terça-feira, 31 de maio de 2011

Juventude do PSDB se emociona no encerramento da Convenção Nacional

Os membros do secretariado da nova gestão da Juventude Nacional do PSDB e o coro de centenas de jovens de todo o país cantaram de braços dados o Hino Nacional Brasileiro, no encerramento da XII Convenção e Congresso do Secretariado Nacional da Juventude, realizada no sábado (28), no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília. O momento de emoção e reconhecimento à Pátria brasileira foi registrado por integrantes da Juventude Tucana de São Paulo.

Assista o vídeo


Marcello Richa agradece apoio de jovens paranaenses na Convenção Nacional


Amigos tucanos,

Agradeço a todos os militantes, delegados e amigos que contribuíram e acreditaram nesta grande conquista para a Juventude do PSDB Paraná: ter um representante paranaense na presidência do Secretariado Nacional da Juventude do PSDB.

Dedico esta vitória a todos os jovens brasileiros que fizeram parte do processo, em especial aos jovens tucanos paranaenses. O trabalho realizado ao longo dos últimos dois anos frente à Juventude Tucana de Curitiba e na coordenação da Juventude Tucana do nosso Estado foi decisivo para credenciar o meu nome a este novo desafio.

Os tucanos que estiveram na XII Convenção e Congresso do Secretariado Nacional da Juventude no sábado (28), em Brasília, puderam acompanhar no meu primeiro discurso que o Movimento Estudantil (ME) e a Formação Política serão pastas prioritárias da nova Executiva Nacional, pelos próximos dois anos. São com estes propósitos e com as experiências exitosas de outros estados que esta gestão pretende trabalhar em conjunto com a direção do PSDB.

Tenho o sentimento azul e amarelo na minha formação como líder, sou neto e filho de tucano. Tenho orgulho de fazer parte do partido que meu avô José Richa idealizou junto com outros grandes líderes, pensando apenas na melhoria da política em benefício à realidade da população brasileira.

Juntos fazemos parte de um momento inédito da política paranaense. E cada um de nós tem papel fundamental neste novo compromisso!

Muito obrigado.

Grande abraço.


Marcello Richa

*Marcello Richa tem 25 anos, é secretário de Esporte Lazer e Juventude de Curitiba e presidente do Secretariado Nacional da Juventude do PSDB.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Marcello Richa é eleito presidente nacional da Juventude do PSDB



A partir do consenso das 25 delegações estaduais da Juventude do PSDB (JPSDB), o secretário de Esporte Lazer e Juventude de Curitiba, Marcello Richa foi conduzido à presidência nacional do segmento, no último sábado (28), na XII Convenção e Congresso do Secretariado Nacional da Juventude, em Brasília. O novo secretariado composto por jovens líderes de 15 estados brasileiros tem como metas principais: a qualificação da militância a partir de cursos de formação política em parceria com o Instituto Teotônio Vilela (ITV) e promover a aproximação de jovens ao Movimento Estudantil (ME).

Também está na pauta das novas ações da JPSDB Nacional, a realização de reuniões mensais pelas cinco regiões do país, para serem elaboradas diretrizes para os jovens a partir da realidade encontrada em cada estado. “É a partir das experiências exitosas das juventudes estaduais que pretendemos trabalhar em conjunto com o presidente Sérgio Guerra e seu secretariado, para assim formar novos quadros de líderes pensando em 2012 e visando o sucesso em 2014”, disse Richa.

Para conduzir a JPSDB Nacional, o jovem conta com a experiência frente à presidência da Juventude Tucana de Curitiba e com a coordenação da executiva estadual, onde foi o idealizador da Caravana da Juventude Tucana do Paraná, projeto que tem como objetivo estimular a participação e a conscientização do jovem em torno do processo político. Em 2010, a Caravana percorreu trezentos municípios paranaenses.

Paraná
É a primeira vez desde a criação do PSDB, em 1988, que o secretariado da Juventude da sigla é presidido por um paranaense. Marcello Richa estava acompanhado em Brasília pelos presidentes Esdon Lau Filho (JPSDB Paraná) e Felipe Nasser Daher (JPSDB Curitiba). Na Convenção, estima-se a participação de 150 militantes do Paraná e mais de mil jovens de todas as regiões do país.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Richa e Covas por um Brasil melhor!

Por Rodrigo Fornos
militante tucano desde 1988.

Quando eu comecei minha caminhada na vida política partidária eu tinha 16 anos e o partido era o recém criado PSDB. Meu pai foi fundador. Lá em Santos, minha cidade, houve um grupo que teve papel importante nessa criação. E esse grupo tinha como líder o então senador Mario Covas, referência nacional de homem público até hoje.

O PSDB nasceu como o partido a favor do parlamentarismo, do voto distrital misto, da eficiência do estado e da iniciativa privada atuando onde o estado não tem capacidade para tal. A social-democracia é vivida hoje no país.

Em 1989 participei ativamente do início da JPSDB em São Paulo junto com tantos amigos que hoje ocupam posições de liderança, tanto no estado, quanto na iniciativa privada. Nossa liderança surgiu dessa saudável prática interna da estrutura partidária que é a Juventude.

Na Juventude temos a oportunidade de exercitar a liderança em busca de um caminho melhor para a sociedade. E hoje mais ainda, uma vez que temos ferramentas poderosas para isso como as redes sociais. Aliado, claro, com a vontade de realizar.

Um nome que sempre esteve presente como exemplo de vida pública era um paranaense de Londrina chamado José Richa, que era senador e havia sido governador do estado, assim como Franco Montoro, e que mudaram totalmente a relação do estado com a sociedade. O momento era a ditadura militar. E homens como Montoro e Richa foram essenciais para vivermos o que e onde vivemos nos dias de hoje.

Para minha felicidade e emoção, hoje vejo na disputa pela direção nacional da JPSDB os nomes Covas e Richa, lado a lado, trazendo no DNA familiar a seriedade, o compromisso com o desenvolvimento, o diálogo e, melhor ainda, a capacidade de ação para uma transformação que está por vir.

Os eternos Richa e Covas são exemplos de homens honestos, de servidores da sociedade junto ao estado, de verdadeiros brasileiros.

Hoje essa dupla está personificada em seus netos. E suas lições da boa política está evidenciada na caminhada que ambos escolheram.

Por isso sou Richa para a grande transformação que nossa JPSDB passará. A começar pelo diálogo com todo país em busca da estruturação de uma juventude forte, aguerrida e que mudará, significativamente, a história do nosso PSDB!

Marcello Richa presidente da JPSDB é o novo modelo de gestão aliado à seriedade de um sobrenome!

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Marcello Richa entrega mais 3 academias ao ar livre

O secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Marcello Richa, inaugurou na tarde desta quarta-feira (25) três academias ao ar livre na Regional Matriz. Atualmente, Curitiba conta com 64 academias na cidade e até o fim do ano serão implantadas 114 unidades.

“Esses equipamentos visam estimular a prática de atividades físicas e saudáveis e fazem parte de um conjunto de ações desenvolvidas pela Prefeitura que buscam a melhoria da qualidade de vida da população”, disse Marcello Richa.

As novas academias ao ar livre estão localizadas nas praças Hayao Washida, no bairro Rebouças, e Francisco Cunha Pereira, no Centro Cívico, e no Jardim Ambiental II, no Alto da XV. Os equipamentos das academias ao ar livre não têm pesos e usam apenas a força do próprio corpo para exercícios de musculação e alongamento.


Os aparelhos são indicados principalmente para pessoas da terceira idade, que perdem naturalmente um pouco da força muscular com o passar dos anos, mas podem ser usados por qualquer pessoa, funcionando como uma academia de ginástica ao ar livre. Para sua utilização correta, basta seguir as instruções básicas afixadas em um painel próximo.

A implantação da academia ao ar livre na praça Francisco Cunha Pereira foi muito comemorada pelo aposentado Aroldo Schwarvbach, de 73 anos. “Essa academia será excelente para a comunidade, pois fica perto de casa e é muito fácil de usar. Além disso, ainda acabamos conhecendo outros moradores da região durante os exercícios”.

As 64 academias ao livre da Prefeitura estão espalhadas pelas nove Administrações Regionais da Cidade. A localização dos equipamentos é estratégica, sempre perto dos Centros de Esporte e Lazer ou em espaços públicos onde frequentam muitos curitibanos. Os equipamentos têm painéis auto-explicativos que permitem que as pessoas façam exercícios independentes.

Também participaram das inaugurações os vereadores Juliano Borghetti e Jorge Yamawaki.


Fonte: www.fabiocampana.com.br

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Congresso da UPE e as lições do exercício democrático que vêm do Movimento Estudantil

Uma disputa eleitoral agita os corredores das universidades públicas e privadas no Paraná. É que nos dias 18 e 19 de junho acontecerá em Londrina o congresso da União Paranaense dos Estudantes (UPE), que deverá reunir mais de 500 pessoas, entre delegados e observadores. A cada mil estudantes, tira-se um representante para o congresso da UPE com poder de voz e voto na definição dos dirigentes da entidade e na definição das diretrizes e metas para os próximos anos.

O maior colégio eleitoral é a Universidade Federal do Paraná (UFPR), que escolhe em torno de 22 dos cerca de 350 a 400 delegados no total, seguido da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), que deve eleger 19. Três forças políticas da organização estudantil se destacam nessa corrida e devem levar ao congresso o maior número de delegados, interessadas na defesa de suas teses de políticas estudantis, de qualidade da educação e com a finalidade de reorganizar a entidade, a fim de fortalecer o movimento nas instituições de ensino no estado. Bem ao sabor da rebeldia pulsante da juventude e daquele bicho-carpinteiro que é típico do movimento estudantil (ME) de todos os tempos, essas três forças se pautam pela necessidade de renovação constante. São elas: a turma da UJS – União da Juventude Socialista -, que se propõe “Transformar o Sonho em Realidade”, a chapa do movimento “Mudança” e o grupo Oxigênio.

Nos RU’s (restaurantes universitários), campi, cantinas, bibliotecas, laboratórios e salas de aula, o debate é muito mais efervescente do que se pode expressar em palavras, mas o Blog Lado B buscou conversar com representantes dessa galera para dar um panorama do que rola na cena política universitária do Paraná. Com base nesses três grupos, vamos conhecer um pouco mais das propostas que permeiam os preparativos ao Congresso da UPE. Ah, os grupos são unânimes em não querer vincular o debate acadêmico a políticas partidárias (isso é praticamente um “tabu” e eles abominam), embora não neguem que os estudantes, como espelhos da cidadania plena, têm suas preferências e engajamentos políticos e participam ativamente da vida partidária.

Mas o vetor é outro: em vez de o partido político interferir e pautar suas bases dentro das escolas e universidades, são eles que levam as demandas, bandeiras e debates acadêmicos para dentro dos partidos, a fim de pautá-los nas propostas específicas dos estudantes universitários e secundaristas. É mole? Uma única crítica aparente que este blog faz ao movimento estudantil da atualidade é que, a julgar pelas representações abaixo, falta assegurar cota de gênero nessa história. Cadê a mulherada?

Conheça alguns dos protagonistas do ME nas universidades paranaenses:

Grupo Oxigênio

Com duas cadeiras das 13 que formam a direção atual da UPE, tem por meta ampliar a participação no congresso e na entidade. No último congresso, em 2009, levou 11 delegados para a disputa e, agora, quer garantir pelo menos 40 e se consagrar como a segunda maior força na UPE, elegendo de três a quatro diretores. Bem centrados nas estratégias, dão um passo de cada vez, de forma calculada e - por que não dizer? – até profissional. Como o próprio nome destaca, acreditam que vieram para “oxigenar” o movimento estudantil paranaense, fazendo o contraponto com os grupos de esquerda, que dominam até hoje a política estudantil, e sacudindo a poeira. Seus integrantes são, na grande maioria, filiados ao PSDB e DEM. Querem se consolidar este ano no Paraná e depois exportar atuação para outros estados. Em paralelo e de maneira sincronizada, o filho do governador tucano Beto Richa e atual secretário municipal de Esportes de Curitiba, Marcello Richa (PSDB), um dos fundadores do “Oxigênio”, lança sua candidatura para a direção nacional da JPSDB – a juventude tucana -, em congresso que acontecerá no próximo final de semana.

Principais propostas: Transparência na gestão das contas e no processo de decisão; revitalização do “Casarão” como sede a entidade, em parceria com o governo do estado, que poderá aproveitar o espaço para desenvolver atividades culturais diversas; realização das “caravanas” da UPE para ampliar a interação com as universidades do interior.

Thiago Rosenmann – 1º Vice-Presidente da UPE (UTFPR/Curitiba)


Movimento Mudança

A forte consciência social, a referência teórica no Partido dos Trabalhadores (PT) e o olhar atento às demandas que vêm dos movimentos populares, associados ao fortalecimento da UPE e da União Nacional dos Estudantes (UNE), fazem com que o Movimento Mudança traga uma visão diferenciada para a organização de base dos estudantes. Seus integrantes defendem a transformação social, sim, mas a partir dos centros e diretórios acadêmicos. “Não faz sentido termos essas entidades representativas fortes, se não tivermos CA’s, DA’s e DCE’s atuantes, que dialoguem diretamente com as necessidades dos estudantes em sala de aula”, argumenta Camilo Vanni, secretário-geral da UPE e estudante de Oceanografia da UFPR. Questionam e criticam o corte de verbas às universidades estaduais e denunciam que desde que Beto Richa assumiu o governo do estado, essa redução nos investimentos foi, em média, de 35%. Na UEL – Universidade Estadual de Londrina – o corte chega a 42% e afeta principalmente as aulas de campo, as estruturas laboratoriais e as compras de materiais. Outro prejuízo está na paralisação dos trabalhos do programa “Universidade Sem Fronteiras” da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia (SETI).

Principais propostas: Defende o repasse de 10% do PIB nacional para a Educação e a garantia em rubrica de que 2% dos recursos do MEC sejam investidos em políticas de assistência estudantil, como as casas de estudantes, RU’s e transporte; eleições diretas para a escolha das direções da UNE e da UPE e para definição das linhas prioritárias da entidade nos próximos dez anos; Antenado com as demandas sociais, é contrário às alterações no Código Florestal; busca fortalecer as relações com os movimentos sociais e luta para evitar o retrocesso nas universidades, protestando contra os cortes de verbas e inibindo a repressão do governo às organizações populares.

Camilo Vanni – Secretário-Geral da UPE (Oceanografia/UFPR-Pontal do Paraná)

Transformar o Sonho em Realidade (UJS)

É o nome da tese defendida pela União da Juventude Socialista (UJS), entidade nacional, presente em 27 estados, com atuação em quase todas as universidades paranaenses e ligada ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB). É também o grupo da maioria dos integrantes da direção da UPE. Tem por meta assegurar 250 dos 400 delegados do congresso. Apesar de reconhecer os avanços na Educação nos últimos oito anos, com o governo do Presidente Lula, defende a ampliação da pluralidade e da democracia nos espaços acadêmicos e um maior diálogo com todos os setores da sociedade. Defende a reserva de vagas para estudantes oriundos do ensino público nas universidades estaduais e também combate os cortes que o governo do Estado promove nas instituições públicas de ensino superior do Paraná.

Principais propostas: Integrar as universidades estaduais ao SISU – Sistema Integrado de Seleção Unificada –, que seleciona estudantes pela nota do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio – para ingresso nessas instituições; Reforçar a política de assistência estudantil; Fortalecer no dia-a-dia a luta dos estudantes e não somente promover debates no calor das campanhas eleitorais.

Adriano Matos – Diretor de Políticas Educacionais (Administração/Faculdades Camões).


terça-feira, 24 de maio de 2011

Marcello Richa e a JPSDB Paraná preparam-se para a Convenção Nacional


A Juventude do PSDB do Paraná (JPSDB-PR) realiza hoje (24), às 19h30, na sede do diretório estadual do partido, reunião com os 33 delegados estaduais que participarão da XII Convenção e Congresso do Secretariado Nacional da Juventude, no próximo sábado (28), em Brasília. O secretário de Esporte Lazer e Juventude de Curitiba, Marcello Richa – que nos últimos dois anos esteve à frente da JPSDB Curitiba e coordenou a JPSDB Paraná - é candidato à presidência nacional da Juventude Tucana.

A chapa encabeçada por Richa: “Link: Conectando Juventude Tucana pelo Brasil” é formada por jovens líderes de 15 estados e soma até o momento apoio de dez delegações estaduais. A carta de intenções do grupo contempla ações nas áreas de movimento estudantil, formação política, políticas públicas para a juventude e comunicação.

A candidatura do paranaense à executiva nacional é fruto do trabalho desenvolvido nos últimos dois anos, à frente da Juventude Tucana do Paraná. “Percorremos quase 300 municípios do estado com intenso trabalho de conscientização do jovem em torno do processo político. É com este propósito e com as experiências exitosas de outros estados que a nossa chapa pretende trabalhar em conjunto com o PSDB”, disse Richa.

A XII Convenção e Congresso do Secretariado Nacional da Juventude será realizado em conjunto com a 10ª Convenção Nacional do PSDB, no próximo dia 28 de maio, sábado, das 9h às 14h, no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

MANIFESTO POR UMA NOVA JPSDB

MANIFESTO DO BLOCO DAS JUVENTUDES TUCANAS DOS ESTADOS: AMAPÁ, AMAZONAS, PARÁ, SANTA CATARINA E TOCANTINS
Novamente derrotado nas eleições presidenciais, o Partido da Social Democracia Brasileira, líder inconteste da oposição nacional, debruçou-se nos últimos meses sobre seu projeto de renovação. “Refundar”, “Renovar”, “Novo PSDB”, “Fusão”, viraram palavras de ordem nos discursos daqueles que pensam o partido, de norte à sul do país. Não poderia ser diferente no caso da JPSDB.

Assim, nas convenções municipais e estaduais, organizados muitas vezes não pelo partido mas apesar do partido, os jovens tucanos apontaram a necessidade de adequação entre o discurso partidário e a nova forma de fazer política exigida pela sociedade em rede na qual vivemos. Jovens que sentiram-se fortalecidos ao lerem tucanos de alta plumagem visualizando o caminho que há muito é apontado pela JPSDB.

O PSDB tem nos seus quadros em idade de juventude a maior e melhor ferramenta para por em prática a estratégia defendida por Fernando Henrique Cardoso em recente artigo. Temos a ousadia e a capacidade de organização necessárias para retirar a proposta social-democrata dos empoeirados “diretórios burocratizados” e levá-la às redes sociais, aos meios eletrônicos, aos fóruns culturais, à academia, às escolas.

Como em toda organização política, temos nossos diferenças, mas, além da ideologia, nos une nesse momento o desejo de ver nosso partido fortalecido, liderando a oposição ao modo petista de governar e construindo o caminho de volta ao poder máximo da nação – que, infelizmente, ainda é a Presidência da República.

Queremos um partido que seja uma organização dinâmica, em rede, democrática, desburocratizada e aberta; que premie o mérito, o trabalho e a formação. Por isso, apoiamos um projeto de juventude partidária que defenda medidas que garantam a participação da militância nas decisões e no posicionamento político do partido. Por isso queremos uma executiva forte e representativa, que possa tratar de igual para igual com nossos companheiros de outras instâncias.

Queremos um partido que fale diretamente às pessoas. Sem um discurso para cada público, mas com um formato diferente do mesmo discurso para os diferentes públicos. Não queremos um partido novo. Queremos um partido renovado, um PSDB mais jovem. Por isso, nosso projeto de juventude dá destaque especial ao papel das novas mídias, em especial a internet, na disseminação de nossas idéias e na comunicação com a sociedade.

Não há partido que se enraize na sociedade sem investir na formação de uma juventude forte, atuante, bem preparada. Isso é notório. Mesmo assim, a prática recente da Executiva Nacional do PSDB mostra que sem posicionamento firme e exigente do nosso representante no Secretariado de Juventude, o que nos sobra é menos que as migalhas dos recursos do partido. Por isso, tão importante quanto a executiva da JPSDB é a escolha desse representante.

Por fim, queremos uma juventude alinhada com esse novo tempo. Não se pode construir o novo sobre alicerces desgastados, assim como uma nova política não pode ser construída sobre antigas práticas. O centralismo, o culto à personalidade e a disputa de egos não têm espaço nesse novo momento do partido. A Juventude deve ser movimento de vanguarda política, de oxigenação de idéias, de renovação de quadros! Assim, não nos cabe cometer os mesmos erros que condenamos. Não podemos repetir a velha política. Assumimos que, mais do que os cargos, são as responsabilidades aliadas às qualidades de cada um que merecem destaque.

Diante disso, após um diálogo aberto, nós, representantes do Estados abaixo assinados, optamos pelos quadros que melhor representarão a JPSDB nesse momento de renovação. Cientes de nossas responsabilidades e convictos de nossa dedicação pela unidade partidária, declaramos apoio incondicional e convidamos as demais juventudes estaduais para unirem-se ao projeto representado pelas candidaturas dos companheiros MARCELLO RICHA (PR) e GABRIEL AZEVEDO (MG), a presidente da JPSDB/Nacional e ao Secretariado da Juventude junto à Executiva Nacional, respectivamente.

Companheiros testados na base, em juventudes municipais e estaduais que são exemplo de organização e divulgação.

Companheiros que vivenciaram e ajudaram a construir importantes vitórias do PSDB em seus Estados.

Companheiros que têm a confiança das lideranças partidárias, materializada nos importantes cargos para os quais foram escalados.

Companheiros, enfim, que representam a renovação da própria Juventude do Partido da Social Democracia Brasileira e sua infinita capacidade de fornecer quadros que garantirão o futuro da nossa agremiação.

Avante Tucanos! Avante JPSDB!

De norte à sul e na nação inteira, que avance a social-democracia brasileira!

CARLOS ALEXANDRE MARTINS – Presidente da JPSDB/SC
DENILSON BRITO – Presidente da JPSDB/AP
RAIMUNDO RODRIGUES – Presidente da JPSDB/PA
ROGÉRIO AGUIAR – Presidente da JPSDB/AM
JONES KLEY CALASSA – Presidente da JPSDB/TO


Fonte: http://www.jpsdb-floripa.com.br/category/blog/

Richa sanciona lei que cria a Defensoria Pública no Paraná


O governador Beto Richa sancionou nesta quinta-feira (19) a lei estadual que institui a Defensoria Pública no Paraná, cria a carreira de defensor público e o quadro funcional administrativo do órgão. A assinatura do documento põe fim a um período de maias de 20 anos de espera pela instalação do órgão, previsto na Constituição Federal de 1988 e criado por uma lei estadual de 1991. A solenidade foi realizada no prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR) com a presença de representantes da área jurídica e autoridades dos poderes Legislativo, Judiciário e Executivo.

“Este é um momento histórico. Após mais de vinte anos a Defensoria Pública torna-se uma realidade no Paraná. Uma demonstração da preocupação do governo em proteger os direitos dos mais carentes”, disse o governador. A lei sancionada por Richa prevê a criação de uma ouvidoria externa e a contratação por concurso público de 333 defensores públicos e de 426 assessores jurídicos e administrativos.

O governador anunciou que a escolha do defensor público geral será feita por eleição direta entre os integrantes da carreira, diferente do que ocorre nos outros estados, onde os governadores fazem a escolha. “É mais uma garantia de independência e autonomia. Abro mão da prerrogativa de indicar o defensor geral para deixar para os membros da carreira que o elejam por voto direto”, afirmou.

A secretária da Justiça e da Cidadania, Maria Tereza Uille Gomes, destaca a interiorização do órgão: a lei que cria a Defensoria estabelece que todas as Comarcas do Paraná deverão receber um defensor. “É inadmissível a demora que houve no Paraná para regulamentar o órgão. A Defensoria surge agora com a missão de defender a população carente do Estado. Fico feliz porque aprovamos um texto avançado e moderno que servirá de exemplo para todos os estados do Brasil”, disse a secretária. Maria Tereza afirma que a próxima etapa é realizar o concurso público para a seleção dos contratados e a formalização estrutural da Defensoria.

O orçamento previsto para a instituição é de R$ 28 milhões em 2011. O líder do governo na Assembleia Legislativa, Ademar Traiano, garantiu que no próximo ano o orçamento para a Defensoria deverá ser ampliado, a pedido do governador, para R$ 48 milhões. A Lei Complementar n° 55, que criou a Defensoria Pública do Paraná, é de 4 de fevereiro de 1991, e estabeleceu 180 dias para que o órgão fosse instituído no Estado. No entanto a lei só foi aprovada apenas agora.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Paraná lança plano para enfrentar violência contra crianças e adolescentes


Da Aen

Duas iniciativas destinadas a combater a violência contra crianças e adolescentes foram lançadas nesta quarta-feira (18) no Paraná: a campanha “Doe Sua Voz” e o Plano Estadual de Enfrentamento às Violências Contra Crianças e Adolescentes. Ambos foram apresentados em Curitiba durante evento alusivo ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que foi aberto pela secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, e reuniu representantes do governo estadual, de entidades sociais e do sistema de garantia dos direitos.

“O objetivo deste encontro é propor uma abordagem interdisciplinar e voltada para o engajamento de toda sociedade, na defesa de uma infância saudável e protegida. É com crianças felizes, e com seus direitos respeitados, que construiremos uma sociedade mais justa”, disse Fernanda Richa.

A campanha “Doe Sua Voz” visa sensibilizar o cidadão e propor o engajamento para que todos os tipos de violência contra a criança e o adolescente sejam denunciados.

“A campanha é uma estratégia para mobilizar e convocar a sociedade, e um importante instrumento de fortalecimento da Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente”, explica Aline Fioravante, presidente da Comissão Estadual Interinstitucional de Enfrentamento à Violência Contra Crianças e Adolescentes e coordenadora de Proteção Social Especial da secretaria.

PLANO – Também foi apresentado o Plano Estadual de Enfrentamento às Violências Contra Crianças e Adolescentes, que define ações de âmbito estadual para o enfrentamento da violência. O plano, elaborado por entidades da sociedade civil e o governo do Estado, servirá de base para que os municípios elaborem ações de prevenção e combate à violência.

“Este plano nos mostra a importância da atuação em rede no Paraná. Só assim ampliaremos o combate à violência, sem perder toda uma geração para a ausência de cidadania”, disse o procurador-geral do Ministério Público, Olympio de Sá Sotto Maior.

“O Ministério Público tem absoluta confiança no Conselho Estadual de Defesa da Criança e Adolescente, na Comissão Estadual Interinstitucional de Enfrentamento à Violência Contra Crianças e Adolescentes e na secretária Fernanda Richa, que possui a sensibilidade necessária para promover avanços sociais”, acrescentou o procurador-geral.

A secretária da Justiça e Cidadania, Maria Tereza Uile Gomes, e a vice-presidente do Conselho Estadual de Defesa da Criança e Adolescente (CEDCA), Edna de Paula, também participaram do evento.

Houve ainda uma palestra com a médica pediatra Luci Yara Batista Pfeiffer, coordenadora do programa de atendimento a crianças e adolescentes em situação grave, e uma apresentação do coral infantil Sou da Paz, sob a regência do maestro Plínio Oliveira.

A apresentação do Plano Estadual de Enfrentamento às Violências Contra Crianças e Adolescentes também acontecerá em cidades do interior do Paraná. As primeiras cidades a receber o evento serão Londrina, no dia 24 de maio, e Foz do Iguaçu, no dia 27.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Paraná poderá ter programa piloto de desenvolvimento sustentável

O Programa de Cidades do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) quer implantar no Paraná um piloto de um programa de sustentabilidade, transformando-o em referência mundial. A proposta foi apresentada nesta segunda-feira (16) ao governador Beto Richa pela diretora do Programa de Cidades do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU), a australiana Elisabeth Ryan, que esteve no gabinete acompanhada do secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano, Cezar Silvestri, e dos técnicos da Copel Eduardo Manoel Araújo e Rosane de Souza, especialistas em gestão estratégica para a sustentabilidade.

“Apresentamos ao governador o Programa de Cidades Sustentáveis, que está sendo desenvolvido em cidades de alguns países, juntamente com a proposta de fazermos do Paraná o primeiro Estado sustentável do mundo. Esse projeto foi muito bem recebido pelo governador”, disse Silvestri. “Queremos implantar no Paraná esse projeto piloto e fazer dele referência para o mundo inteiro”, completou Elisabeth Ryan.

O programa prevê a criação de uma rede multisetorial para o desenvolvimento sustentável, envolvendo entidades da sociedade civil, as diferentes instâncias governamentais, empresas públicas e privadas e organismos nacionais e internacionais de financiamento. O trabalho envolve, entre outras vertentes, a mobilização da sociedade para participar da discussão da agenda pública, a organização e qualificação de informações para subsidiar decisões e a busca de recursos para executar os projetos destinados a alcançar as metas definidas – tudo isso tendo como pano de fundo a sustentabilidade.

De acordo com o secretário Silvestri, a proposta está afinada com o plano de governo de Beto Richa para o Estado e se identifica com sua forma de administrar. “Devido ao grande número de audiências públicas que ele realizou ao longo de seu mandato como prefeito de Curitiba, consideradas um sucesso e que permitiram intensa participação da sociedade civil, o projeto se encaixa perfeitamente na sua forma de administrar. Ou seja, administrar com a participação da sociedade, procurando fazer com que as cidades sejam realmente sustentáveis, não só na área ecológica e ambiental, mas socialmente e economicamente”, afirmou o secretário.

“Nos reunimos com os técnicos da Copel que já iniciaram esse trabalho em duas cidades do Paraná, com a intenção de estender o programa a todas as demais cidades paranaenses. Contamos também com a participação de uma técnica da ONU, pois a instituição tem o maior interesse que tenhamos um estado inteiro desenvolvendo esse programa”, explicou o secretário. “Com a chancela do Estado, será possível atrair recursos e obter financiamentos de organismos nacionais e internacionais para projetos e ações representativas e estruturantes.”

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Contra pichação, artistas grafitam a pista do Gaúcho


O cinza do cimento na pista de skate da praça do Redentor (Gaúcho) deu lugar ao colorido das tintas de artistas curitibanos do grafite. O trabalho de grafitagem, feito semana passada, serve para evitar a pichação da pista. A praça foi toda reformada pela Prefeitura.

A grafitagem foi coordenada pela Federação de Skate do Paraná, com autorização da Prefeitura. A tarefa de grafitar a pista levou três noites inteiras, para que no sábado (7) a pista estivesse livre para torneio de skate Drop Dead Origins, uma parceria da empresa Drop Dead com a Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude. “Usar o grafite é uma maneira de deixar a pista mais bonita e evitar a pichação, geralmente os pichadores respeitam o grafite, e esperamos que isso aconteça lá na pista também”, diz o presidente da Federação de Skate do Paraná, Christian Aurélio Pereira.

As tintas usadas na grafitagem foram doadas por uma empresa de tintas. O mesmo trabalho de grafite está sendo planejado pela Federação de Skate para ser feito na pista do Jardim Ambiental, no Alto da XV.

A pintura agradou skatistas que frequentam a pista do Gaúcho. “Ficou muito legal, mais alegre, bem melhor do que aquelas coisas feias de pichação”, diz Gelson Gabriel Souza.

Os artistas que assinam o grafite na pista de skate são: Olho Wodzynski, Jorge Galvão, Thiago Syen, Silvio Rodolfo, Anthony Nathan, David Heal, Valdecinbless, Marciel Conrado, Artestensiva, Rafinha, Ness e Vinícius Pavan.

Reforma - A mais antiga pista de skate de Curitiba, a do Gaúcho, passou no fim de 2009 pela primeira grande reforma desde sua inauguração em 1978.

A principal interferência feita pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente foi no piso da pista, que foi raspado e recebeu nova camada de granitina (cimento misturado com pedriscos) e impermeabilizante. O material do novo piso foi sugerido por skatistas que usam a pista.

Com a ajuda da Federação dos Skate, a Secretaria do Meio Ambiente também instalou mais três obstáculos novos na pista. “A Prefeitura foi parceira, e na medida do possível fez o que nós pedimos, e a pista melhorou”, afirma o presidente da entidade, Christian Pereira.

Beto Richa é o novo presidente do PSDB do Paraná

Nos próximos dois anos, o PSDB do Paraná será comandado pelo governador Beto Richa. O nome foi aclamado por delegados de 90 municípios na convenção do partido, realizada neste domingo (17), em Curitiba. O deputado estadual Valdir Rossoni, que até então conduzia a sigla, foi eleito vice-presidente.

A mesa executiva terá ainda o deputado federal Alfredo Kaefer, como segundo vice-presidente, e o deputado estadual Ademar Traiano, como secretário-geral. Fernando Ghignone, presidente da Sanepar, ficará responsável pela tesouraria do partido, enquanto o vereador João Cláudio Derosso, presidente da Câmara Municipal de Curitiba, será o secretário executivo. Assume a liderança do partido na Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado estadual Francisco Bührer. A convenção estadual homenageou o deputado federal Affonso Camargo, que morreu no dia 24 de março, aos 81 anos de idade e 54 anos de vida pública.

Beto Richa assume o PSDB paranaense pela segunda vez (foi presidente em 2003) com o desafio de preparar o partido para as eleições municipais do ano que vem - trabalho que vai exigir união e critério. “Estou honrado em merecer a confiança de todos e poder presidir o PSDB. Aceitei mais esse grande desafio na minha vida e vou trabalhar muito para retribuir essa confiança”, disse. Segundo ele, a sigla está organizada no Estado, mas precisa se fortalecer para atingir densidade eleitoral.

Para Beto, o PSDB do Paraná estará presente com muita força em todos os municípios e terá candidatos a prefeito na maioria deles. Também vai continuar unido aos partidos aliados, que historicamente caminham com o PSDB, e, juntos, têm conquistado bons resultados nas urnas. “O PSDB vai crescer adquirindo musculatura e não gordura. Mesmo porque agora o partido é poder. Por isso, teremos muito critério na atração de novas lideranças”.

O novo presidente convocou toda a militância para participar das decisões partidárias. “Faremos um partido aonde todos vão opinar e participar. Esse é o meu estilo. Administrei Curitiba dessa forma e conquistamos os melhores índices de aprovação popular do país. O mesmo estou fazendo no governo do Estado, onde já iniciamos as audiências públicas para ouvir os anseios da sociedade paranaense. Então, é assim que farei no PSDB”.

Sobre disputas localizadas para a definição dos nomes que irão concorrer às prefeituras no ano que vem, Beto Richa disse que vai concentrar suas energias na busca da união. “Conciliar (interesses) é sempre aconselhável para o partido não sair rachado e enfraquecido. Defendo e concentro minhas energias em defesa da união. O grupo tem que estar unido, porque assim é muito forte para enfrentar a eleição de 2012. Se dividirmos forças, certamente daremos chances de os adversários terem um melhor desempenho nas urnas”, alertou.

A preparação do PSDB para o pleito de 2012 começa imediatamente. Dirigentes do partido vão percorrer as principais cidades do Estado até o mês de julho, buscando nomes que deverão disputar os cargos de vereador, prefeito e vice-prefeito. Também serão formalizadas as comissões provisórias de 309 municípios – em 90 o partido possui diretórios. Outra ação prevê a organização de segmentos dirigidos aos jovens, mulheres e aos núcleos de base.

Durante a convenção estadual, a Juventude Tucana elegeu seu novo presidente estadual. Edson Luiz Lau Filho assumiu o lugar que era ocupado por Marcello Richa. O evento realizado no Hotel Bourbon reuniu deputados federais e estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças de todas as regiões do Estado, além de presidentes de partidos aliados.

Assembleia aprova por unanimidade criação da Defensoria Pública

A Assembleia Legislativa aprovou por unanimidade, nesta segunda-feira (09/05), em primeira discussão, o projeto elaborado pelo Governo do Estado que cria a Defensoria Pública do Paraná. “Foi uma votação expressiva que reflete uma nova postura da Assembleia. Fizemos em menos de quatro meses o que os demais governos não fizeram em 20 anos”, afirmou o governador Beto Richa, que acompanhou a votação de Maringá, onde participou da segunda audiência pública do governo.

Nesta terça-feira o projeto volta à pauta parlamentar para a segunda votação. O líder do governo na Assembleia, o deputado Ademar Traiano (PSDB), responsável pela agilidade na tramitação do projeto, solicitou que o plenário seja transformado em comissão geral para debater emendas e aprovar definitivamente a proposta.

Traiano explicou que as algumas alterações foram feitas no projeto para adequá-lo à Constituição Federal, seguindo orientação da Associação Nacional dos Defensores Públicos. “Vamos ter esse projeto aprovado amanhã (10) e o governador o sancionará no dia 19 de maio, Dia Nacional do Defensor Público”, afirmou o deputado.

O texto prevê a criação de 333 cargos de defensor público, dos quais 207 serão contratados na primeira etapa – praticamente o dobro do previsto na proposta anterior. Além disso, a escolha do Defensor Público Geral será feita por eleição direta entre os integrantes da carreira.

Outro avanço é o artigo que estabelece a interiorização da Defensoria Pública, com pelo menos um Defensor Público em cada Comarca do Estado. O novo projeto também prevê a criação de uma Ouvidoria externa da Defensoria.

A proposta propõe ainda a contratação de 426 profissionais para a estrutura administrativa da Defensoria (eram 80 no projeto anterior). Serão 211 assessores jurídicos e 215 técnico-administrativos, entre profissionais do ensino superior e ensino médio.

“Onde houver ao menos um juiz e um promotor também haverá ao menos um defensor público”, afirma a secretária da Justiça e da Cidadania, Maria Tereza Uille Gomes, responsável pela elaboração do novo projeto.

Fernanda Richa anuncia início da Campanha Espalhe Calor

A presidente do Provopar Estadual Ação Social, Fernanda Richa, lança na terça-feira (10) a Campanha do Agasalho 2011, denominada “Espalhe Calor”. A meta para este ano é a distribuição de 150 mil cobertores, para 75 mil famílias em vulnerabilidade social no Estado. O lançamento está marcado para as 10h30, na Escola Social Coração de Jesus, em Piraquara, região metropolitana de Curitiba.

“Num primeiro momento atenderemos os municípios de menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) e aqueles localizados no chamado “corredor do frio”, onde são registradas as mais baixas temperaturas em nosso Estado”, disse Fernanda Richa. Na quarta-feira (11) ela fará o lançamento da campanha em outros cinco municípios paranaenses: Ponta Grossa, Cândido de Abreu, Cascavel, Dois Vizinhos e Palmas.

“Em cada um destes eventos distribuiremos 2 mil cobertores para mil famílias previamente cadastradas pelos municípios. No caso de Piraquara, vamos entregar ainda oito mil peças de roupas para dez instituições cadastradas no Centro de Referência da Assistência Social”, afirmou.

Fernanda Richa admite que a meta deste ano não supre a demanda. “É preciso ressaltar que o Provopar não se encontra em condições financeiras de atender todas as famílias cadastradas. Mas posso garantir que, como a campanha deste ano está focada em cobertores, haverá um aumento de 127% no número de unidades entregues em relação ao ano passado”, afirma. Em 2010, foram distribuídas 66 mil unidades.

“Ponta Grossa, um município com quase 300 mil habitantes, recebeu no ano passado apenas 100 cobertores do Provopar. A pior situação foi constatada em Cascavel, que não recebeu nenhum cobertor. Na campanha deste ano, esses municípios receberão inicialmente dois mil cobertores cada. Vamos atender as famílias em situação de vulnerabilidade social”, afirmou Fernanda Richa.

Além dos cobertores, o Provopar fará a entrega de roupas e calçados doados pela população. Ao longo da campanha serão implantados 2 mil postos de arrecadação de donativos.

Inicialmente serão 500 postos de arrecadação, montados nos quartéis do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, repartições públicas estaduais, supermercados Condor, Rede FarmaTotal, entre outros. A campanha conta com a parceria exclusiva da RIC TV.

Marcello Richa discute programa de juventude nacional em MG


O secretário de Esporte Lazer e Juventude de Curitiba e uma das principais lideranças da juventude do PSDB do Paraná, Marcello Richa, afirmou nesta quinta-feira (05), em reunião no diretório estadual do PSDB de Minas Gerais, em Belo Horizonte, que se faz necessário discutir em todo o país o projeto nacional de juventude tucana. “Temos de levantar a bandeira de construção de um projeto de juventude do PSDB, aliado com o trabalho realizado nos últimos anos no Paraná e com as positivas experiências em outros estados, buscando dar a nossa contribuição para os novos rumos do partido em nível nacional”.

Ao lado dos presidentes estaduais da juventude: Edson Lau Filho (Paraná); Paulo Mathias (São Paulo) e Caio Rodrigues (Minas Gerais) foram levantados pontos da organização da convenção nacional do segmento jovem do PSDB, que será realizado no próximo dia 28 de maio, em Brasília. Richa também acompanhou o senador tucano Aécio Neves, e outros líderes do PSDB, no 28º Congresso Mineiros de Municípios, no Expominas, onde foram abordados temas ligados a uma nova forma de governo e de administração municipal.

Secretário de Esporte Lazer e Juventude de Curitiba desde janeiro deste ano, Richa foi à capital mineira cumprir agenda institucional e conhecer programas da secretaria estadual de Esporte e Juventude de Minas Gerais, como o Plug Minas – Centro de Formação e Experimentação Digital. A iniciativa dedicada a estudantes de 14 a 24 anos, da rede pública de ensino, tem como objetivo desenvolver competências para lidar com os mais variados aspectos da cultura digital e das artes. Acompanhado pelo secretário de Ciência Tecnologia e Ensino Superior, Nárcio Rodrigues, conheceu programas para o público universitário.

Marcello Richa apresenta políticas para pessoas com deficiência

O secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Marcello Richa, realizou nesta quarta-feira (4), no auditório da Faculdade Dom Bosco, uma palestra sobre as perspectivas das políticas públicas para o paradesporto. O evento, que contou com a participação de 240 alunos da faculdade, faz parte da programação do Encontro de Educação em Fisioterapia (AFIS).

“O atendimento a pessoa com deficiência é uma das principais prioridades da Prefeitura, que tem buscado ampliar parcerias com entidades de ensino especial, oferecer equipamentos adaptados e capacitar seus funcionários no objetivo de fortalecer a prática esportiva como uma ferramenta de integração, superação e convívio”, disse o secretário.

Marcello Richa destacou que Curitiba é considerada referência no desenvolvimento de modalidades esportivas para a pessoa com deficiência, com trabalhos específicos realizados nos 24 Centros de Esporte e Lazer nas áreas de deficiência visual, auditiva, física, intelectual e de transtorno global de desenvolvimento.

Como exemplo deste trabalho especializado, citou o trabalho desenvolvido no Centro de Esporte e Lazer Plínio Tourinho, que em 2010 atendeu mais de 2.900 pessoas com deficiência. Com equipamentos e ambientes adaptados, o centro trabalha em parceria com unidades de ensino especial e oferta atividades esportivas adaptadas, como basquete, futebol, golfe-7 e boccia, além de ações recreativas e de lazer.

O secretário também ressaltou o extenso calendário de atividades voltadas à pessoa com deficiência para 2011, com destaque para ações como o Rally da Inclusão, que aconteceu em março e contou com 500 participantes; o Brincando com a Linha do Lazer, que aconteceu em abril e contou com 800 participantes; o Festival Acordar de Dança Adaptada, que será realizado no dia 16 de maio e o Dia da Cidadania Especial (DICES), que acontecerá no dia 4 de junho.

Do dia 15 a 26 de agosto acontecerá em Curitiba os Jogos da Integração e Inclusão, maior evento esportivo voltado para a pessoa com deficiência do Paraná. Em 2010 o evento contou com a participação de 1.211 paratletas de 28 entidades de ensino especial, bem como ofertou cursos para 97 professores e estudantes de educação física.

“O esporte funciona como um complemento ao trabalho de reabilitação da pessoa com deficiência, contribuindo para a melhoria da sua qualidade de vida, socialização e aumento da autoestima”, disse o secretário. “Iremos continuar trabalhando para ampliar essas ações, valorizando e divulgando cada vez mais o potencial da pessoa com deficiência”.