração de tributos e a melhoria das condições de inserção de nossa economia no resto do mundo.
A melhoria das condições de competitividade das atuais cadeias e o estímulo a novos negócios é medida que se impõe. Por isso, a par de resolver velhos gargalos em nossa infraestrutura, vamos aperfeiçoar os mecanismos de estímulo à agroindustrialização. Para tanto, vamos implantar a Agência Paraná de Desenvolvimento.

6. Em relação ao serviço público, o que deve ser feito para valorização dos servidores?

Beto Richa – O trabalho do funcionalismo deve ser reconhecido com a valorização salarial e permanente capacitação profissional, com cursos de qualificação contínua. Um aspecto fundamental é a participação do servidor em funções de comando e assessoramento superior. Quero governar junto com o servidor estadual.

7. Que medidas serão adotadas na área da educação?

Beto Richa – O novo governo vai trabalhar na qualificação e na valorização dos professores. Vamos buscar garantir maior autonomia às escolas. Uma iniciativa fundamental está associada à melhoria e ampliação das vagas no ensino técnico profissionalizante, de acordo com as características e demandas de cada região. Nisso, queremos trabalhar em parceria com outras instituições e também com as universidades estaduais, que terão um papel mais ativo no desenvolvimento social, econômico e científico do Estado.

Fonte: www.fabiocampana.com.br

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Curitiba entre as cidades mais inteligentes do mundo, segundo a Forbes


A revista Forbes elegeu as 10 cidades mais inteligentes: 1. Singapura; 2. Hong Kong; 3. Curitiba; 4. Monterrey; 5. Amesterdan; 6. Seattle; 7. Houston; 8. Charleston; 9. Huntsville; 10. Calgary.

Esta lista conta apenas com uma cidade europeia, mas em contrapartida assinala Curitiba, no Brasil, como uma das cidades mais inteligentes do mundo. Os critérios seguidos tiveram em conta não apenas o desempenho ambiental das cidades, mas também a sua performance econômica, mobilidade e qualidade de vida.

A conjugação destes critérios levou à exclusão de megacidades como New York, São Paulo e Tóquio. A conclusão que parece emergir daqui é que as cidades com futuro deverão ser compactas e de relativa pequena dimensão, ambientalmente sustentáveis e economicamente proativas.

Fonte: www.fabiocampana.com.br


quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Um ótimo final de ano!



A Juventude do PSDB de Curitiba e do Paraná desejam a todos os militantes, correligionários e pessoas que se identificam com a nova forma de fazer política: pautada na ética, nos interesses da população e na social democracia, um Feliz Natal e um próspero Ano de 2011!

Estes diretórios estão em recesso de final de ano até o dia 07 de janeiro de 2011. Assim, no retrono com as energias renovadas, realizaremos um importante trabalho de construção e consolidação da Juventude do PSDB pelo interior do Estado do Paraná e ficaremos de olhos bem abertos nos atos do Governo Federal, com uma oposição firme e propositiva!

Agradecemos o empenho e dedicação de muitos jovens tucanos que se disponibilizaram neste ano na luta incansável das Eleições 2010. A Juventude Tucana foi sem dúvidas um grande 'exército' de todo o processo, principalmente na defesa do Novo Paraná de Beto Richa e do Brasil Pode Mais de José Serra, e de outros candidatos de importância. Contamos com vocês novamente em 2011!

Saudações Tucanas


JPSDB Curitiba e JPSDB Paraná

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Ducci anuncia Marcello Richa na Secretaria do Esporte e Juventude

A Juventude do PSDB de Curitiba parabeniza o presidente da Comissão Executiva, Marcello Richa, pelo anúncio realizado hoje (22) do prefeito de Curitiba Luciano Ducci, sobre sua indicação para assumir a Secretaria de Esporte e Juventude da capital, a partir do ano que vem.

Assim como, também, desempenha na coordenação da JPSDB Paraná, nós jovens tucanos temos convicção que Richa fará um excelente trabalho frente a pasta em busca de melhores políticas públicas para os jovens de Curitiba aliado ao esporte.

Parabéns e sucesso!

Confira a materia:

O prefeito Luciano Ducci anunciou nesta quarta-feira (22) que Marcello Richa será o novo secretário do Esporte e Juventude. Marcello Richa, 25 anos, acadêmico de Direito, substituirá a Rudimar Fedrigo.

“Marcello Richa tem como grande qualidade a capacidade de mobilização de pessoas em torno de um objetivo comum. Essa qualidade vai ser decisiva no trabalho dele à frente da Secretaria do Esporte e Juventude”, disse Luciano Ducci.

O prefeito disse que Marcello Richa terá como uma de suas missões contribuir na articulação da cidade em projetos como a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 e a nas Olimpíadas de 2016. “A cidade buscará atuar na formação de quadros para as Olimpíadas e se preparar com força total para a Copa. Marcello Richa vai se somar a nossa equipe nestes projetos.”

O futuro secretário disse que terá como uma das metas trazer mais competições mundiais para a cidade. “Curitiba terá a Copa 2014, recentemente abrigou o Mundial de Caratê. Vamos trabalhar para termos mais competições de alto nível, que colocam a cidade na vitrine esportiva e servem de estímulo para crianças e jovens se dedicarem ao esporte”, disse Marcello Richa.

Para Marcello Richa, a ampliação do trabalho conjunto com outras secretarias, principalmente com a Secretaria da Educação, é fundamental. “O prefeito Luciano Ducci quer, principalmente nos bairros, uma grande participação de crianças e jovens nas atividades esportivas, nos Clubes da Gente, nos futuros Centros da Juventude, e em qualquer espaço onde a prática esportiva seja possível. Criança no esporte fica longe de atividades nocivas.”

Mensagem de Fim de Ano‏ - Sérgio Guerra

Aos nossos amigos, colaboradores, militantes e simpatizantes

Em 2010 o PSDB reafirmou seu compromisso de fé no Brasil, na verdade, na honestidade e na responsabilidade. Uma luta por princípios de justiça social, igualdade de oportunidades, soberania nacional, liberdade de expressão e ética na política.

Antes de voltarmos nossos olhares para 2011, agradecemos a você, um dos mais de 43 milhões de brasileiros que nos apoiaram e incentivaram este ano.

Em 2011 vamos continuar atentos e fazer uma oposição soberana e firme. Ao mesmo tempo em que buscaremos um partido mais atual, decidido a ouvir a sociedade e contribuir com novos rumos para o Brasil.

A você - nosso amigo, colaborador, militante e simpatizante - um Natal de paz e harmonia, com um próspero Ano Novo.


Senador Sérgio Guerra

Presidente Nacional do PSDB

Brasília, 22 de dezembro de 2010


quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Senador paranaense assume a liderança

O senador Alvaro Dias (PSDB/PR) assumiu, oficialmente, a liderança do PSDB no Senado. O ofício comunicando a indicação, com a assinatura de todos os membros da bancada, foi lido em plenário, na noite desta terça-feira (14/12), pela presidência do Senado.

Alvaro Dias já havia sido escolhido para liderar o PSDB em fevereiro deste ano, mas devido à agenda eleitoral do partido, a oficialização foi adiada.

Dias substitui o senador Arthur Virgílio e vai liderar uma bancada de 13 senadores, conduzindo reuniões e votações em plenário.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Beto defende relacionamento republicano com o governo federal

O governador eleito Beto Richa participou nesta quarta-feira (15), em Maceió (AL), do encontro dos oito governadores do PSDB eleitos em 2010, em que eles discutiram estratégias de ação conjunta da oposição. “Vamos manter um relacionamento técnico e administrativo com o governo federal”, disse Beto. “Vamos cooperar com a União em benefício das populações de nossos estados”, afirmou ele. Beto Richa acrescentou que os governadores oposicionistas terão uma relação republicana com a presidente Dilma Rousseff.

O presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, disse que não cabe aos governadores fazer oposição. “Esta é uma tarefa partidária, que está mais afeita à bancada do partido na Câmara e no Sendo. Vamos fazer oposição de qualidade”, afirmou o senador.

Carta

Após a reunião, os governadores tucanos divulgaram a "Carta de Maceió", com as intenções e as propostas de atuação em conjunto do grupo. No documento, entregue à imprensa, eles reafirmam o compromisso de construir uma ampla agenda nacional de trabalho.

domingo, 12 de dezembro de 2010

Curitiba tem o 4º maior PIB do país

Do Bem Paraná

A cidade de Curitiba, com 1,4%, é a quarta capital do país no ranking de contribuição para o PIB do país. A cidade fica atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Os dados fazem parte da pesquisa PIB dos Municípios 2008, divulgada hoje (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a coordenadora do levantamento, Sheila Zani, os números revelam que ainda existe forte concentração de renda no país.

Apenas seis dos 5.564 municípios brasileiros geravam aproximadamente um quarto de toda a renda do país em 2008 (R$ 3,031 trilhões). Se a lista for ampliada para 51 cidades, chega-se à metade do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, que é a soma dos bens e serviços produzidos no país. Por outro lado, é necessário contabilizar a renda gerada por 1.313 municípios da base do ranking para se alcançar 1% do total da riqueza nacional.

“Observamos que em toda a série da pesquisa, desde 1999, há uma enorme concentração, sem alterações significativas entre os municípios que têm as maiores participações no PIB. Mesmo entre aqueles que lideram a lista há grandes diferenças”, afirmou.

Entre os primeiros do ranking de contribuição para o PIB do país em 2008 estão: São Paulo (11,8%), Rio de Janeiro (5,1%), Brasília (3,9%), Curitiba (1,4%), Belo Horizonte (1,4%) e Manaus (1,3%). As mesmas capitais aparecem entre os seis municípios com maiores PIBs desde o início da série, em 1999.

sábado, 11 de dezembro de 2010

"Partido deve ser mais forte do que as pessoas" defende Sérgio Guerra


O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), afirmou durante reunião das bancadas da Câmara e do Senado que a legenda precisa valorizar sua estrutura. De acordo com o tucano, que se elegeu deputado federal na última eleição, o que tem de ter força é o partido com seus deputados, senadores e sua executiva. “O partido tem que ser mais forte do que as pessoas. Tem que haver sistemas e organizações que permitam a definição do rumo para que o PSDB não seja definido pelos interesses – que não se somam”, frisou o presidente.

Para Sérgio Guerra, o PSDB tem condições viáveis de crescimento e se consolidou como oposição nesta eleição, mas é preciso maturidade, confluência e unidade central para estabelecer a reestruturação do partido. “O fato real é que o partido centralizou a oposição e a nossa liderança, José Serra, conduziu 45% dos eleitores brasileiros nessa última eleição, contra uma candidatura que era a explicitação do presidente Lula na forma de uma outra candidata”, avaliou Guerra.

O senador disse ainda que a eleição de oito governadores do PSDB foi um ato muito importante. “Elegemos agora tantos senadores quanto há oito anos e tivemos uma pequena redução da bancada federal, perfeitamente explicável por conjunturas estaduais, mais do que por problemas gerais”, salientou.

O encontro, que reuniu deputados e senadores e vários parlamentares eleitos no último pleito, serviu para aproximar os tucanos e criar uma agenda de trabalho da próxima legislatura. “Teremos uma grande bancada de deputados e senadores”, elogiou Sérgio Guerra. Ele aproveitou e disse a todos que “o que reverbera não são as votações, mas a capacidade de vocalizar e de ser ouvido”, ao lembrar que a oposição no Congresso quase não tem poder de decisão sobre as matérias votadas.

Já o líder do PSDB na Câmara, João Almeida (BA), declarou ter se impressionado com a qualidade dos deputados e senadores eleitos. “Acredito que teremos uma bancada do PSDB da melhor qualidade, pelas qualificações das pessoas e diversidades de experiências”, ressaltou.

“O importante foi que a bancada conversou sobre seu propósito e a reafirmação da nossa posição como oposição”, resumiu o líder. “Temos um papel claro, que é o de fiscalizar as ações do governo e apresentar propostas alternativas. E não tem de ser radical, pois ela é tão importante para a manutenção do sistema democrático quanto o próprio governo”, concluiu João Almeida.

Uma nova reunião foi agendada para o dia 26 de janeiro de 2011. Nela, os novos deputados e senadores continuarão a discutir o papel do PSDB na próxima legislatura e decidirão quem será o novo líder do partido na Câmara dos Deputados.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Aécio Neves no Roda Viva

Nessa segunda-feira o Roda Viva recebeu um homem que tem política no sangue. Neto do ex-presidente Tancredo Neves, o mineiro Aécio Neves, 50 anos, foi o entrevistado do programa. Governador de Minas Gerais por dois mandatos (2003 / 2010), ele teve o maior índice de aprovação entre todos os governadores do Brasil.

Candidato ao Senado nas eleições desse ano, elegeu-se o senador mais votado da história de Minas Gerais, com 7.555.944 votos.

Confira o primeiro bloco do programa.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Reformulação do Blog


O blog Juventude Tucana de Curitiba passa nos próximos dias por modificações no layout e em funções. Com mais de dois anos em funcionamento esta será a primeira grande transformação na parte gráfica deste sítio. O objetivo é aproximar linhas, fontes e elementos gráficos de um conceito mais clean, mais moderno.

As matérias e informações continuaram postadas normalmente! Agrademos a sua paciência.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

JPSDB-PR emite Resolução














RESOLUÇÃO JPSDB/PR CEE Nº 003/2010

A Comissão Provisória do Secretariado da Juventude do Partido da Social Democracia Brasileira, no Estado do Paraná – JPSDB/PR
, no uso da competência atribuída pelo Estatuto Partidário,

CONSIDERANDO a reunião da Comissão Executiva Nacional da Juventude do PSDB realizada em Brasília no dia 27 de novembro de 2010;

CONSIDERANDO a necessidade das direções da JPSDB nos Municípios espelhem uma realidade político-partidária definida, e em sintonia com Resolução Convenção Estadual;

CONSIDERANDO que o PSDB, especificamente nos artigos 2º e 3º, do seu Estatuto, tem como base a democracia interna que assegura o exercício democrático participativo e representativo e que garante a igualdade de oportunidades e a máxima participação dos filiados na definição da orientação política do Partido e na escolha de seus dirigentes;

CONSIDERANDO a obrigação dos Órgãos Partidários a respeitarem as deliberações estabelecidas pelos Órgãos hierarquicamente superiores;

CONSIDERANDO que a JPSDB, com a participação das novas direções que serão eleitas, terá a missão de conduzir a estratégia partidária em um momento especial da vida dos Municípios, em que devemos traçar e implementar nosso projeto de fortalecimento político-eleitoral e elaborar propostas e compromissos que apresentaremos à Sociedade;

CONSIDERANDO a orientação político-partidária no sentido da implementação e fortalecimento dos projetos para desenvolvimento dos Municípios, do Estado e do País em busca do fortalecimento da agremiação partidária no Paraná consolidando e buscando novas lideranças;

RESOLVE:
1. Cancelar todas as Comissões Executivas Provisórias Municipais da JUVENTUDE do PSDB no Estado do Paraná.

2. Determinar a criação de Comissão formada por 03 (três) membros da JPSDB/CEE/PR para análise e parecer sobre a composição de novas Comissões Provisórias, sendo que referidas Provisórias somente serão submetidas à voto pela Executiva Estadual – que é soberana – após parecer da Comissão ora criada.

3. Os membros que comporão a Comissão supracitada são os seguintes: Diogo Fenti, Edson Luiz Lau Filho e Marcello Bernardi Vieira Richa;

4. Solicitar aos interessados em compor novas Comissões Provisórias da JPSDB Municipais, que encaminhem documentação e composição completa – conforme documento em anexo – até o dia 16/12/2010 para a Sede do Partido em Curitiba, através do fax (41) 3029-4645 ou para o e-mail: contato@jpsdb-pr.org.br, para que referida documentação seja analisada pela Comissão referida do item 2 supra.

5. Esta Resolução entra em vigor nesta data.



Curitiba, 03 de dezembro de 2010.


Marcello Bernardi Vieira Richa
Coordenador

Pablo Henrique Rossoni
Coordenador

Edson Luiz Lau Filho
Coordenador

Diogo Fenti
Membro

Evandro B. de Freitas Oliveira Junior
Membro

Juventude do PSDB se reúne em Brasília e divulga carta aberta

Segue abaixo, matéria extraída do site do presidente da JPSDB Nacional e deputado estadual pelo Estado de São Paulo, Bruno Covas, que nos orgulha com a expressiva votação obtida no pleito deste ano, com 239.150 mil votos - sendo o candidato que recebeu o maior número de "confirma" nas urnas.

Nesta reunião, realizada no último dia 27 de novembro, em Brasília, estiveram ao lado de Covas, os representantes da Juventude paranaense, o presidente Marcello Richa e o secretário-geral Edson Lau Filho.

Os membros da Executiva Nacional e os representantes estaduais, da Juventude do PSDB de todo o país, se reuniram no sábado, 27, e domingo , 28, em Brasília, onde avaliaram o resultado das eleições de segundo turno e discutiram os próximos passos que serão dados pelo grupo nos níveis municipal, estadual e federal.

O presidente nacional da Juventude do PSDB, o deputado Bruno Covas participou do encontro que julgou como importante para definição de uma nova forma de participação e organização da Juventude junto ao partido “O partido precisa se comunicar com a sociedade. Divulgar intensamente suas realizações e discutir propostas. Com a juventude vamos estimular a aproximação com as redes sociais”.

Na carta aberta intitulada “Novos tempos requerem ousadia”, a juventude do PSDB reafirma a necessidade de deixar claro a posição do PSDB, sua identidade, história e ações. Estimular a aproximação do partido com a sociedade e a formação política de seus militantes. Uma atuação firme e propositiva de sua militância jovem.

Acesse o conteúdo da carta.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Bancada do PSDB se reúne para atuar na oposição em 2011




Do Blog das Bancadas do PSDB na Câmara e no Senado

A Liderança do PSDB na Câmara dos Deputados reúne no próximo dia 9 de dezembro a atual bancada do partido e os deputados eleitos para a próxima legislatura. O atual líder tucano na Casa, João Almeida (BA), informa que o encontro no Hotel Brasília Palace, das 9h às 16h, será para a apresentação dos parlamentares e discussão de estratégias de atuação na próxima legislatura.

“O primeiro objetivo é o entrosamento da bancada. A reunião permitirá conhecermos uns aos outros e o perfil de cada um. O segundo objetivo é buscar o alinhamento do ponto de vista político, discutir as metas para o próximo ano e a ação da bancada, que terá a importante missão de exercer a liderança da oposição na Câmara dos Deputados”, explicou Almeida. Além desses assuntos, na parte da manhã os tucanos analisarão a atual conjuntura política.

À tarde, os parlamentares debaterão o Estatuto da Bancada. De acordo com o líder tucano, a ideia é atualizar o texto, colher sugestões, debatê-las e aprová-las. Há possibilidade de emendas ao Estatuto, apresentação de novas ideias, inclusive aquelas já discutidas em outras oportunidades, mas que não foram consolidadas. “A ideia é fazer um estatuto que todos conheçam, aprovem e que vá ser aplicado”, explicou Almeida. Na reunião, ainda serão discutidas a formação da Mesa Diretora, das Comissões e de Blocos na Câmara, além da escolha da data de eleição do líder do PSDB na Casa em 2011.

A atual bancada tucana tem 58 integrantes em exercício, a terceira maior da Câmara. Em outubro, o PSDB elegeu 53 deputados federais. Desses, 28 se reelegeram e outros 25 exercerão o mandato pela primeira vez ou retornarão ao órgão do Poder Legislativo. Com o resultado obtido nas urnas, o partido continuará como a terceira maior bancada na 54ª Legislatura (2011-2015), atrás apenas de PT (88) e PMDB (79).

Foto: Edgar Vasco/JPSDB-PR

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Beto Richa anuncia integrantes da equipe de governo



Do site Beto Richa


O governador eleito Beto Richa anunciou nesta terça-feira (30) os nomes de nove integrantes da equipe de governo. Durval Amaral será o secretário-chefe da Casa Civil, Ivan Bonilha será o Procurador Geral do Estado, Luiz Carlos Hauly será o secretário de Estado da Fazenda, Luiz Eduardo Sebastiani, secretário da Administração, Michele Caputo Neto será o Secretário da Saúde e José Richa Filho assumirá a nova Secretaria de Infraestrutura e Logística, que vai integrar as secretarias de Transportes e Obras.

Fernando Ghignone será o diretor-presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Lindolfo Zimmer será o diretor-presidente da Companhia Paranaense de Energia (Copel) e Mounir Chaowiche, diretor-presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar).

Os nove se somam a Flávio Arns, vice-governador eleito, já confirmado por Richa na Secretaria da Educação.

“São nomes que preenchem integralmente os critérios de competência técnica, integridade pessoal e capacidade para o diálogo, que estabelecemos para formação de nossa equipe de governo”, afirmou Richa. “A integração das secretarias de Transportes e Obras atende ao objetivo de dar mais eficiência à gestão pública.”

Veja o perfil de cada um:

Durval Amaral — CASA CIVIL
Advogado, foi professor de Direito Público na Universidade Estadual de Londrina, vereador e vice-prefeito de Cambé, chefe de Gabinete da Secretaria de Estado da Fazenda, consultor Técnico da Secretaria de Estado da Fazenda, secretário de Estado do Trabalho e Ação Social (1992 a 1994) e presidente do Conselho Estadual da Criança e Adolescente. Em 1990, foi eleito deputado estadual e, desde então, reeleito sucessivamente.

Fernando Ghignone — SANEPAR
Formado em Administração de Empresas pela Faculdade de Administração e Economia da Universidade Católica do Paraná. Foi Secretario da Cultura, Esporte e Turismo do Estado do Paraná (1983-1986), secretário de Atividades Sócio Culturais do Ministério da Cultura (1986). Presidente da Embrafilme S.A. (1987-1988) e secretário Municipal de Comunicação Social de Curitiba (2005). É diretor de Transportes da URBS S.A., em Curitiba.

Flávio Arns — EDUCAÇÃO
Vice-governador eleito, Flávio Arns é formado em Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). Mestre em Letras pela UFPR e Ph.D. em Lingüística, pela Universidade Northwestern, EUA. Foi eleito deputado federal em 1991, reelegeu-se em 1994 e 1998. Em 2002, elegeu-se senador e, no Senado, foi presidência da Comissão de Educação, Cultura e Esporte e da Subcomissão da Pessoa com Deficiência.

Ivan Bonilha — PGE
Advogado (UFPR 1989), mestre em Direito do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Foi conselheiro estadual da OAB/PR e membro consultor da Comissão de Assuntos Legislativos do Conselho Federal da OAB. Ex-Procurador Geral do Município de Curitiba, integrou o conselho do Instituto dos Advogados do Paraná e foi vice-presidente do Fórum dos Procuradores gerais das capitais.

José Richa Filho — INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA
Engenheiro civil pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, pós-graduado pela Sociedade Paranaense de Ensino e Informática. Foi diretor administrativo e financeiro do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), do Paraná e diretor administrativo-financeiro da Agência de Fomento do Paraná S.A. Foi secretário Municipal de Administração da Prefeitura de Curitiba.

Lindolfo Zimmer — COPEL
Engenheiro mecânico e economista (UFPR), com pós-graduação em administração industrial, é servidor público concursado da Copel desde 1965. Foi diretor de Marketing (2000-2003), diretor de Operação (1995-1999), diretor de Engenharia e Construções (1979-1982), presidente do Comitê de Gestão da Copel Telecomunicações e Copel Transmissão, membro do Comitê de Gestão da Copel Geração e Copel Distribuição, gerente da Divisão de Manutenção Mecânica da Diretoria de Operação, gerente da Divisão de Engenharia Mecânica da Diretoria de Engenharia e Construção, entre outros cargos de gerência e direção na empresa.

Luiz Carlos Hauly — FAZENDA
Formado em Economia e Educação Física pela Universidade Estadual de Londrina, foi vereador e prefeito de Cambé, secretário de Estado da Fazenda (1987 a 1990) e presidente do Conselho de Administração do Banco do Estado do Paraná. Em 1991, foi eleito deputado federal e, desde então, reeleito sucessivamente.

Luiz Eduardo Sebastiani — ADMINISTRAÇÃO
Economista graduado pela Universidade Federal do Paraná, cursou mestrado em Teoria Econômica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
Foi presidente do Conselho Regional de Economia do Paraná, representante do Paraná no Conselho Federal de Economia e diretor de Transporte da URBS. É secretário municipal de Finanças de Curitiba.

Mounir Chaowiche — COHAPAR
Natural de Joaquim Távora, Norte Pioneiro. Administrador de empresas com especialização em consultoria empresarial e gestão pública. Funcionário de carreira da Caixa Econômica Federal, onde foi gerente e superintendente em diversos municípios do Paraná. Presidiu a Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), de 2005 a 2010.

Michele Caputo Neto — SAÚDE
Farmacêutico, servidor público da Secretaria de Estado da Saúde desde 1985. Foi chefe de gabinete da Fundação Nacional de Saúde, chefe da Vigilância Sanitária Estadual, diretor geral do Centro de Medicamentos do Paraná e diretor dos Órgãos Produtores de Insumos e Imunobiológicos da Secretaria de Estado da Saúde. No Município de Curitiba, foi duas vezes Secretário Municipal de Saúde. É Secretário Municipal de Assuntos Metropolitanos.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Convenções do ano que vem já movimentam bastidores

Os membros da Executiva Nacional e os representantes estaduais, da Juventude do PSDB de todo o país, se reuniram neste último sábado (27), em Brasília, onde avaliaram o resultado das eleições de segundo turno e discutiram os próximos passos que serão dados pelo grupo nos níveis municipal, estadual e federal.

O presidente do segmento jovem no Paraná e filho do governador eleito Beto Richa, Marcello, passou a integrar dois importantes grupos. Foi decidido na reunião que Richa passa a presidir a Comissão Nacional de Eleição, Credenciamento e Organização onde serão tratados assuntos referentes às próximas Convenções do partido em abril de 2011, nos estados da Região Sul. Além de compor com mais quatro membros a Comissão Estatutária que prevê a reforma do Estatuto da JPSDB e sua eficiente aplicação nos municípios e nos estados.

Acompanhado do Sec. Geral da JPSDB Paraná, Edson Lau Filho, e o lado do presidente nacional da Juventude do PSDB, o Deputado Estadual pelo Estado paulista, Bruno Covas, Marcello Richa faz um balanço do encontro: “Definimos uma nova forma de participação e organização da Juventude junto ao partido, visando uma aproximação aos meios sociais. Estamos cientes que a oposição partirá dos Estados sendo importante o nosso papel como uma juventude partidária combativa e propositiva. As comissões vão ter um papel fundamental para as próximas gestões nos âmbitos municipal, estadual e federal”, declara.

No Paraná
A Juventude do PSDB do Paraná está em plena movimentação em torno das Convenções municipais e estaduais do ano que vem. Richa realiza constantemente reuniões com os membros da atual Executiva e com novos parceiros que se destacaram nas eleições deste ano.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Aprovada verba para ampliação do Parque das Nascentes

Mensagem da prefeitura de Curitiba para liberação de verbas visando a desapropriação de áreas que vão ampliar o Parque Municipal das Nascentes foi aprovada em segundo turno na Câmara Municipal de Curitiba. O projeto do Executivo abre um crédito adicional de R$ 180 mil, a ser utilizado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente, dentro do programa Biocidade.
O Parque Municipal das Nascentes foi criado no dia 24 de novembro de 2001, Dia do Rio, para proteger a nascente do Rio Belém, que começa e termina em Curitiba. Possui mais de 11 mil metros quadrados e nele está o Centro de Referência das Águas, onde ocorrem atividades de educação ambiental e do Programa Olho d'água, que monitora a qualidade da água dos rios curitibanos. Localizado no bairro Barreirinha, o acesso é feito pela rua Theodoro Makiolka com limites entre as ruas Fernando de Noronha, Holanda, Professor Nilo Brandão e Carmelina Cavassin.
A área do parque oferece abrigo à grande diversidade biológica e da fauna, justificando a sua inclusão no Programa Biocidade por proteger a nascente do Rio Belém e ainda oportunizar a educação ecológica.

Fonte: site da CMC

terça-feira, 16 de novembro de 2010

No ar: blog das bancadas do PSDB na Câmara e no Senado


Do Blog

Está no ar o novo blog das bancadas do PSDB na Câmara e no Senado

Este novo blog das bancadas do PSDB na Câmara e no Senado está no ar a partir de hoje (16/11). Sintonizado com modernas ferramentas de comunicação, o site funcionará como um portal de notícias que divulgará as ações dos tucanos no Congresso Nacional.

A cobertura jornalística da página, desenvolvida em parceria com a Assessoria de Informática da Liderança do partido na Câmara, abrange o acompanhamento da atividade parlamentar diária (como votações em plenário, projetos de lei apresentados e pronunciamentos) e a repercussão de temas de interesse da sociedade. Além de artigos, também serão publicadas entrevistas com os tucanos.

As matérias produzidas pelo blog alimentam dois instrumentos de comunicação do PSDB. O primeiro é o “Diário Tucano”, informativo criado em 2003 com circulação na versão impressa no Congresso e disponível em PDF para download neste novo site.

Já a Rádio PSDB leva a ouvintes de Norte a Sul do país os boletins com o noticiário do partido. Se você tem uma emissora, também pode se cadastrar para recebê-los diariamente. Ou pode, ainda, ouvir as reportagens diretamente no blog.

Pelo novo site, o leitor também poderá acompanhar as atualizações feitas no perfis do Twitter @Diario Tucano e @RadioPSDB. Uma seleção das postagens feitas por deputados e senadores alimentará a sessão “Direto do Twitter“. Já os discursos servirão como base para outra coluna fixa: “Direto do Plenário“.

Para entrar em contato, tirar qualquer dúvida, dar sugestões ou se cadastrar para receber a nossa newsletter diária por e-mail, use o campo “Fale conosco“. Com o novo blog, o anterior, hospedado em www.diariotucano.blogspot.com, não será mais atualizado e sairá do ar em breve.

sábado, 6 de novembro de 2010

Os próximos passos da Juventude do PSDB do Paraná

A equipe que compõe a Juventude do PSDB do Paraná se reuniu na noite de quinta-feira (04), em Curitiba, para avaliar o resultado das eleições de segundo turno e discutir os próximos passos que serão dados pelo grupo no Paraná e a nível nacional. O coordenador do segmento no Estado e líder da Juventude Pode Mais, outro grupo que trouxe importantes resultados para o pleito deste ano, parabenizou a todos pelo trabalho desenvolvido no último mês, principalmente aos mobilizadores voluntários.

Richa ressaltou a união entre os jovens neste momento de mudança de governo, “é preciso que as juventude partidárias que estiveram no projeto Juventude Pode Mais, e outras que queiram atuar em conjunto, continuem em processo de organização para darem grandes contribuições no Governo Beto Richa e para fazer uma democrática oposição ao próximo Governo Federal”, declara.

Valeu a pena

Marcello ainda destacou a conversa que teve com o candidato tucano à presidência da República, José Serra, por telefone no último domingo (31) após o resultado das eleições. Segundo o jovem, Serra se mostrou ‘grato e honrado’ com o trabalho desenvolvido pelas equipes em todo o Estado, e revelou que quando se fala em atuação da juventude em sua campanha, o que vem a sua mente são os jovens paranaenses.

Juventude Pode Mais na ‘Caminhada pela Paz e Democracia’


O último dia de campanha para o 2º turno das eleições 2010, sábado (30), será marcado pela realização da ‘Caminhada pela Paz e Democracia’ em favor da candidatura do tucano José Serra à presidência da República, na Rua XV de Novembro, no Centro de Curitiba. O grande ato que encerrará as atividades de mobilização da Juventude Pode Mais Paraná contará com a presença de colaboradores de diversos partidos e jovens de toda Curitiba e Região Metropolitana (RMC).

O trajeto será liderado pelo governador eleito e coordenador da campanha de Serra no Paraná, Beto Richa, e pela participação de diversas lideranças políticas do Estado, como o deputado federal Gustavo Fruet. A concentração para o evento será às 11h na Praça Santos Andrade.

Para o coordenador da Juventude Pode Mais Paraná, Marcello Richa, a ‘Caminhada pela Paz e Democracia’ simbolizará toda a motivação e o entusiasmo que os jovens paranaenses dedicaram a esta ‘reta final’ das eleições.

“Estamos desde o início do pleito realizando mobilizações por todo o Estado. Passamos por mais de 250 municípios com o trabalho de conscientização do jovem em torno do processo eleitoral. Temos a certeza, como aconteceu no primeiro turno para o Governo do Estado, que a juventude fará a grande diferença para José Serra, pois ele é o candidato que apresenta as melhores propostas para o nosso universo”, declara.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Fotos: Mobilizações Serra

Confira as fotos:







Imagens: Juventude Pode Mais Paraná.

Juventude realiza mobilizações voluntárias por Serra


O grupo Juventude Pode Mais realiza até sábado (30), um dia antes das eleições para o segundo turno, mobilizações voluntárias com jovens de Curitiba e Região Metropolitana (RMC) a fim de promover a conscientização e a divulgação das propostas do candidato à presidência da República José Serra.

A turma, que também organizou as mobilizações em colégios, faculdades e pontos de maior concentração de jovens na campanha ao Governo do Estado de Beto Richa, faz a distribuição de materiais como: adesivos, jornais e folders com as propostas destinadas ao público, e promove o debate político em que são ouvidas sugestões e difundidas as idéias do tucano Serra.

Para quem quiser participar entrar em contato na sede do Comitê Beto Richa/ José Serra (Rua Comendador Fontana, 161 – Centro Cívico).

Confira a agenda de mobilizações para esta semana:
25/Out - Segunda
18h - UniBrasil

26/Out- Terça
11h20 - Col. Estadual
18h - PUC

27/Out - Quarta
11h30 - Dom Bosco (Mueller)
18h - Santa Cruz

28/Out - Quinta
11h30 - Positivo/Facel
18h - UniCuritiba

29/Out - Sexta
11h30 - Dom Bosco (Emiliano)/Decisivo
17h - Santos Andrade
18h - Facinter

30/Out - Sábado
11h - Rua XV ‘Caminhada pela Paz e Democracia’
15h- Praça da Espanha.

sábado, 23 de outubro de 2010

Sem medo do passado – Carta aberta de Fernando Henrique Cardoso a Lula

Fernando Henrique Cardoso

O presidente Lula passa por momentos de euforia que o levam a inventar inimigos e enunciar inverdades. Para ganhar sua guerra imaginária, distorce o ocorrido no governo do antecessor, autoglorifica-se na comparação e sugere que se a oposição ganhar será o caos. Por trás dessas bravatas está o personalismo e o fantasma da intolerância: só eu e os meus somos capazes de tanta glória. Houve quem dissesse “o Estado sou eu”. Lula dirá, o Brasil sou eu! Ecos de um autoritarismo mais chegado à direita.

Lamento que Lula se deixe contaminar por impulsos tão toscos e perigosos. Ele possui méritos de sobra para defender a candidatura que queira. Deu passos adiante no que fora plantado por seus antecessores. Para que, então, baixar o nível da política à dissimulação e à mentira?

A estratégia do petismo-lulista é simples: desconstruir o inimigo principal, o PSDB e FHC (muita honra para um pobre marquês…). Por que seríamos o inimigo principal? Porque podemos ganhar as eleições. Como desconstruir o inimigo? Negando o que de bom foi feito e apossando-se de tudo que dele herdaram como se deles sempre tivesse sido. Onde está a política mais consciente e benéfica para todos? No ralo.

Na campanha haverá um mote – o governo do PSDB foi “neoliberal” – e dois alvos principais: a privatização das estatais e a suposta inação na área social. Os dados dizem outra coisa. Mas os dados, ora os dados… O que conta é repetir a versão conveniente. Há três semanas Lula disse que recebeu um governo estagnado, sem plano de desenvolvimento. Esqueceu-se da estabilidade da moeda, da lei de responsabilidade fiscal, da recuperação do BNDES, da modernização da Petrobras, que triplicou a produção depois do fim do monopólio e, premida pela competição e beneficiada pela flexibilidade, chegou à descoberta do pré-sal.

Esqueceu-se do fortalecimento do Banco do Brasil, capitalizado com mais de R$ 6 bilhões e, junto com a Caixa Econômica, libertados da politicagem e recuperados para a execução de políticas de Estado.

Esqueceu-se dos investimentos do programa Avança Brasil, que, com menos alarde e mais eficiência que o PAC, permitiu concluir um número maior de obras essenciais ao país. Esqueceu-se dos ganhos que a privatização do sistema Telebrás trouxe para o povo brasileiro, com a democratização do acesso à internet e aos celulares, do fato de que a Vale privatizada paga mais impostos ao governo do que este jamais recebeu em dividendos quando a empresa era estatal, de que a Embraer, hoje orgulho nacional, só pôde dar o salto que deu depois de privatizada, de que essas empresas continuam em mãos brasileiras, gerando empregos e desenvolvimento no país.

Esqueceu-se de que o país pagou um custo alto por anos de “bravata” do PT e dele próprio. Esqueceu-se de sua responsabilidade e de seu partido pelo temor que tomou conta dos mercados em 2002, quando fomos obrigados a pedir socorro ao FMI – com aval de Lula, diga-se – para que houvesse um colchão de reservas no início do governo seguinte. Esqueceu-se de que foi esse temor que atiçou a inflação e levou seu governo a elevar o superávit primário e os juros às nuvens em 2003, para comprar a confiança dos mercados, mesmo que à custa de tudo que haviam pregado, ele e seu partido, nos anos anteriores.

Os exemplos são inúmeros para desmontar o espantalho petista sobre o suposto “neoliberalismo” peessedebista. Alguns vêm do próprio campo petista. Vejam o que disse o atual presidente do partido, José Eduardo Dutra, ex-presidente da Petrobras, citado por Adriano Pires, no Brasil Econômico de 13/1/2010.

“Se eu voltar ao parlamento e tiver uma emenda propondo a situação anterior (monopólio), voto contra. Quando foi quebrado o monopólio, a Petrobras produzia 600 mil barris por dia e tinha 6 milhões de barris de reservas. Dez anos depois, produz 1,8 milhão por dia, tem reservas de 13 bilhões. Venceu a realidade, que muitas vezes é bem diferente da idealização que a gente faz dela”.
(José Eduardo Dutra)

O outro alvo da distorção petista refere-se à insensibilidade social de quem só se preocuparia com a economia. Os fatos são diferentes: com o Real, a população pobre diminuiu de 35% para 28% do total. A pobreza continuou caindo, com alguma oscilação, até atingir 18% em 2007, fruto do efeito acumulado de políticas sociais e econômicas, entre elas o aumento do salário mínimo. De 1995 a 2002, houve um aumento real de 47,4%; de 2003 a 2009, de 49,5%. O rendimento médio mensal dos trabalhadores, descontada a inflação, não cresceu espetacularmente no período, salvo entre 1993 e 1997, quando saltou de R$ 800 para aproximadamente R$ 1.200. Hoje se encontra abaixo do nível alcançado nos anos iniciais do Plano Real.

Por fim, os programas de transferência direta de renda (hoje Bolsa-Família), vendidos como uma exclusividade deste governo. Na verdade, eles começaram em um município (Campinas) e no Distrito Federal, estenderam-se para Estados (Goiás) e ganharam abrangência nacional em meu governo. O Bolsa-Escola atingiu cerca de 5 milhões de famílias, às quais o governo atual juntou outras 6 milhões, já com o nome de Bolsa-Família, englobando em uma só bolsa os programas anteriores.

É mentira, portanto, dizer que o PSDB “não olhou para o social”. Não apenas olhou como fez e fez muito nessa área: o SUS saiu do papel à realidade; o programa da aids tornou-se referência mundial; viabilizamos os medicamentos genéricos, sem temor às multinacionais; as equipes de Saúde da Família, pouco mais de 300 em 1994, tornaram-se mais de 16 mil em 2002; o programa “Toda Criança na Escola” trouxe para o Ensino Fundamental quase 100% das crianças de sete a 14 anos. Foi também no governo do PSDB que se pôs em prática a política que assiste hoje a mais de 3 milhões de idosos e deficientes (em 1996, eram apenas 300 mil).

Eleições não se ganham com o retrovisor. O eleitor vota em quem confia e lhe abre um horizonte de esperanças. Mas se o lulismo quiser comparar, sem mentir e sem descontextualizar, a briga é boa. Nada a temer.

Fonte: Manifesto em Defesa da Democracia - Fernando Henrique Cardoso

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Marcello Richa reforça apoio a Serra em Paranaguá


Em visita à Paranaguá ontem (20) o coordenador da Juventude Pode Mais – segmento jovem da campanha de Beto Richa que percorreu mais de 250 municípios do Paraná – Marcello Richa, recebeu em primeira mão o apoio a candidatura do tucano José Serra à presidência da República do presidente do Partido Verde (PV) local, Maurício Vitor.

Na ocasião estavam reunidas as principais lideranças que colaboraram com o projeto do Novo Paraná, como o vice prefeito do município, presidente do PSDB e candidato a deputado federal Fabiano Vicente Elias, os candidatos a deputados estaduais Alcelzinho Maron (PPS), Pastor José Reinaldo Fernandes (PTC) e Ata da Ilha (PSDC), o vice presidente do PMDB local Arnaldo Maranhão, o vereador Eduardo de Oliveira (PSDB), entre coordenadores e correligionários de todos os municípios do Litoral.


Para o jovem líder paranaense a ida à Paranaguá, além de ser uma visita de agradecimento pelos mais de 64% dos votos obtidos nas eleições de Beto ao Governo do Estado, é também o incentivo para os últimos dez dias de campanha do segundo turno. “Só foi possível organizar este grupo com parceiros de diversos partidos em Paranaguá, porque as pessoas entenderam que do jeito que estava não dava mais. Quando tem um alinhamento de ideias é natural que se tenha um grupo unido movido dos mesmos princípios, e isso aconteceu para Beto Richa e agora acontece com para José Serra”, declarou.

A agenda do coordenador da Juventude do PSDB do Paraná no Litoral teve também, o almoço com representantes da Sociedade Nipônica de Paranaguá, uma reunião com o líder espiritual Sheik Kassem Charkie, e visitas a área portuária, como à Aciap, Coopadubo, Estiva e a Cooperativa de Transportes Cargas e Anexos. Richa foi destaque nos meios de comunicação local, onde concedeu entrevistas às rádios Litoral Sul FM, FM Ilha do Mel, Rádio Difusora, Rádio Aliança, e ao impresso Folha do Litoral.

Fonte e Imagem: Assessoria de Imprensa.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Os melhores 64 segundos do ano eleitoral



O vídeo é muito mais revelador que 100 debates eleitorais, 200 discurseiras de Lula, 300 falatórios de Dilma Rousseff, 400 estupros de sigilo promovidos pelo PT ou 500 dossiês fabricados pela Casa Civil. Divulgado pelo Coturno Noturno, o excelente blog do Coronel, comprova que o padrinho tenta furtar a paternidade de planos cujo nascimento procurou impedir, reitera que a afilhada conta mentiras compulsivamente, confirma que o partido dos dois sempre apostou no quanto pior, melhor e escancara a superioridade de Fernando Henrique Cardoso sobre a dupla.

“O PT tem uma avaliação de que esse plano econômico é um estelionato eleitoral”, diz Lula aos companheiros e repete numa entrevista em meados de 1994, quando o Plano Real foi lançado. Segundos depois, ele retoma o palavrório ao lado de FHC, minutos antes do começo do debate com o candidato do PSDB em ascensão nas pesquisas por ter domado a inflação.

“Quando o Collor fez o programa dele, imediatamente o povo dava 90% de aceitação do Collor”, inventa, sem conseguir disfarçar o ressentimento, o agressor da gramática e da verdade. Também por ter decretado o confisco da poupança, Collor foi desde o começo do governo um campeão de impopularidade. “É preciso ver no longo prazo se a economia brasileira resiste”, torce Lula para dar tudo errado na continuação da lengalenga.

“Estou convencido de que a economia resiste, porque esse plano foi feito com cuidado”, replica FHC. “Com muita objeção do PT e do PDT, mas vamos fazer”. Estava coberto de razão, reconhece Dilma Rousseff no fecho perfeito do vídeo: “Acho que, sem sombra de dúvida, a estabilidade do Real foi uma conquista do governo Fernando Henrique Cardoso”, admite numa sabatina na Folha a candidata que agora jura que teve de ajudar o chefe na reconstrução do país que herdaram “em petição de miséria”.

A curta aparição conjunta dos presidentes ajuda a entender por que o SuperLula sai em desabalada carreira quando alguém sugere um debate com sua kriptonita verde. Ele extermina plurais e tropeça em sílabas no esforço para gaguejar frases insensatas. Fernando Henrique desmonta o falatório com poucas palavras e muita segurança.

O vídeo desenha mais um dos muitos caminhos que podem levar a oposição à vitória no segundo turno. Serra deve perguntar a Dilma o que acha do Plano Real. E repetir o que a criatura e o criador disseram nos melhores 64 segundos do ano eleitoral.


Fonte: Coluna Augusto Nunes - www.veja.abril.com.br

Serra e Beto em campanha em Maringá e Ponta Grossa


José Serra volta ao Paraná na próxima quinta-feira (21). Ao lado de Beto Richa, participará de atos de campanha em Maringá e Ponta Grossa.


Pela manhã, em Maringá, Beto e Serra participam de uma carreata e, no parque de Exposições, reúnem-se com prefeitos e lideranças da região.
À tarde, Serra e Beto participam de uma carreata pelo centro de Ponta Grossa.


Na sexta-feira (15) passada, Serra esteve em Londrina com Beto Richa, onde participou de uma carreata, caminhou pelo calçadão e se encontrou com lideranças regionais.


Beto Richa afirma estar “de corpo e alma” na campanha de José Serra. “Vou ajudar no que for preciso, dentro de minha humilde contribuição”, diz Richa. “Prefeitos, vereadores, deputados que nem estavam na minha campanha ao Governo do Estado já me procuraram porque querem se engajar na campanha do Serra. A onda vermelha que vinha se anunciando como um tsunami ameaça morrer na praia. Agora é a vez da onda verde e amarela.”

Polícia Federal liga quebra de sigilo à pré-campanha de Dilma

Investigação da Polícia Federal fez conexão entre a quebra do sigilo fiscal de pessoas ligadas ao candidato José Serra (PSDB) e o dossiê preparado pelo chamado "grupo de inteligência" da pré-campanha de Dilma Rousseff (PT), informa reportagem de Leonardo Souza, publicada nesta quarta-feira pela Folha.


A PF já descobriu quem encomendou as informações: o jornalista Amaury Ribeiro Jr., ligado ao "grupo de inteligência".


Também identificou o homem que intermediou a compra dos dados obtidos ilegalmente em agências da Receita no Estado de São Paulo. Trata-se do despachante Dirceu Rodrigues Garcia.


O elo foi estabelecido a partir do levantamento de ligações entre o despachante e o jornalista revelado pelo cruzamento de extratos telefônicos obtidos pela PF com autorização judicial.


O uso de informações confidenciais de tucanos no dossiê petista foi revelado pela Folha em junho.


No inquérito aberto para investigar a violação do sigilo fiscal de parentes e pessoas próximas ao candidato José Serra (PSDB), a Polícia Federal já ouviu até agora 37 pessoas em mais de 50 depoimentos --alguns foram inquiridos mais de uma vez.


Ribeiro Jr. não foi indiciado até o momento.


Fonte: www.folha.com

terça-feira, 19 de outubro de 2010

FHC desmente Lula e Gabrielli, novamente

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, desmentiu hoje, mais uma vez, os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Sérgio Gabrielli, este da Petrobras. “Nós transformarmos a Petrobras no que ela é hoje. Nunca esteve em cogitação a privatização da Petrobras. Eu fui processado, perdi uma cátedra quando lutava pela Petrobras”, afirmou.

Para o PSDB, Lula, em comício nesta segunda-feira, e Gabrielli, em entrevistas à imprensa, tentam remontar a estratégia mentirosa que o PT promoveu na campanha eleitoral de 2006, e que a candidatura oficial de Dilma Rousseff tem usado como mantra em todos os debates eleitorais, em total comprovação de falta de propostas e assunto.

“Só pode ser eleitoral, não tem base nenhuma. Fomos nós que transformamos e mantivemos a Petrobras como uma grande companhia respeitada no Brasil e no mundo”, comemora FHC. “É lamentável que o presidente de uma empresa estatal, que ademais é mista, se meta na política dessa maneira e com injúrias e com mentiras”, lembra.

PT PRIVATIZOU A PETROBRAS

O candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra (SP), durante debate realizado pela RedeTV e o jornal Folha de São Paulo, neste domingo, lamentou a verdadeira privatização à qual a Petrobras está submetida em função do loteamento político feito pelo governo petista, além de mostrar com todas as letras, que Dilma Rousseff mente ao tratar do assunto.

“A campanha da candidata mente o tempo inteiro sobre as minhas posições sobre a Petrobras”, afirmou Serra, em debate realizado pela RedeTV e Folha de S. Paulo, nesse domingo, lembrando a luta pela Petrobras desde a sua época de líder estudantil. O mesmo não se pode dizer da adversária.

Já o deputado Luiz Paulo Velloso Lucas (ES) lamenta a atual administração que o governo faz na estatal. “A verdade é incontestável: a Petrobras foi privatizada pelo PT, distribuída a aliados políticos comprometendo seus programas de investimentos. Essa gestão do petróleo do PT representa o maior erro político-econômico do País.”

O deputado também condenou o uso da estrutura da estatal para fazer campanha em favor da candidatura petista à Presidência. Como noticiou o jornal O Globo, um e-mail saído da caixa postal do coordenador de Patrocínio à Música e Patrimônio, Claudio Jorge Oliveira, convoca fornecedores para participar de ato político em prol da presidenciável petista.

Vellozo Lucas classifica a atual administração da estatal como “perdulária”. Segundo ele, a Petrobras contrata serviço terceirizado a um custo de três a cinco vezes mais caro do que o valor pago pelos concorrentes no mercado. “Esse conjunto de decisões equivocados fez com que o valor da estatal despencasse no mercado.”

Nos últimos anos, os papéis da empresa apontam forte queda no seu valor. Em maio de 2008, a Petrobras valia cerca de US$ 309 bilhões. No mês passado, chegou a valer apenas US$ 146 bilhões. Hoje, em função da capitalização, está cotada a US$ 214 bilhões, segundo divulgou a colunista Míriam Leitão, do jornal O Globo.

SERRA É DO BEM!

Serra no Debate Rede TV - Melhores Momentos

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Beto reúne 10 mil pessoas em ato pró José Serra em Curitiba


O governador eleito do Paraná, Beto Richa, reuniu mais de 10 mil pessoas no tradicional restaurante Madalosso, em Curitiba, nesta quinta-feira, para apoiar a candidatura de José Serra à Presidência da República. O encontro, que reuniu deputados federais, estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças de praticamente todos os municípios do Paraná, teve a presença dos presidentes nacionais do PSDB, Sérgio Guerra; do PPS, Roberto Freire; e do presidente de honra do Democratas, Jorge Bornhausen.


Desde que venceu a eleição para o Governo, este foi o primeiro grande encontro público com a participação de Beto Richa. Ele agradeceu a com fiança e o empenho de todos os militantes presentes ao evento. “Sempre disse que nos surpreenderíamos com a força do trabalho da nossa militância, feito com o coração”, disse Richa. “Agora vamos cumprir com os compromissos que assumimos com vocês e vamos fazer o governo mais competente do Brasil”, afirmou.


Beto disse que para o trabalho ficar completo, é preciso eleger José Serra presidente. “No Paraná já temos o dobro da vantagem sobre a adversária que fizemos no primeiro turno. Vamos avançar muito mais e chegar a 1,5 milhão de votos de diferença e acabar de vez com a marola vermelha”, disse Beto. “É uma questão de patriotismo defender o Brasil e colocar o país em mãos limpas, honestas e competentes de um administrador brilhante”, afirmou. Beto reforçou a importância do trabalho de todos nesta etapa para colocar na presidência um presidente aliado. “Em Curitiba, sendo de um partido de oposição ao partido do presidente e tendo um governador inimigo conseguimos avançar em todas as áreas e transformar a cidade em um canteiro de obras, imagina o que acontecerá se tivermos um presidente amigo”, afirmou.


Fernanda Richa, esposa de Beto, agradeceu o trabalho de todos pela eleição de Beto Richa e sugeriu: “No próximo dia 31 vamos queimar as bruxas e fazer José Serra presidente, para ter um grande governo”, disse Fernanda.


O presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, disse que a vitória de Beto Richa em Curitiba representa a vitória da boa política, e que agora há uma nova vitória a ser construída, para que o país volte a caminhar respeitando as leis e a democracia, atendendo a todos e promovendo o bem estar das famílias. “Esta é uma eleição para decidir entre o futuro do país e o tumulto que representa a candidata adversária”, disse Guerra.


O ex-senador Jorge Bornhausen (DEM-SC) disse que Paraná e Santa Catarina precisam mostrar a força de vontade que o sul do país tem de ver o país voltar a ser administrado com ética e que o Brasil volte aos trilhos do desenvolvimento, com portos, aeroportos, estradas e outros investimentos para retomar o crescimento. “Chega de promessas e de embrulhar o povo”, disse Bornhausen.


O vice-governador eleito, Flávio Arns, incentivou a militância a retomar o ânimo e o entusiasmo para eleger Serra presidente: “Será uma bênção ter uma pessoa ética, transparente e correta, com uma boa visão do Brasil. É o que o nosso país precisa”, disse Arns, que será o futuro secretário da educação do Paraná. “Ter o presidente ao lado do Beto será um avanço multiplicado”, afirmou.


José Serra, que estava em um compromisso de campanha no Rio Grande do Sul, enviou uma mensagem gravada em vídeo para o encontro agradecendo todo o apoio que recebeu no Paraná, onde recebeu 2,6 milhões de votos: “Vamos juntar os braços e de cabeça erguida seguir à frente, com esperança e confiança, levando nossos conceitos, a esperança, a confiança, a verdade e a busca da justiça social e da solidariedade. E juntos vamos governar esse país”, afirmou Serra.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Beto governador! “Vou retribuir a confiança com muito trabalho”


Governador eleito do Paraná com 52,5% dos votos válidos (99,87% das urnas apuradas), Beto Richa afirmou no início da noite deste domingo que fará um governo para todos os paranaenses, com diálogo e respeito.

“Enfrentamos as máquinas do governos do estado e federal. Nos dedicamos de sol a sol e as pessoas acreditaram em nossas propostas e compromissos. Não acreditaram nos boatos, nos ataques e nas ofensas. Felizmente, não guardo mágoa, tenho fé e Deus no coração. Sou da conciliação, do entendimento. Vou retribuir a confiança dos paranaenses com muito trabalho e dedicação”, afirmou Beto.

Beto agradeceu a dedicação de sua família, do vice-governador eleito, Flávio Arns, e parabenizou os candidatos ao Senado, Ricardo Barros e Gustavo Fruet, pela votação expressiva obtida em todo o Estado.

Carreira política
Carlos Alberto Richa nasceu em 29 de julho de 1965, em Londrina, no norte do Paraná. Beto Richa, como é conhecido por todos, é o segundo dos três filhos do casal José Richa - ex-governador do Paraná entre 1983 e 1986 - e de Arlete Vilela Richa. Descendente de imigrantes libaneses, Beto Richa passou sua infância entre Londrina e Brasília. Em Londrina, iniciou os estudos do ensino fundamental na Escola Estadual Hugo Simas. Adolescente, mudou-se para Curitiba, onde freqüentou o ensino médio no Colégio Bom Jesus. É formado em Engenharia Civil pela Universidade Católica do Paraná (PUC-PR).

Casado com a advogada Fernanda Bernardi Vieira Richa, é pai de três filhos: Marcello, André e Rodrigo.

Inspirado pela reconhecida trajetória política do pai - que exerceu também dois mandatos como deputado federal, foi prefeito de Londrina, e senador - Beto Richa ingressou na vida pública aos 29 anos.

1992 – Candidato a vereador
1995 – Eleito Deputado Estadual
1998 – Reeleito Deputado Estadual
2000 – Eleito Vice-Prefeito de Curitiba
2001 – Secretário de Obras Públicas de Curitiba
2002 – Candidato ao Governo do Estado do Paraná
2003 – Eleito presidente do PSDB-PR
2004 – Eleito prefeito de Curitiba
2007 - Vice-Presidente para a Região Sul da Frente Nacional de Prefeitos
2008 - Reeleito Prefeito de Curitiba
2010 — Eleito Governador do Paraná

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Parabéns a Euclides Scalco


Da assessoria de imprensa de Gustavo Fruet:


A quinta-feira começou com festa no comitê do candidato a senador Gustavo Fruet. A equipe reuniu-se para homenagear Euclides Scalco, primeiro suplente de Gustavo que completa 78 anos hoje. Ele foi recebido com uma mesa preparada para o café da manhã. Emocionado com a surpresa, Scalco – que é o coordenador geral da campanha – lembrou que estava afastado da disputa partidária há 20 anos e não pensava em voltar até receber o convite para ser suplente na chapa de Gustavo. “Não titubeei em aceitar. Apenas pedi algumas horas para comunicar minha família. O Gustavo é a única pessoa a quem eu ligaria meu nome”, disse. Scalco aproveitou para reafirmar a confiança na eleição de Gustavo Fruet e pedir todo o empenho da equipe nesta reta final até as eleições. “O Brasil e o Paraná não podem se dar ao luxo de abrir mão do Gustavo no Congresso. Há poucos homens públicos como ele”, afirmou.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A VERDADE SOBRE A “CENSURA” NO PARANÁ

Nos últimos dias tem sido divulgado no twitter uma suposta “censura” a um blogueiro político de Curitiba.

Visando restabelecer a verdade em relação à suposta censura, o BLOG DA JUVENTUDE PODE MAIS foi em busca de maiores informações sobre as ações que envolveram a decisão do blogueiro de tirar seu site do “ar”. Isso mesmo gente, a decisão foi do BLOGUEIRO como ele mesmo assume em sua página ao afirmar que “decidi, por cautela, suspender as inserções”.

Os advogados que propuseram a ação contra o Blogueiro esclarecem que, não há qualquer pedido no sentido de tirar do “ar” o blog em questão. “O que foi pedido, e deferido pelo Juiz que analisou a ação, foi à retirada do blog de montagens de fotos postadas com o intuito de agredir, ofender, desrespeitar e degradar seus adversários políticos.” esclarece o advogado Julio Jacob Junior

Isso porque, entendeu o Juiz, que o blog e o blogueiro em questão “extrapolaram o direito à informação ao veicularem notícias na internet de cunho pessoal e ofensivo com relação aos autores”. Vale ressaltar que liberdade de expressão não se confunde com calúnia, injúria e difamação, delitos estes tipificados por lei como crimes contra a honra.

Importante frisar que a COLIGAÇÃO NOVO PARANÁ e seus candidatos tanto praticam como defendem a manifestação de pensamento e de informação, o que não se admite e não se admitirá é que sobre a égide da liberdade de expressão outros direitos sejam tolhidos.

Como bem afirmou o Magistrado “não se trata de limitar o direito de livre manifestação do pensamento e à informação, mas sim buscar um ponto de equilíbrio entre referido direito e os direitos de personalidade dos autores”
Os advogados ressaltam, ainda, que o blogueiro em questão e seu blog são contumazes descumpridores de ordens judiciais, já que foram condenados por mais de 3 vezes por divulgarem enquetes eleitorais distorcidas, como se pesquisas eleitorais fossem, o que já lhes rendeu multas superiores a R$ 500 Mil.

Para a JUVENTUDE PODE MAIS, ao se fazer de vitima de uma censura que não lhe foi imposta, o blogueiro, permanece destilando as mesmas inverdades que trazia em seu blog com o objetivo de confundir a opinião pública em desfavor dos verdadeiros ofendidos, em total desrespeito às leis e à Justiça.

Para este BLOG da JUVENTUDE PODE MAIS, pessoas como BETO RICHA, que realizou mais de 300 audiências públicas para discutir com os moradores de Curitiba os destinos da cidade e que está percorrendo todo o estado do Paraná para definir com as famílias as prioridades de governo, além de ter sido o Autor da Lei da Anistia, que garantiu reparação aos perseguidos políticos pela Ditadura é quem tem efetivo compromisso com liberdade de expressão.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Mensagem do Beto Richa para você

video

Beto Richa é o mais popular na internet


O tucano Beto Richa é o candidato a governador do Paraná mais popular na internet, obtendo 71,90% do total de citações em sites de notícias, em blogs e no Twitter. Equivalendo a 7.341 menções. Osmar Dias, do PDT, ficou com 21,50% o que representa 479 citações. A informação é do site Politike!


Fonte: Fabio Campana

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Prefeitura de Curitiba na Gestão de Beto Richa


A Prefeitura de Curitiba, na gestão do engenheiro Beto Richa, prioriza suas ações em investimentos essenciais para a população: educação, saúde, meio ambiente, moradia popular e estrutura urbana e de transportes.

São investimentos sólidos que ampliam a infra-estrutura urbana e social da cidade e atendem diretamente aos interesses dos cidadãos curitibanos. As prioridades são determinadas pela própria população, a partir de reuniões públicas realizadas nos bairros e audiências do prefeito com segmentos da sociedade organizada. A Prefeitura de Curitiba tem no diálogo – franco e permanente - sua principal ferramenta de interação com a população.

Transparência nas ações e austeridade na gestão do dinheiro público são as principais diretrizes da gestão Beto Richa. Assim, a Prefeitura melhora a qualidade de vida da população como um todo. Governando com equilíbrio, a Prefeitura dá estabilidade ao município e cria um ambiente favorável a novos investimentos, à atração de negócios e parcerias e à geração de empregos. Uma gestão focada na realização, com benefícios imediatos à população, e no planejamento de longo prazo para o bem-estar das futuras gerações.

1 – Novas Obras
Desde o início da gestão, em 2005, a Prefeitura executou 1.600 obras em toda a cidade. A maior parte das intervenções atenderam a obras de pavimentação urbana, construção de escolas, creches e unidades de saúde. Levantamento do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) mostrou que 70% das obras em andamento ou concluídas são feitas em bairros de baixo Índice de Qualidade de Vida (IQV).

2 – Linha Verde
A Linha Verde é a maior obra de intervenção urbana dos últimos 40 anos na cidade. Ela atravessa os dez bairros mais importantes da cidade e quando concluída será a maior avenida de Curitiba. A avenida será formada por cinco ruas paralelas, com prioridade para uma via central com canaleta de ônibus do sistema de transporte coletivo. Terá oito estações para embarque e desembarque de passageiros. O canteiro central da nova avenida será transformado em um parque linear, com 20.800 metros quadrados de área, onde serão plantadas 1.614 árvores e 600 arbustos. A avenida terá 5.913 metros de ciclovias. O sistema de semáforos da Linha Verde terá equipamentos “inteligentes” que garantirão a sincronia entre os equipamentos O investimento de R$121,1 milhões (financiado parcialmente pelo BID) vai beneficiar 287 mil pessoas.

3 - Binários
Três novos binários e a uma ligação entre bairros (Capão da Imbuia / Hauer) vão melhorar o trânsito em regiões estratégicas da cidade. O investimento de R$ 31 milhões trará melhorias para motoristas e mais segurança para os pedestres. Junto às avenidas, a prefeitura está implantando 38 quilômetros de novas calçadas, em 27 ruas de bairros de quatro administrações regionais da cidade.

4 – Transporte Coletivo
A Prefeitura de Curitiba está renovando um quarto da frota do transporte coletivo. No ano passado foram substituídos 16% da frota de 1,9 mil ônibus. Neste ano, serão trocados mais 194 veículos. Além de dar comodidade e segurança aos passageiros, os novos ônibus têm telas digitais, monitoramento por satélite com sistema GPS e som digital MP3 para música ambiente. Todos são equipados com motor eletrônico de última geração, que atende exigências de controle de poluição ambiental e sonora.

No segundo semestre deste ano serão reformados 16 (de um total de 21) terminais de ônibus da Rede Integrada de Transporte (RIT). O investimento nas obras será de R$ 8,2 milhões e inclui também a renovação de cinco estações-tubo, beneficiando diretamente 639 mil passageiros. Os recursos são da Prefeitura e do Programa de Infra-Estrutura para a Mobilidade Urbana, do governo federal.

O prefeito Beto Richa reduziu a passagem do transporte coletivo de Curitiba e criou uma tarifa especial aos domingos, a chamada tarifa domingueira, de apenas R$ 1. Hoje o passageiro curitibano paga o mesmo valor de três anos atrás (R$ 1,90), e é privilegiado com uma das menores tarifas de ônibus do país. É a 10a entre as capitais e a 24a entre as cidades de médio e grande porte.

5 - Meio Ambiente
A inserção de Curitiba nas grandes discussões sobre o meio ambiente cresceu nos últimos anos, o que vem a confirmar a vocação ambientalista da cidade. Em 2005, Curitiba entrou para o seleto grupo de 60 cidades do mundo que fazem parte da "Declaração das Cidades Verdes", um conjunto de acordos ambientais proposto pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Em março de 2006, a cidade sediou as Conferências da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre Biodiversidade e Biossegurança (COP8 e MOP3). Em março deste ano, Curitiba recebeu a reunião da ONU sobre meio ambiente preparatória para a Conferência sobre Biodiversidade (COP 9), marcada para 2008, na Alemanha. Richa foi escolhido para levar à COP9 o relatório dos três dias de discussões - a chamada Declaração de Curitiba.

A implementação de programas eficazes de coleta diferenciada de lixo tóxico domiciliar e de fiscalização de todo o processo de geração e coleta de lixo tóxico industrial e hospitalar é executada em parceria com entidades e empresas, conforme recomenda a Convenção da Basiléia.

Programa da Prefeitura prevê um conjunto de obras, ações de fiscalização e de educação ambiental para a recuperação da bacia hidrográfica do rio Barigüi, que em Curitiba abrange um terço do território da cidade e atinge um terço da população.

O lago do Parque Barigüi passa por um amplo sistema de limpeza e desassoreamento. A Prefeitura de Curitiba iniciou a dragagem usando uma nova tecnologia para separa a água do lodo. Depois do tratamento a água sai limpa de volta ao lago que tem 230 mil metros quadrados, o que equivale a 42 campos de futebol.

Para evitar que o óleo de cozinha seja jogado no esgoto, a Prefeitura recolhe o óleo de cozinha usado. O serviço de coleta especial está disponível nos 78 pontos da capital, junto com o programa Câmbio Verde – de troca de lixo reciclável por alimentos - e em 21 terminais de ônibus da cidade. O óleo é encaminhado para a reciclagem, onde é transformado em sabão, detergente e matéria-prima para fabricação de outros produtos.

6 – EDUCAÇÃO
Nos últimos dois anos e cinco meses, foram garantidos avanços tanto para os alunos quanto para os profissionais da educação. Neste período foram construídos, reformados e ampliados 108 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), contratados por concurso público 3.484 profissionais da educação e abertas 17.504 novas vagas na educação infantil e no ensino fundamental.

Curitiba obteve o melhor desempenho entre as capitais brasileiras no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Resultados divulgados no mês de abril pelo Instituto de Pesquisa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apontam que a cidade obteve o maior índice de avaliação entre alunos da 1ª fase do ensino fundamental (1ª a 4ª série).

Desenvolvido pelo Ministério da Educação para promover a melhoria na qualidade das escolas públicas do país, o novo índice combina desempenhos obtidos pelos alunos na Prova Brasil e no Saeb e foi obtido a partir da avaliação feita em 2005.

A gestão também implantou o Conselho Municipal de Educação.

Cinqüenta e duas escolas e doze Faróis do Saber estão inseridos no programa Comunidade Escola, que nos fins de semana permanecem abertos oferecendo uma série de ações e programas municipais - como prática esportiva, aulas de informática, apresentações culturais, oficinas e exposições artísticas, educação ambiental, cursos de nutrição e capacitação profissional.

7 - SAÚDE
Em dois anos de gestão, a administração do prefeito Beto Richa cumpriu integralmente as metas do plano de governo (de quatro anos) para a área da saúde. Os investimentos superam os índices estabelecidos pela legislação e amenizam os problemas causados pela crescente demanda da área. Curitiba tem o melhor sistema de saúde do país, segundo avaliação do Banco Mundial (2006).

Em março, a cidade ganhou quatro novos Centros Municipais de Urgências Médicas, que funcionam 24 horas por dia e atendem, em média, 2 mil pessoas por dia. Os centros também oferecem pronto-atendimento Infantil e leitos para internamento.

Em 2006, a Prefeitura de Curitiba aumentou o número de equipes do Programa Saúde da Família (PSF) e criou a Ouvidoria da Saúde.

Neste mês de maio, Curitiba comemora o primeiro ano de atividades da Unidade Mãe Curitibana. São 11,5 mil atendimentos por mês na unidade que é a primeira da cidade especializada no atendimento à saúde da mulher e da criança. O programa faz atendimento de pré-natal e acompanha os primeiros meses de vida dos bebês nascidos em Curitiba.

Todas as gestantes ganham seus bebês em maternidades públicas e privadas de Curitiba fazem o teste rápido do HIV antes de entrar na sala de parto. O resultado sai em poucos minutos. A medida reduz ainda mais a transmissão do HIV de mãe para filho. A prefeitura capacitou enfermeiras de hospitais particulares para a aplicação do teste. Antes, a testagem do HIV não era parte da rotina das maternidades privadas.

Em 2006, a taxa de mortalidade infantil em Curitiba ficou em 10,6 (entre mil nascidos vivos), o menor índice já registrado na cidade e um dos menores do país em cidades com mais de 500 mil habitantes.

8– Habitação
Curitiba está realizando o maior programa de moradia popular da cidade dos últimos dez anos: mais de seis mil famílias saíram da fila de espera da casa própria, outras sete mil estão sendo beneficiadas com obras de urbanização e regularização fundiária.

Estudo realizado pela Companhia de Habitação de Curitiba aponta que 13 mil famílias moram às margens de rios. A pesquisa é uma radiografia completa que serve de base para o Plano de Regularização Fundiária Sustentável. É a primeira vez em que o município fez um estudo tão detalhado, o que demonstra a disposição da atual administração de encarar os problemas na área de habitação. A pesquisa mostrou que a população das ocupações irregulares é muito jovem e carente. Metade dos moradores tem até 25 anos; seis em cada 10 têm renda de até três salários mínimos.

9 – Ação Social
Em apenas dois anos, a Fundação de Ação Social (FAS) conseguiu mudar os rumos do atendimento social na cidade. O trabalho é feito em duas frentes: o apoio emergencial e o incentivo ao esforço pessoal para melhoria de vida. A FAS também trabalha como um canal que organiza e torna mais eficientes os gestos de solidariedade do cidadão e das empresas, como na Campanha do Agasalho e na campanha permanente “Criança Quer Futuro, Não Quer Esmola”.

A FAS mantém 26 Liceus de Ofícios que ofereceram cursos de capacitação profissional para 1,2 mil turmas nos dois últimos anos. Cerca de 27 mil pessoas foram treinadas para trabalhar nas áreas de turismo e hotelaria, moda e beleza, informática, comércio, conservação e zeladoria, construção civil, corte e costura, entre outras. Desempregados e jovens em busca do primeiro emprego são os maiores beneficiados pelos cursos.

Mais 12 mil pessoas participaram das ações de geração de trabalho e renda promovidas pela FAS. São treinamentos gerenciais para oferecer uma alternativa de trabalho ou aumentar a renda do pequeno produtor artesanal ou semi-industrial. Foram 25 cursos em 2006, dos programas Empório Metropolitano e Desenvolvimento de Empreendedores, além de 22 feiras e eventos onde os pequenos produtores puderam mostrar o que fazem de melhor.

O trabalho da FAS conseguiu reduzir em 11,2% o número de moradores de rua da cidade em dois anos.

O programa Amigo Curitibano já atendeu 9.500 pessoas com deficiência desde que foi criado pela FAS, em 2005. O programa criou um elo e fortaleceu todos os serviços municipais oferecidos nas áreas de saúde, educação, cultura, esporte, lazer e transporte.

Os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) são um lugar de apoio para as horas mais difíceis. A FAS mantém 22 CRAS, que em 2006 atenderam 43,3 mil famílias. A equipe da FAS acompanha as famílias, dá atenção especial a jovens e crianças, faz o cadastro para benefícios de assistência social, encaminha trabalhadores para cursos de capacitação e dá apoio jurídico na área do Direito de Família.

10– Referências
Beto Richa é Prefeito Amigo da Criança - da Fundação Abrinq.
O Programa Prefeito Amigo da Criança foi criado em 1996 pela Fundação Abrinq para estimular parcerias com gestores municipais no sentido de fortalecer os mecanismos preconizados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente.
Prefeito Amigo da Criança é o dirigente municipal que assumiu o compromisso de priorizar a infância e a adolescência na sua gestão, estabeleceu metas de administração para melhoria da qualidade de vida desse segmento da população, elaborou o Plano de Ação Municipal e pactuou suas metas e plano com a sociedade local, obtendo a aprovação do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Curitiba é a capital brasileira com o melhor sistema de educação do país, segundo dados divulgados pelo MEC, em 2006, a partir de pesquisa feita nas capitais para avaliar o desempenho de alunos na Prova Brasil e no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). A cidade também teve o melhor desempenho entre as capitais brasileiras no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Curitiba obteve a melhor avaliação entre alunos da primeira fase do ensino fundamental (1ª a 4ª séries), segundo pesquisa divulgada em abril de 2007 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) do Ministério da Educação.

Curitiba tem o melhor sistema de saúde do país, segundo avaliação do Banco Mundial (2006). "Em Curitiba o SUS dá certo".

Curitiba é o 4º melhor destino turístico do país, segundo pesquisa da Revista Viagem.

Curitiba é a 3º melhor cidade do país em infra-estrutura. Avaliação daRevista Exame - edição especial de 2007, segundo pesquisa da Simonsen Associados.

A Revista Veja - Guia 2007 - elegeu Curitiba como a melhor cidade do país para investimentos.

O Anuário Exame 2007/2008, no relatório sobre o turismo no Brasil (maio 2007), cita Curitiba como uma das capitais brasileiras que mais explora o seu potencial no setor. Segundo a pesquisa, Curitiba está em 4º lugar no ranking das cidades que mais receberam turistas de negócios internacionais em 2005, ficando com o 5º lugar no mercado.

Prefeitos escolhem Beto Richa porta-voz da biodiversidade urbana para reunião da ONU.

O prefeito Beto Richa foi escolhido por 70 prefeitos e autoridades municipais dos cinco continentes, participantes do fórum sobre Cidades e Biodiversidade promovido pelas Organizações das Nações Unidas (ONU), em Curitiba, para levar o relatório dos três dias de discussões — a chamada Declaração de Curitiba — a Conferência Municipal Mundial, que ocorrerá em maio de 2008, em Bonn, na Alemanha. Beto Richa será porta-voz da biodiversidade urbana, na Conferência das Partes na próxima Convenção sobre Diversidade Biológica (COP9). A Conferência das Partes agrega 188 países, mais a União Européia, na Convenção de Diversidade Biológica da ONU.

Fonte: http://tukascaletti.blogspot.com/2010/08/prefeitura-de-curitina-na-gestao-do.html