segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Contra a corrupção, a favor da democracia.

"A moral é o cerne da pátria. A corrupção é o cupim da república. República suja pela corrupção impune tomba nas mãos de demagogos, que, a pretexto de salvá-la, a tiranizam. Não roubar, não deixar roubar, pôr na cadeia quem roube, eis o primeiro mandamento da moral pública".

(Ulysses Guimarães, Presidente na Assembléia Nacional Constituinte. Discurso de Promulgação da Constituição da República Federativa do Brasil. Em 5 de outubro de 1988).

Em 05 de outubro de 1988 se iniciava uma nova era. Uma era de democracia plena, segurança jurídica, estabilidade das instituições republicanas. Colhiam-se os frutos da luta incansável de Mario Covas, Fernando Henrique Cardoso, Franco Montoro, José Richa, Vladimir Herzog, Tancredo Neves e tantos outros. Promulgava-se a Constituição Federal, lei suprema do país. Há 24 anos foi promulgado o fim da corrupção no Brasil e o início do controle e da fiscalização do poder público pelos cidadãos.

É com grande alegria que, 24 anos depois, vemos políticos comprovadamente envolvidos em corrupção sendo condenados pela instância máxima do país, o Supremo Tribunal Federal. Guardião da Constituição, o STF encampou a luta em prol das liberdades, da democracia e da justiça. "A lei é para todos", eis o recado enviado pelo STF ao país com o julgamento do Mensalão.

Contudo, os cidadãos curitibanos foram surpreendidos com a notícia veiculada pela imprensa de que o Ex-Ministro e chefe da Quadrilha do Mensalão, José Dirceu, já condenado pelo Tribunal protetor das liberdades e da democracia, receberá desagravo público em nossa cidade. Justamente em Curitiba, onde se realizou o Comício da Boca Maldita que deu origem ao movimento das "Diretas Já". Justamente em Curitiba, onde a democracia e as liberdades renasceram após 20 anos de regime de exceção.

Nós, membros da juventude não poderíamos silenciar diante deste absurdo.

Repudiamos, portanto, toda e qualquer iniciativa que tenha por objetivo manifestar apoio e/ou defesa de criminosos condenados pelo poder judiciário. Não podemos nos calar ante iniciativas que tenham por objetivo comprometer a credibilidade das instituições que sustentam o Estado Democrático de Direito, Estado que a duras penas foi conquistado pelo povo brasileiro.

Repudiamos de igual forma todas as tentativas políticas que vêm sendo promovidas por algumas pessoas mau intencionadas e que visam criar a farsa do "julgamento político". Temos a convicção de que já viramos, em definitivo e para sempre, a triste página da história do Brasil marcada pelos julgamentos políticos sem prerrogativas de defesa. Mais do que isto, repudiamos todos os argumentos que objetivam absolver o que há de pior para a política, para a democracia e para o povo brasileiro: o político corrupto.

Vale lembrar que este não foi o único e nem apenas mais um, mas foi o maior escândalo de corrupção da história do País.

O famoso Mensalão, instituído por lideranças do PT, representa uma ameaça à democracia e à liberdade dos brasileiros, pois não só burla os preceitos da democracia representativa como também reforça as seculares práticas clientelistas da política brasileira. Não podemos ignorar que este foi um esquema montado para atender a sede de poder de ambiciosos diretores partidários com o objetivo claro e único de se perpetuarem no poder de forma sombria, ilícita, inidônea.

O escândalo do mensalão é a mais alta tentativa golpista de se apoderar do Estado, não pela força, e sim pelo poder econômico. Abasteceram campanhas para chegar ao poder com dinheiro público advindo dos impostos pagos pelos brasileiros. O famoso caixa 2, tão repudiado pelo PT nas campanhas eleitorais (ou eleitoreiras), foi admitido por Delúbio Soares, que o confessou com a maior desfaçatez em seu depoimento na CPI que investigava o caso no Congresso Nacional.

Não só as campanhas, mas durante todo o mandato presidencial que a população conferiu ao PT com esperança, abasteceram com o dinheiro público os bolsos dos corruptos comprando seus votos e suas consciências.

Compraram votos porque não nunca foram comprometidos com a democracia, com a divergência de opiniões e com a liberdade de expô-las. Compraram votos porque sempre objetivaram construir um Estado que deveria atender aos intereses do partido, e nunca os da população. Compraram votos, pois seus líderes trazem em si a marca da indignidade, conforme muito bem exposto pelo Ministro Celso de Mello do STF. Compraram votos, porque entendem que o Estado deve servir aos seus interesses e não aos dos brasileiros.

Não repudiamos e jamais repudiaremos a divergência de idéias ou o embate de opiniões. A isso chamamos de respeito à democracia. Contudo, desmandos e ilegalidades no poder nós chamamos de crime. Não enxergamos nossos adversários, partidários ou políticos, como inimigos a serem aniquilados, mas como elementos da liberdade de pensamento, essencial para a democracia.

Entretanto, a democracia não pode ser travestida de carta branca para manifestações de exaltação a criminosos e repúdio à mais alta corte do país. Importante lembrar que hoje a maioria dos julgadores que compõem o STF estão lá por indicação do Ex-Presidente Luis Inácio Lula da Silva e seus companheiros do PT. O próprio Ministro Relator foi indicado pelo PT por ser um dos maiores estudiosos do Direito no Brasil.

Assim como Juscelino Kubitshcek possuia uma fé inquebrantável na democracia, também nós acreditamos na força do Estado Democrático de Direito. Nossa crença na justiça e nas liberdades não permitem que fiquemos apáticos diante do absurdo que representa o ato de "desagravo" ao já condenado José Dirceu.

Por fim, com estas convicções é que repudiamos esta vergonhosa atitude, cujo único propósito é legitimar a corrupção do Estado brasileiro. Finalizamos fazendo coro ao Supremo Tribunal Federal, afirmando ao Senhor José Dirceu que seu lugar é na cadeia, e não em Curitiba, a capital de todos os Paranaenses e cidade de todos os Brasileiros.

Paulo Krüger;
Evandro Mariot;
Joari Stahlschmidt;
Erika Feller;
Bruna Rizzi;
Felipe Aguillera;
Rodrigo Pereira;
Guilherme Chomatas;
Daniel Rodrigues;
Isabelle Rodrigues;
Gleison Machado;
Diogo Moya;
Edson Lau Filho;
Ellys Mello;
João Gatti;
Carlos Pijak;
Fabrício Souza;
Thiago Preis;
Leonardo Laux;
Cesar Vasco;
Michael Chicarelli;
Eduardo Kalinoski;
Luiz Alborghetti Neto;
Edgar Vasco;


quarta-feira, 17 de outubro de 2012

“Juventude e seus legados”, artigo de Matheus Leone

Ninguém ingressa na política à toa. Para Max Weber, “todo homem que se entrega à política, aspira ao poder – seja porque o considere como instrumento a serviço da consecução de outros fins, ideais ou egoístas, seja porque deseje o poder ‘pelo poder’, para gozar do sentimento de prestígio que ele confere”¹. Traduzindo, há pessoas que partem para a política (mandatária ou não) para lutarem pelo que consideram o bem comum, há pessoas que partem para a política para satisfazerem interesses escusos e pessoais e há pessoas que estão interessadas no poder apenas pelo prestígio que ele confere. Eu estenderia um pouco esse pensamento de Weber ao dizer que qualquer pessoa honesta que ingressa na política tem interesse em deixar um bom legado, um país melhor para as futuras gerações. Qual então deveria ser o nosso legado, o legado da Juventude do PSDB?

Nessas eleições, os cerca de 400 candidatos jovens têm a chance de deixar um legado importante na história de cada município brasileiro. É o legado da ética acima de tudo, da competência e do apreço pela democracia. Nós, jovens, somos inconformados por natureza, não engolimos a injustiça social e a corrupção. Não nos apresentamos como produtos prontos de uma sociedade. Somos a pira ideológica que aquece, anima, sacode e incentiva nosso partido. Devemos defender com garra o zelo com a coisa pública, a transparência, a fiscalização, a punição (justa e exemplar) para quem comete crimes e a lei da Ficha Limpa.

Juventude não é sinal de amadorismo, portanto os jovens candidatos que o PSDB apresentou devem deixar um legado de competência gerencial e parlamentar em seus municípios. Essa sempre foi uma marca de nosso partido e por ela somos reconhecidos pela sociedade. Um partido que tem a vontade, a coragem e a competência para fazer o que muitos consideram impossível.

Por fim, cada jovem tucano deve lutar para que a democracia saia mais forte desse processo eleitoral. Deve lutar para que esse processo eleitoral seja uma bela representação da importância da participação popular e da democracia como ferramentas de mudança social. Prezar pela democracia hoje passa também por lutar contra um projeto totalitário de poder que tentam implantar em nosso país.

Em um país onde um partido político tenta não apenas ganhar eleições, mas também dizimar adversários, é dever da oposição lutar com afinco para proteger o bem mais precioso que cada ser humano tem: a liberdade. Em um país onde um ex-presidente acha que pode manipular toda a sociedade para que eleitores votem em quem ele ordenar, é dever da oposição mostrar que está nas mãos do cidadão escolher seus representantes e não vice-versa. O político depende do povo, mas certos partidos querem plantar na cabeça dos eleitores que são eles que dependem dos políticos. Nossa obrigação moral é dizer não a esse projeto de controle e manipulação social.

Resta-nos concluir, que o grande legado que devemos buscar é a consolidação da nossa democracia sobre as égides da ética, da competência e da liberdade. Só assim a história nos olhará com simpatia e poderemos contar a nossos filhos e netos que transformamos nossa nação. Só assim poderemos olhar para o Brasil e vermos uma sociedade orgulhosa dos políticos que elege. A tarefa não parece fácil, e de fato não o é, mas como citei no começo, quem ingressa na política e é honesto ingressa para lutar pelo que considera o bem comum. Esse é o papel que nos cabe em uma democracia tão ameaçada por um projeto de poder totalitário. Será pelo cumprimento ou pelo descumprimento desse papel que seremos julgados pela sociedade e pelos livros de história.

* Artigo de Matheus Leone, militante do PSDB Jovem e graduando de Ciência Política na UnB

¹ WEBER, Max. “A Política como vocação”. Ciência e Política: duas vocações. São Paulo: Ed. Cultrix, 1993. Pag. 57.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

PM faz operação para instalação da UPS Vila Trindade, a 10a. de Curitiba

O processo para a instalação da décima Unidade Paraná Seguro (UPS) da capital paranaense foi iniciado na manhã deste sábado (13/10), no Bairro Cajuru, em Curitiba. Às 7 horas da manhã a Polícia Militar do Paraná, juntamente com a Guarda Municipal e Polícia Civil, iniciou o congelamento da Vila Trindade, área que receberá a UPS. Esta operação segue até a terça-feira (16/10), quando a base fixa será inaugurada pelo governo do estado no local.

Segundo o subcomandante-geral da PM, coronel Cesar Alberto Souza, que acompanhou o lançamento da operação, a décima UPS será denominada UPS Trindade e terá base na Rua Trindade, 1.000, com uma sede fixa. Mais de 150 policiais militares, em 20 viaturas, mais 27 integrantes da Guarda Municipal e duas viaturas da Polícia Civil, compõem a operação. “Na sequência, a exemplo das outras UPS, teremos 40 policiais militares fazendo policiamento comunitário de forma fixa no local”, garantiu o coronel.

O subcomandante também explicou que nesta vila há um diferencial. “Empregamos aqui um efetivo da Companhia de Cães (Canil), do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), para contribuir, por meio do faro, com os policiais na localização de drogas e foragidos”, explicou o coronel. A escolha da área para a instalação da décima UPS se deve aos números estatísticos registrados no local.

“De acordo com o censo de 2010, a taxa de homicídio no bairro Cajuru, para cada 100 mil habitantes, é de 37,42, sendo registrados pela PM de janeiro a 30 de setembro deste ano, 36 homicídios dolosos no bairro”, relatou o coronel. Os principais crimes registrados no Cajuru, além do homicídio, são furto, roubo e lesão corporal, o que a deve ser reduzido com a implantação da UPS. “Com esta UPS fechamos o plano destas unidades para Curitiba, neste ano”, lembrou César.

NÚMEROS - As ações da polícia nos bairros fizeram com que se reduzisse muito a presença de criminosos na região de Curitiba, e os índices de homicídios diminuísse, e esta é a intenção para a Vila Trindade também. “Um dos principais objetivos da instalação das UPS é diminuir o número de homicídios em todo o estado. Na capital, os homicídios dolosos tiveram uma redução de 31,65% se comparado os meses de agosto deste ano e do ano passado, sendo que neste foram registrados 54 homicídios dolosos e 79 no de 2011”, revela coronel Cesar.

As ações policiais realizadas em Curitiba fazem parte do pacote de medidas do Governo do Estado que prevê, além da contratação de profissionais de segurança pública e compra de equipamentos e viaturas, a implantação de 10 UPS até o fim deste ano na capital. “Procuramos trabalhar os pontos de forma científica e cirúrgica, com o serviço da corporação à frente da comunidade para que o Paraná tenha as melhores qualidades de segurança possível”, disse o subcomandante-geral.

PRIMEIROS RESULTADOS – Antes da entrada do efetivo da operação policial nesta manhã na vila, a PM já estava atuando fortemente desde a noite de sexta-feira (12), quando realizaram a prisão de três pessoas, dois homens e uma mulher. “Um rapaz foi abordado no Cajuru e com ele foram encontrados 100 gramas de maconha; após isso, ele indicou a origem da droga, e a PM seguiu até o local”, explicou o tenente Mivitz, que coordenou a equipe.

De acordo com ele, de posse do endereço, as equipes seguiram para uma rua entre o Bigorrilho e Mercês, onde localizaram um homem, uma mulher, 1,2 kg de cocaína, 1,2 kg de crack e mais 300 gramas de maconha, totalizando 400 gramas desta droga. Os presos e a droga foram encaminhados ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac/Sul) para que medidas cabíveis fossem tomadas.

“O foco das UPSs é a PM Comunitária, quanto mais tempo a gente passa, quanto mais a gente vai conhecendo a comunidade, quanto mais ela vai nos conhecendo, mais a comunidade confia na Polícia. Pedimos que a população ligue para o 181, passe informações, e dessa forma possamos prestar um serviço muito melhor, que se consolide e se torne definitivo”, diz coronel Cesar Alberto Souza.

POLÍCIA CIVIL - Para evitar que ocorram confrontos no dia do congelamento da área que recebe a UPS, feito pela Polícia Militar, a Polícia Civil faz, cerca de três meses antes, uma depuração da área. O setor de inteligência da Polícia Civil investiga, descobre os criminosos mais perigosos da região, vai ao Poder Judiciário, consegue os mandados de prisão e faz as prisões.

Especificamente para a instalação da UPS da Trindade, no Cajuru, que ocorreu neste sábado, foram presas 17 pessoas nos últimos três meses na região. Todas elas estão envolvidas com o tráfico de drogas ou com homicídios. Três mandados de busca e apreensão também foram cumpridos, resultando na apreensão de meio quilo de cocaína, quatro armas e munições.

ACEITAÇÃO – Logo nos primeiros minutos de operação já era possível ver a aceitação do trabalho policial por parte dos moradores, como é o caso da auxiliar de limpeza Ana Lima, que contará com a base da UPS em frente a sua casa. “Excelente, principalmente para mim que sou viúva, teremos mais segurança, nunca tive problemas, mas tem vizinhas que tiveram, com certeza agora teremos segurança mesmo”, disse.

Também compartilha da opinião de Ana o eletricista José Nilson Batista. “É importante ter a presença da polícia por aqui, as abordagens não incomodam, já sabemos como funciona e estamos acostumados, eu acho muito bom porque tem muitos elementos que se infiltram aí, assim nos sentiremos mais protegidos”, garante. Já o mecânico Luis Carlos Amaral disse que a população local precisa disso. “É uma necessidade, espero que façam um serviço bom e trabalhem pela comunidade”.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Celso de Mello condena 8 por corrupção ativa

Brasília - Decano do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello seguiu integralmente o relator do mensalão do PT, Joaquim Barbosa, e condenou oito réus pelo crime de corrupção ativa. Foram condenados por ele José Dirceu, Delúbio Soares, José Genoino, Marcos Valério, Cristiano Paz, Ramon Hollerbach, Rogério Tolentino e Simone Vasconcelos. Foram absolvidos por Mello o ex-ministro dos Transportes Anderson Adauto e a ex-funcionária da SMP&B Geiza Dias.

Em voto longo, Mello refutou o argumento de que os réus condenados neste processo são acusados só pelo fato de terem sido importantes figuras políticas. “Ao contrário, condenam-se tais réus porque existe prova juricamente idônea”, afirmou.

“Jogos políticos motivados por práticas criminosas não podem ser tolerados”, assinalou.

Ao analisar a conduta dos réus, destacou: “Estamos a tratar de uma grande organização criminosa que se posiciona à sombra do poder, formulando e implementando medidas ilícitas, que tinham a finalidade, precisamente, da realização de um projeto de poder.”

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

GOVERNADOR ANUNCIA NEUTRALIDADE NO 2º TURNO EM CURITIBA

O governador Beto Richa anunciou hoje (10) que adotará a posição de neutralidade no segundo turno das eleições para prefeito de Curitiba. “Respeito o resultado das urnas e, como governador, pretendo estabelecer com o novo prefeito o mesmo relacionamento de respeito que mantenho e manterei com os atuais e futuros prefeitos do Paraná. A parceria com todos os municípios é importante para que o Estado possa avançar, criar oportunidades e reduzir desigualdades sociais”, afirmou Richa.

Condenação de Dirceu e de outros petistas será confirmada hoje

Brasília – Na sessão do julgamento do mensalão do PT desta quarta-feira, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) devem concluir o julgamento sobre 10 acusados de corromper parlamentares da base aliada, entre os quais estão a antiga cúpula petista. Faltam votar o decano Celso de Mello e o presidente da Corte, Carlos Ayres Britto.

Após o encerramento do capítulo sobre corrupção ativa, o relator Joaquim Barbosa começará a ler o voto sobre seis pessoas ligadas ao PT acusadas de lavagem de dinheiro.

Na sessão de ontem, foi garantida a maioria pela condenação do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, do ex-presidente do PT José Genoino e do ex-tesoureiro Delúbio Soares. Além do trio petista, os ministros consideraram Marcos Valério, Ramon Hollerbach, Cristiano Paz, Rogério Tolentino e Simone Vasconcelos culpados pelo crime de corrupção ativa. Geiza Dias e o ex-ministro Anderson Adauto foram absolvidos.

Ex-advogado do Partido dos Trabalhadores (PT), Dias Toffoli foi o único ministro a absolver Dirceu durante a sessão de ontem. Para ele, não há provas de que o petista, que foi seu chefe no governo Lula, corrompeu parlamentares para garantir apoio político no Congresso. O ministro, no entanto, votou pela condenação do ex-presidente e do ex-tesoureiro do PT, José Genoino e Delúbio Soares, respectivamente.

Mas para a maior parte dos integrantes do STF, Dirceu negociou com a diretoria de BMG e Rural empréstimos a Valério que seriam usados para comprar apoio de parlamentares. As reuniões ocorreram na presença de Valério, Genoino e Delúbio. Apesar de não haver documento comprovando que Dirceu influiu na liberação do dinheiro, há proximidade de datas entre a concessão dos empréstimos e as reuniões. A maioria dos ministros considerou esta uma evidência de que a participação do réu foi fundamental para o esquema.

“A ilicitude advém do contexto em que os fatos se entrelaçam, na medida em que o chefe da Casa Civil se reúne exatamente com os dirigentes das instituições financeiras que advogam em interesses privados alheios à competência do ministro e que concedem, inclusive com coincidência temporal, os malsinados empréstimos utilizados para irrigar a corrupção de parlamentares”, disse Gilmar Mendes.

Em um voto cheio de ironias, Marco Aurélio Mello defendeu a tese do Ministério Público de que Dirceu era o chefe da quadrilha do mensalão do PT. “José Dirceu teve uma participação acentuada nesse escabroso episódio”, definiu o ministro, acrescentando que não levou em consideração apenas o depoimento prestado pelo delator do mensalão, Roberto Jefferson, a quem se referiu como tendo prestado um “bom serviço ao Brasil e ao PT” ao revelar o esquema.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Ministro petista abre votação de hoje no Supremo Tribunal Federal

Brasília – Na sessão que pode definir o destino do ex-ministro José Dirceu e mais dois petistas da cúpula do partido, o Supremo retoma o julgamento do mensalão do PT com o voto do ministro Antônio Dias Toffoli. Embora tenha sido subordinado a Dirceu na Casa Civil e chegado à Corte por indicação do PT, o magistrado não deve se declarar impedido para julgar o ex-ministro. O voto de absolvição ao amigo pessoal e ex-chefe, José Dirceu, é dado como certo.
Além de ter exercido o cargo de subchefe de assuntos jurídicos da Casa Civil, o ministro foi advogado-geral da União no governo Lula e a namorada dele, Roberta Rangel, já defendeu outro réu no processo, o ex-deputado Professor Luizinho (PT).

O ministro-advogado do PT deixou a Casa Civil em julho de 2005, logo após a queda de Dirceu, em meio ao escândalo do mensalão. E também foi assessor jurídico da liderança do PT na Câmara dos Deputados entre 1995 e 2000.

No início do julgamento, apesar de ter sido questionado sobre sua isenção para julgar o caso, Toffoli resolveu participar do julgamento do mensalão e não encontrou resistência dos colegas ministros. Até agora, o único réu petista julgado foi o deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), absolvido por Toffoli e Ricardo Lewandowski de quatro crimes. Curiosamente, o relator Lewandowski já absolveu Dirceu, voto que deve ser seguido por Toffoli.

Pela ordem de antiguidade na Corte, depois de Dias Toffoli, votam Cármen Lúcia, Gilmar Mendes, Marco Aurélio, Celso de Mello e Ayres Britto.

Fonte: www.psdb.org.br

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Nota - Luciano Ducci

Muito obrigado a todos os curitibanos que acreditaram em minha candidatura.
Muito obrigado a todos que participaram em mais este grande momento da
democracia.
Muito obrigado à minha equipe e a todos que foram às ruas defender nossas
propostas.
Lamento que os ataques contínuos às conquistas de Curitiba tenham afetado
minha candidatura. Tenho orgulho da cidade onde moro com minha família e
dos grandes avanços dos últimos anos.
Parabéns aos candidatos que passam ao segundo turno.
Que Curitiba continue sempre na frente é o meu desejo.

Luciano Ducci
Rubens Bueno

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Bandeiraço pró Ducci

No próximo sábado (6) será realizado um bandeiraço pró Ducci. O ponto de encontro será na Rua João Negrão, esquina com André de Barros, às 9 horas. Estará presente Marcello Richa, presidente nacional da Juventude da JPSDB, Edson Lau, presidente estadual  e João Gatti, presidente municipal.

Contamos com a participação de todos. Vamos "Juntos" até a vitória!


Programa Luciano Ducci 40

Confira o último programa Luciano Ducci 40!


terça-feira, 2 de outubro de 2012

Novos terminais do Capão da Imbuia e Vila Oficinas

O prefeito Luciano Ducci vai modernizar os terminais de ônibus da Regional Cajuru. Os terminais do Capão da Imbuia e Vilas Oficinas ganharão novos visuais, ficando mais confortáveis para os passageiros. O novo desenho, que vai ser adotado em todos os terminais da cidade, trará mais comodidade no embarque e desembarque e espaço para que os passageiros possam esperar os ônibus com mais segurança.

 A melhoria dos terminais faz parte do plano de governo de Luciano, que também prevê a construção do Clube da Gente do Cajuru, Sacolão da Família Centenário e a implantação do Ligeirão Campo Comprido/Centenário/Pinhais. Também serão construídas uma Unidade de Saúde no Acrópole e o Sacolão  Curitibano Centenário e será feita a  ampliação da Unidade de Saúde São Domingos. Outra obra é a implantação do binário nas ruas Olga Blaster e Nivaldo Braga.

Luciano já está construindo a nova Rua da Cidadania, que vai abrigar todos os serviços municipais, além de serviços estaduais e federais. Assim, a Prefeitura ficará mais perto do cidadão, em um prédio com três andares, na avenida Maurício Fruet.

Outra obra que começa no começo do próximo ano é a creche na rua dos Ferroviários, para 200 crianças. O recurso já está garantido com o governo federal e o terreno já foi adquirido pela Prefeitura.

55 Km de asfalto novo - o prefeito Luciano já está trazendo asfalto novo para a frente das casas dos moradores dos bairros Cajuru e Capão da Imbuia. São 23 quilômetros de pavimentação, que vão beneficiar 65 ruas até o fim do ano.
As equipes estão trabalhando em ruas de ônibus e também em áreas comerciais e residenciais. Assim, Luciano vai deixar mais rápida e segura as viagens de ônibus e acabar com a lama e a poeira na frente das casas.

Mercado Regional  no Cajuru
Os moradores da atual Regional Cajuru ganharam o Mercado Regional do Cajuru - o primeiro Mercado Municipal de bairros. O espaço tem produtos hortifrutigranjeiros frescos, vindo direto de produtores rurais. Também tem praça de alimentação e lojas de produtos diversificados.

Transformação em números
- 2,5 mil raio-x serão feitas por mês na Central de Raio-x do CMUM Cajuru;
- 560 novas vagas foram criadas com a construção de três creches no Cajuru.

Programa Luciano Ducci 40

Confira o último programa Luciano Ducci 40, que fala sobre a saúde!

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Proposta do Luciano Ducci: Eliminar a miséria em Curitiba

Com Luciano Ducci e Beto Richa, Curitiba foi a capital que mais reduziu a pobreza e a miséria: 65% de redução em 6 anos. Agora, Luciano vai avançar mais.  Vai erradicar a miséria em Curitiba, retirar 6 mil famílias da beira de rios e atender mais 10 mil famílias no Família Curitibana, inclusive com bolsa alimentação de R$ 50 por mês.

Outras propostas
- Ofertar cursos profissionalizantes para 70 mil jovens nos Liceus de Ofícios;
- Construir o Restaurante Popular Boqueirão, que serve almoço a R$ 1,00;
- Implantar os Armazéns da Família Jardim Gabineto e Vila Torres e realocar os Armazéns Fazendinha e Maria Angélica;
- Construir os Sacolões da Família Centenário, Maria Angélica, Vila Torres, Jardim Gabineto e São João Del Rei.

Muitos avanços conquistados desde 2005
- Luciano Ducci e Beto Richa criaram a passagem de ônibus a 1 real aos domingos, para as famílias;
- Implantaram 4 Restaurantes Populares, que servem 5.000 refeições a 1 real na hora do almoço;
- 22 mil casas da Cohab foram entregues;
- Foram construídos 15 Armazéns da Família, que atendem 250 mil famílias cadastradas em Curitiba e RMC.
- Foram construídos 45 Centros de Assistência CRAS para atender quem mais precisa;
- 7 mil famílias são atendidas no programa Família Curitibana;
- Luciano construiu 5 Sacolões da Família e o Mercado Regional Cajuru.

Além disso, Luciano é o único candidato que garante que a passagem de ônibus vai continuar custando R$ 1 aos domingos.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

“Escolha errada fará Curitiba perder avanços sociais”, afirma Luciano Ducci

Na última sexta-feira (21)  O prefeito Luciano Ducci afirmou que os curitibanos devem comparar propostas dos candidatos e cuidar para não ser iludidos por promessas vazias. “Nesta eleição é preciso comparar. A escolha errada fará com que Curitiba perca avanços sociais”, disse Luciano durante encontro no Campina do Siqueira. Ele também afirmou que há muita promessa e pouca explicação de como serão cumpridas as propostas.

O prefeito disse que há candidato prometendo de tudo, de forma irresponsável. “Um pai e mãe de família gastam o que podem e planejam o que fazer para melhorar a casa. Um prefeito faz o mesmo. Planeja e faz o possível e tenta conseguir mais recursos para melhor a vida das pessoas que mais precisam”, disse.

Luciano entende que seria fácil prometer e dizer que vai fazer tudo, como se tivesse na mão uma varinha mágica. “Mas nossas propostas são factíveis, com recurso garantido e tudo planejado. É falsa a ideia do candidato que diz que quando assumir vai fazer tudo no primeiro dia. O orçamento do ano que vem está sendo definido neste ano. E o prefeito terá que fazer o que está aprovado na Câmara”, disse.

O prefeito trabalha muito para conseguir recursos para poder fazer cada vez mais para os curitibanos. O resultado desse esforço: mais de R$ 3,5 bilhões em novos investimentos para a próxima gestão. São verbas para a construção do metrô, obras de drenagem, pavimentação e as melhorias para a Copa do Mundo.

Mais preparado - Junto com o governador Beto Richa, o prefeito se encontrou com a comunidade árabe.  Luciano destacou o trabalho de valorização do comércio e da revitalização de ruas comerciais que estão recebendo calçadas especiais, nova iluminação especial, asfalto e drenagem. “São melhorias para estimular o comércio e também para gerar mais emprego na cidade”, disse ele.

Kamal El Oumairi, vice-presidente da Sociedade Beneficente Muçulmana do Paraná, disse que o prefeito Luciano Ducci é o melhor candidato a prefeito para estas eleições. “Luciano terá o apoio da comunidade árabe de Curitiba, que vê nele o candidato mais preparado para governar Curitiba”, disse. No encontro, também estava o xeique Mohamad Sadek Ebrahim.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Programa Luciano Ducci 40

Assista o último programa Luciano Ducci 40 , que fala sobre "alimentação de qualidade".

Moradores da CIC terão escola profissionalizante

O prefeito Luciano Ducci cedeu o terreno para construção da primeira e Escola Profissionalizante em parceria com o Governo do Paraná. A nova escola técnica para capacitação de jovens e adultos será construída ao lado da Escola Municipal Albert Schweitzer, na CIC. A Rede Profissionalizante, proposta de Luciano, contará com quatro escolas técnicas.

As obras de construção da escola profissionalizante na CIC começarão no fim deste ano. “Em outubro, será feita a licitação para início das obras e, dentro de aproximadamente um ano e meio, devemos concluir o trabalho e começar os cursos”, disse o vice-governador Flávio Arns.

A Escola Técnica contará com laboratórios de metalmecânica, eletrônica básica, metrologia, instalações elétricas prediais e industriais, sala de informática, salas de aula e espaço administrativo. A Escola vai receber 180 alunos, que vão ter laboratórios de física e química, uma quadra esportiva coberta. Será também adaptado um espaço da Fundação Cultural para capacitar mão de obra nas atividades de sonoplastia, câmeras e edição de vídeos.

“Não podemos ficar perdendo tempo e discutindo sobre o estudante ser do estado ou do município. Esta divisão não pode ser uma barreira para a tomada de decisões”, afirmou Arns.

A nova escola irá atender estudantes do ensino médio. “Curitiba está crescendo, abrindo novas frentes de trabalho e criando emprego. Precisamos qualificar nossos jovens o mercado, ampliando assim as chances de melhores salários”, declarou Luciano Ducci.

A Rede Profissionalizante de Curitiba será constituída, a princípio, por quatro escolas de ensino profissionalizante, nas regiões Sul, Oeste, Norte e Leste de Curitiba, para atender a capital e Região Metropolitana. Mas o projeto prevê a inclusão de novas escolas. Essas escolas vão trabalhar em conjunto com os Liceus de Ofício, atendendo as demandas dos programas da Secretaria do Trabalho e potenciais trabalhadores do Programa Família Curitibana.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Luciano Ducci vai transformar antigo quartel em cinema, no centro da cidade

O prefeito Luciano Ducci vai transformar o antigo Quartel Riachuelo, na esquina das ruas Carlos Cavalcanti, no Cine Passeio. Uma escola de cinema com salas de projeção e terraço para exibição de filmes ao ar livre, além de outras atrações. O prédio foi decretado Unidade de Interesse Especial de Preservação. “O Cine Passeio está dentro de um conjunto de obras planejadas para a revitalização do centro da cidade”, afirma Ducci.

Uma das obras que estão no conjunto de melhorias da região é a revitalização da rua São Francisco, que está em obras.
Projetado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), o Cine Passeio será gerenciado pela Fundação Cultural de Curitiba. O equipamento terá de 2.500 metros quadrados, e o custo da obra previsto em aproximadamente R$ 6 milhões.

O novo cinema de rua de Curitiba terá três salas de projeção, com 111 lugares, abrigando os antigos cines Luz e Ritz que funcionavam na Rua XV de Novembro. Outra sala de projeção, de 87 lugares, será usada para cursos. Estão previstas ainda áreas de convivência e espaço para encontros e exposições.

A edificação e a localização do antigo quartel - no cruzamento das ruas Riachuelo com a Presidente Carlos Cavalcanti, no setor histórico e perto do Passeio Público - conferem uma importância simbólica para a memória da cidade e por isso foi considerado como unidade de interesse de preservação.

Perto do Cine Passeio, Luciano Ducci está revitalizando a Rua São Francisco. As obras incluem nivelamento da rua e da calçada, reforma da iluminação pública e pintura das fachadas. Parte da calçada sem valor histórico e tradicional será substituído por faixas vermelhas de concreto, parecido ao da rua Riachuelo, outra rua da região que foi reformada recentemente por Luciano.

UPS é instalada na Vila Sandra na CIC em Curitiba

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Festa de arromba do mensalão

A diferença entre apoio político e dependência de um governo centralizador

É de conhecimento de todos, que a maior parte dos tributos arrecadados - aproximadamente 70% - são geridos pelo Governo Federal. A consequência imediata deste modelo centralizador é a absoluta dependência dos Estados e Municípios para elaborar projetos inovadores e de acordo com as especificidades locais. Outra consequência negativa do atual modelo é notado nas campanhas municipais onde vemos candidatos das mais diversas correntes políticas rasgando elogios à chefe do poder executivo nacional com a finalidade de não gerar constrangimento algum no momento em que se reunirem para pedir o apoio financeiro necessário à implementação de novos projetos para seus municípios.
Reforma política e tribuária que visem a diminuição desta relação de dependência do Governo Federal se fazem urgentes, não só pelos problemas políticos à democracia que possam ocasionar, mas principalmente para dar um salto qualitativo nas políticas públicas brasileiras tão emergenciais há décadas e que até o momento encontram-se estagnadas. Basta lembrarmos os frequentes problemas em relação às áreas de saúde e educação que o Brasil inteiro sofre, sobrando para os municípios todo o ônus decorrente da incompetência administrativa instaurada em Brasília nesta última década.
Lembramos que recursos não faltam, pois a própria propaganda governista deu conta de divulgar a maravilha econômica brasileira ocasionada pelo crescimento econômico mundial até a crise de 2008, e que acabaram por mostrar toda sua fragilidade ao analisarmos o baixo crescimento do nosso PIB em 2012, estimando até o momento em menos de 2%, o pior entre os países emergentes, os chamados BRICS. Sem nenhum avanço consistente em sua infraestrutura e o atual estado de obras paralisadas ou sem sequer sair do papel, o Brasil vem demonstrando que perdeu uma década de oportunidades. O pior de tudo foi inflar os gastos públicos sem sequer conquistar avanços significativos de forma homogênea a todos os cantos do Brasil.
O que concluo com esta breve análise é que podemos atribuir poucos avanços brasileiros quanto às políticas públicas em sua maior parte às administrações municipais (quem executa) e permitir que o ônus recaia sobre quem lhe é direito, ou seja, o Governo Federal, afinal, a demanda por mais investimentos deve ser dirigida aos que gerem os abundantes recursos advindos dos impostos dos brasileiros.
Tendo em vista que interessa mais à boa administração garantir recursos para os investimentos necessários do que as velhas e improdutivas brigas políticas, não se admirem ao ver todos os candidatos às prefeituras municipais, norte a sul do Brasil, proferirem afagos à Presidente, uma vez que o que impera no modelo político brasileiro é a dependência do centralizador Governo Federal.

Luciano Ducci vai construir mais 22 creches em 2013

Na última terça-feira (17) o prefeito Luciano Ducci disse que vai começar em 2013 a construção de mais 22 creches municipais. O anúncio foi feito durante entrevista ao jornal RPC TV- primeira edição. Estas e outras obras de Luciano vão abrir mais 15 mil vagas em creches na cidade. 

“Logo após as eleições vamos assinar o convênio para receber os recursos e licitar para começar as obras em 2013. Temos bons projetos e articulação para conseguir recursos, além disso nossas equipes de planejamento urbano sabe aonde estão as demandas da cidade para essas obras”, afirmou o prefeito.


Das 15 mil vagas que Luciano vai abrir, 7 mil são para crianças de zero a 3 anos e 8 mil vagas na Educação Infantil de 4 a 5 anos. “Essa é nossa meta e nosso compromisso que está registrado em cartório”, destaca Luciano.


Veja onde serão construídas as novas creches:

1 - Sítio Cercado, rua Oseas Lazzari Stoterau - Xapinhal
2 – Tatuquara, rua Ernesto Germano Francisco Hannemann – Moradias da Ordem
3 - Sítio Cercado, rua Edvald Ribas Borba – Conjunto Prata
4 - Portão, rua Daisy Luci Berno 
5 – CIC, rua Capitão Argemiro Monteiro Wanderley 
6- CIC, rua Antonia Molina Bella – Vila Verde
7 – Umbará, rua Coronel Guilherme Theodoro Buest – Jardim Futurama
8- São João, rua Dinarte Caprilhone / Aureliano Azevedo da Silveira
9- Campo de Santana, rua Eleonora Brasil Pompeo 
10 - Campo Santana/Rio Bonito, rua Lucas Carvalho
11 – CIC, Estrada Velha do Barigui – Jardim Sabará
12- Bairro Novo, Rua Tijucas do Sul
13 – Ganchinho, rua Silvio Corazza
14 – Campo de Santana, rua Pedro Pilato Sobrinho
15 – Cachoeira, rua Paulo Kulik- Bairro Cachoeira
16 – Santa Cândida, rua Engenheiro Francisco Xavier Driesel - Bairro Santa Cândida
17- Uberada, CMEI Curumin (reconstrução), rua Dona Saza Láttes
18 – Cajuru, rua dos Ferroviários 
19 – Tatuquara, Bela Vista da Ordem
20 – Ganchinho, rua Silvio Corazza
21 – Boqueirão, rua Bartolomeu Lourenço de Gusmão, 2250 
22 – CIC, rua Maria Lúcia Locher de Athayde 

Proposta de Luciano Ducci para educação:

- Construir 5 novas Escolas Municipais: uma no bairro São João; duas no Ganchinho e Sitio Cercado; uma no Tatuquara e uma na Barreirinha;

- Implantar 10 Centros Educacionais em tempo integral em regiões de alta vulnerabilidade social; 

- Aumentar o atendimento escolar em tempo integral, com a oferta de 5.000 novas vagas de contraturno; 

- Instalar o Centro Municipal de Atendimento Especializado para Transtornos de Conduta e Autismo na nova escola da Vila Torres;

- Construir dois Centros Municipais de Atendimento Especializado no Cajuru e no Bairro Novo;

- Construir mais duas Escolas Especiais, no Tatuquara e na CIC; 

- Implantar o 2º terminal do Sistema Integrado de Transporte do Ensino Especial (SITES), na Região Sul;

- Instalar internet wireless banda larga em todas as salas de aula; 

- Distribuir 20.000 netbooks para os alunos com software educacional ;

- Um tablet para cada professor.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Luciano Ducci vai criar o Procon Municipal

O prefeito Luciano Ducci, candidato pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, vai criar o Procon Municipal. A proposta de criação da estrutura de defesa do consumidor curitibano será enviada à Câmara Municipal, quando for encaminhada, no fim de setembro, a Lei Orçamentária Anual (LOA).  O novo Procon terá cinco escritórios. Agora temos uma proposta concreta para ampliar o atendimento ao consumidor de Curitiba”, afirma Luciano.

O Procon municipal terá escritórios na região Central da cidade e nas zonas Norte, Sul, leste e Oeste. Os escritórios vão ficar em áreas de grande adensamento populacional e perto dos novos consumidores da nova classe C, que estão consumindo mais e, portanto, precisando de apoio na área de direito do consumidor.

A implantação do Procon será feita em parceria com o Governo do Estado, que vai repassar recursos destinados ao trabalho de defesa do consumidor. A Prefeitura também vai aplicar recursos próprios e vai contratar e capacitar os funcionários para o atendimento dos curitibanos.

A implantação do Procon Municipal será gradativa. A meta é implantar, a médio prazo,  cinco escritórios e, futuramente, estender os atendimento para as ruas da cidadania.

Luciano Ducci vai construir calçadão atrás da Catedral

O prefeito Luciano Ducci vai construir um calçadão na Travessa Nestor de Castro, que fica atrás da Catedral de Curitiba. A rua, que hoje abriga pontos de ônibus e divide o centro histórico da cidade, será subterrânea, formando um grande túnel da rua Barão do Serro Azul até a rua Augusto Stelfeld. “Esta é mais uma obra que vai modernizar o Centro de Curitiba. Na nova Travessa Nestor de Castro será construído um grande centro multimídia, para shows, como a Virada Cultural, Festival de Teatro e Bienal de Dança”, disse Luciano.

O projeto, que está no plano de governo de Luciano, prevê a construção de uma grande área de lazer, ligando o Centro Histórico e a Catedral. No calçadão, haverá áreas de convivências, com bancos e paraciclos, e espaço para shows.

No subsolo, haverá uma rua, onde serão transferidos os pontos de ônibus. O túnel será bem iluminado, com câmeras de vídeo e vai atender também calçadas para pedestres.



Melhorias na região central - Além desta obra da Travessa Nestor de Castro, Luciano tem programada a abertura do Cine Passeio, que vai ocupar o antigo quartel do Exército, na rua Riachuelo esquina com a 13 de maio. O novo cinema vai passar filmes a preços populares e também filmes de produção local.

Outra melhoria na região é a revitalização da rua São Francisco, que está ganhando novas calçadas, iluminação e a rua de paralelepípedo nivelada. A obra vai permitir que o comércio possa colocar mesas e cadeiras nas calçadas, formando um grande boulevard.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

“Lula era o chefe”, diz Marcos Valério à revista Veja

Brasília – Reportagem da revista Veja publicada no sábado (15) revela que o empresário Marcos Valério, apontado como o operador do mensalão do PT, tem dito em conversas “com pessoas próximas” que o ex-presidente Lula era o “chefe” da quadrilha responsável por um dos maiores esquemas de corrupção do país.

Com o resultado do julgamento da última quinta-feira – o STF condenou por lavagem de dinheiro oito dos dez réus acusados do crime –, Valério e seus ex-sócios Cristiano Paz e Ramon Hollerbach já somam condenações suficientes para receber pena de, pelo menos, 13 anos, em regime fechado. Valério estaria desolado com as condenações e a prisão. O abandono que sofreu por parte do PT seria o motivo das declarações.

Valério disse ainda que o partido desviou R$ 350 milhões para o esquema – quase o triplo do valor investigado pela procuradoria-geral da República. De acordo com a revista, Valério disse a pessoas próximas que Lula só não foi para o banco dos réus porque houve um silêncio por parte dele e dos petistas José Dirceu, ex-chefe da Casa Civil, e Delúbio Soares, ex-tesoureiro do partido.

“Não podem condenar apenas os mequetrefes. Só não sobrou para o Lula porque eu, o Delúbio e o Zé [Dirceu] não falamos”. E concluiu: “Lula era o chefe”.

A PGR afirma na denúncia que o mensalão foi alimentado por desvio de R$ 136 milhões. “O caixa era muito maior. O caixa do PT foi de R$ 350 milhões”, teria dito Valério.

Lula não se pronunciou sobre a reportagem. Mas já mandou “recado” por meio do governador da Bahia, Jaques Wagner (PT). Ele afirmou ontem que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nunca esteve com Marcos Valério.

O julgamento será retomado hoje sob o impacto das revelações atribuídas a Marcos Valério. O item seis começa a ser julgado hoje e tem entre os 23 réus o trio de caciques petistas Delúbio Soares, José Genoino e José Dirceu. Este último era considerado o braço direito de Lula à época da eclosão do maior escândalo político já visto no Brasil.
Fonte: psdb.org.br

Entusiasmo das ruas embala campanha de Luciano nos bairros

No último sábado (15) o prefeito Luciano Ducci, o governador Beto Richa e Rubens Bueno, candidato a vice-prefeito, percorreram bairros da cidade em carreatas. Pela manhã, junto com Fernanda Richa e diversos vereadores, o grupo percorreu a região do Pinheirinho, Novo Mundo e Capão Raso. No caminho, sempre saudados pela população, fizeram fotos e entregaram adesivos e cartazes.

Segundo Luciano, é contagiante ver o apoio das pessoas. "Isso se reflete nas pesquisas. Estas demonstrações nos empolgam ainda mais e nos dão a certeza da vitória de nosso projeto para continuar transformando a cidade e a vida das pessoas”, disse Luciano Ducci.

No período tarde, o grupo passou pelos bairros Xaxim, Alo Boqueirão, Sítio Cercado e CIC seguidos por mais de 120 veículos. Pelas ruas, Luciano recebeu cumprimentos e várias manifestações de apoio. As famílias sinalizaram com sinal de vitória e palavras de “já ganhou”.

A carreata passou por pelas ruas Eduardo Pinto da Rocha e Jussara, parque do Semeador, escolas, quadras cobertas e conjuntos habitacionais, entre eles o Vitória Regia.

Luciano Ducci cresce e lidera pesquisa do Ibope

O prefeito Luciano Ducci, candidato pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, subiu 8 pontos e assumiu a liderança na pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira (14), com 31% das intenções de voto. É a quarta pesquisa Ibope desde abril. Luciano cresceu 15 pontos percentuais no período.

“A pesquisa mostra nossa tendência de crescimento. Agora, estaremos mais presentes em todos os bairros, vamos conversar com ainda mais pessoas, para mostrar o trabalho que já fizemos e o que vamos fazer nos próximos quatro anos”, disse Luciano Ducci.

Na pesquisa, encomendada pela Globo/RPC, Luciano Ducci subiu de 23% para 31%, Ratinho Junior oscilou de 27% para 30% e Gustavo Fruet (PDT), caiu de 21% para 16%. 

Foram entrevistados 805 eleitores entre 11 e 13 de setembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral, sob o número 00162/2012.

Evolução - A primeira pesquisa do Ibope foi divulgada em abril. Luciano tinha 16%, Fruet, 26% e Ratinho, 24%. — Pesquisa registrada no TRE-PR, sob o número 001/2012.

Em 10 de agosto, Luciano tinha 25% no Ibope, Fruet com 24%, Ratinho Jr, com 23%, Greca, com 6%, Carlos Moraes, com 1%. — Pesquisa registrada no TRE-PR, sob o número 040/2012.

Na terceira pesquisa, de 24 de agosto, Ratinho Jr tinha 27%, Luciano Ducci, 23%, Gustavo Fruet, 21%, Rafael Greca, 6%, e Bruno Meirinho, 1%. Agora, Luciano Ducci cresceu 15 pontos e mantém a liderança na intenção de voto. — Pesquisa registrada no TRE-PR, sob o número 066/2012.


sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Debate na CNT: "Curitiba vai avançar ainda mais nos próximos 4 anos"

Na noite de ontem (13) o  prefeito Luciano Ducci, candidato pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, destacou os avanços sociais e as obras da cidade no debate da CNT. Luciano demonstrou que é o candidato mais preparado, tem experiência e conhece a cidade. O prefeito apresentou propostas para segurança, inclusão social, transporte público e de infraestrutura, além das melhorias que virão com recursos para a Copa Mundo.

Durante o primeiro bloco, Ducci apresentou o trabalho que está sendo feito na área de segurança, em parceria como governo de Beto Richa. O prefeito destacou o trabalho de combate à criminalidade nos bairros, feito em parceria pela Polícia Militar e Guarda Municipal. Ele disse que, na sua próxima gestão, Curitiba terá mais de mil câmeras nas ruas, terminais de ônibus e estações-tubo.

O prefeito também falou do seu trabalho de inclusão social, que reduziu 65% o índice de pobreza e miséria. O índice foi superior a média nacional de 42%, segundo o governo federal. Luciano destacou que retirou 7 mil famílias da beira do rio, regularizou 18 mil imóveis e que entregou 12 mil casas. Outra ação para melhorar a situação das famílias carentes foi a ampliação da rede de Centros de Referência de Assistência Social, que hoje conta com 45 unidades, sendo 15 consideradas referência pelo governo federal. “Vamos continuar investindo em saúde e na área de educação, para fortalecer a inclusão social e avançar cada vez mais”, disse Ducci.

No segundo bloco, o prefeito apresentou os avanços na área de transporte. Luciano disse que a prioridade é transporte de massa, com a implantação do Ligeirão Praça do Japão/Terminal Santa Cândida e, com a futura linha, Centenário/Campo Comprido. Também serão criadas faixas exclusivas para o Inter 2 e Interbairros II.

O prefeito disse que trabalhou para viabilizar o metrô curitibano, buscando recursos do PAC da Mobilidade e do governo estadual. Com estes investimentos, será implantado o metrô no trecho CIC/SUL, transportando 475 mil passageiros. “Temos o único projeto viável, que tem recursos garantidos para a sua construção”, disse.

Luciano vai concluir a Linha Verde do Atuba  à Fazenda Rio Grande. Ele destacou que a antiga rodovia tinha pista simples e que agora ganhou mais faixas, tornando mais seguro o trânsito.

No terceiro bloco, Luciano falou sobre os investimentos na Copa do Mundo. Ele disse que a cidade não vai gastar recursos públicos e que ainda vai receber cerca de R$ 850 milhões para obras viárias na cidade. Ele também disse que na Copa virá um grande número de turistas, que vão gastar em restaurantes e hotéis, além de Curitiba ser promovida para o mundo.

Serão criados novos espaços esportivos em Curitiba, como o Clube da Gente e o Centro da Juventude. Ele lembrou que o primeiro Centro da Juventude já está funcionado no Eucaliptos, com piscinas e pistas de Skate. E novos centros serão construídos no Bairro Alto e Santa Felicidade.

Nas considerações finais, Luciano Ducci lembrou que há dois anos como prefeito transformou a cidade num canteiro de obras, e vai fazer muito mais nos próximos quatro anos. ”Sou de falar pouco, mas de trabalhar muito”, afirmar.

Aproveitou ainda para destacar que na área da saúde vai construir o Hospital da Zona Norte da Cidade, com 250 leitos de internamento, cinco salas de cirurgia, ampliar o Hospital do Trabalhador. ”Também invesiteremos fortemente em mobilidade, e sou o único que defende de forma concreta o metrô, levar o ligeirão em todas as canaletas”, destacou.

A eliminação da miséria e da pobreza também foi foi destaca por Luciano como a grande meta mobilizadora da sua equipe na próxima gestão. ”Quero a oportunidade de continuar fazendo essas transformações”.

Luciano diz que Hospital Zona Norte terá parceria com Pequeno Príncipe e Estado

Quarta-feira (12) o prefeito Luciano Ducci, durante a entrevista na RICTV, anunciou que o futuro Hospital e Pronto-Socorro Zona Norte vai ser construído em parceria entre a Prefeitura, Governo do Estado e Pequeno Príncipe. O novo equipamento será construído no Bacacheri, perto da Base Aérea, com 250 leitos, 60 leitos de UTI e salas de cirurgias.

Ducci disse que lançou a proposta de construir o hospital em maio desde ano. Para viabilizar o projeto fez a intermediação com o governo estadual e o Pequeno Príncipe. “O novo hospital vai desafogar o atendimento na região norte de Curitiba e dos municípios vizinhos”, completou.

O prefeito também falou sobre o viaduto estaiado,no Guabirotuba. Lembrou que o projeto do viaduto foi aprovado pelo governo federal e Caixa Econômica. Luciano afirmou que esta obra faz parte de uma série de melhorias que estão sendo feitas na cidade para a Copa de 2014. Por conta do evento esportivo, Curitiba vai receber cerca de R$ 850 milhões para investir em obras viárias, na rodoferroviária e no monitoramento do trânsito.

Luciano Ducci ressaltou que na atual gestão cumpriu além do programado em seu plano de governo. Luciano disse que 85% das metas já foram alcançadas, 12% ainda estão executadas e 3% são metas que precisaram ajustes ou que foram substituídas ao longo da gestão. “Fizemos a mais do previsto, como a implantação do Ligeirão e obras de dragagens em rios”, disse.

Encontros - Após a entrevista, o prefeito esteve na Associação Brasileira de Assistência à Mucoviscidose reunido com representantes de associações que atendem pessoas com parkinson, fibrose cística, febre reumática e esquizofrenia. No encontro, o prefeito recebeu o apoio do presidente da Associação, Sérgio Sampaio.

Sampaio disse que Luciano tem sido parceiro de anos das associações de pessoas com doenças raras e com deficiência. Ele destacou que graças o apoio do prefeito e do governador Beto Richa, a entidade conta com medicamentos e apoio de especialistas.

Depois da reunião, o prefeito esteve com médicos e diretores Hospital São Vicente, que apresentaram o projeto de um novo hospital.