sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Horário eleitoral - programa Luciano Ducci!

Luciano Ducci lidera espontânea Datafolha

O Datafolha abriu sua pesquisa que mostra o prefeito Luciano Ducci liderando a espontânea com 19%, seguido de Ratinho Jr (18%), Gustavo Fruet (13%) e Rafael Greca (5%). Greca lidera a rejeição com 28%, seguido de Ducci (21%), Ratinho Jr (18%), Alzimara (15%), Avanilson e Bruno Meirinho - ambos com 12%, Carlos Moraes (11%) e Fruet (10%). 

Na estratificação da intenção de voto por partido, as coisas não são boas para Fruet. O pedetista tem 3% entre os que preferem o PSDB enquanto Ducci, tem 66%. Entre os eleitores petistas, o preferido é Ratinho Jr com 35%, seguido de Fruet (24%) e Ducci (23%). Entre os eleitores do PMDB, Ducci (33%) e Ratinho Jr (33%) lideram, seguidos de Fruet (15%) e Greca (15%).



quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Análise pesquisa DataFolha - 29/08/2012

O recém divulgado resultado da pesquisa eleitoral para a prefeitura de Curitiba nos traz um pouco de luz à campanha.

Em breve análise, podemos afirmar que Fruet está pagando caro ao subestimar o poder crítico do eleitor curitibano ao se aliar ao PT - partido o qual foi ferrenho opositor, sobretudo nas CPIs que investigavam o mensalão do PT, de Lula e José Dirceu. Mais do que isto, a confusão é tão grande que até mesmo o próprio candidato transparece enorme desconforto e insegurança em seus programas eleitorais.

O Ratinho Júnior - que surpreendeu a todos com seus índices de intenção de votos nas pesquisas - vêm se apresentando como um candidato forte e ao mesmo tempo assustador. Sem propostas objetivas e firmeza em seus posicionamentos políticos, tende a causar uma grande insegurança na população e nos seus próprios cabos eleitorais, uma vez que não temos notícias alguma da sua apática presença no congresso nestes anos em que foi deputado. Não levantou bandeiras e nunca se posicionou sobre os principais assuntos de relevância nacional, além de omitir-se em relação às CPIs que investigavam os freqüentes casos de corrupção no Governo Federal e nunca ter se manifestado sobre o mensalão – assunto de alcance nacional que vem causando uma grande expectativa da população pela condenação dos mensaleiros pelo STF. O silêncio, me parece ser motivado por uma falta de compreensão do que se passa no país.

O candidato, Deputado Federal desde 2006 – quando disputava a eleição ao lado de Rubens Bueno, hoje vice de Luciano Ducci – deveria ter adotado uma postura mais condizente com o que o eleitorado curitibano espera de seus parlamentares. Enfim, ao mudar de partido, um fato curioso é Ratinho Júnior se posicionou ao lado do PT no Governo Federal e votando sempre alinhado com João Paulo Cunha(PT), hoje condenado pelo ministros do STF no julgamento do mensalão do PT, pelos crimes de corrupção passiva e peculato. Toda esta apatia enquanto deputado, mostra que talvez não seja capaz de ter firmeza para conduzir o Poder Executivo curitibano, que comparado às administrações das demais capitais brasileiras, sempre ocupa posição de destaque sendo avaliada constantemente como a melhor do Brasil.

Já o candidato Luciano Ducci, mesmo sem o carisma do antecessor Beto Richa, vem se apresentando com mais segurança, pautando seu programa eleitoral com os pés no chão e com propostas mais consistentes. Me parece que talvez esta seja uma forma de demonstrar um pouco mais de respeito aos eleitores curitibanos ao não lhes apresentar idéias mirabolantes e absolutamente inviáveis. O candidato acaba por se apresentar como uma pessoa mais serena, mais séria, que sabe o que pode e o que não pode ser feito. O que é, e o que não é da competência do Município. Por vezes acaba frustrando alguns eleitores que demandam promessas com conteúdos fantasiosos, é verdade! Porém, acredito eu, que seja este o preço de uma campanha mais responsável e mais adequada às exigências da evolução da democracia moderna.

Com esta análise sobre o que tenho visto na campanha e sobre os candidatos, acredito que Luciano Ducci seja o favorito a vencer as eleições à Prefeitura de Curitiba. Quem decide é o eleitor. Veremos!

Paulo Krüger

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Luciano Ducci sanciona Lei do Metrô e dá andamento a licitação

Ontem (28) o prefeito Luciano Ducci sancionou a Lei do Metrô. A nova lei regulamen­ta a MP do governo federal que altera as regras gerais para a licitação e contratação de Parcerias Público-Privadas. "Agora podemos dar continuidade na licitação do metrô. Vamos publicar o edital nos próximos dias e começar a obra ainda este ano", disse Ducci.

A secretária da Administração, Dinorah Nogara e a procuradora-geral Claudine Betes se reuniuram ontem no Ministério das Cidades, em Brasília, e receberam a lista de documentos necessários para os serviços que serão executados por meio de PPP. Entre os documentos, estão a modelagem financeira, jurídica e regulatória do projeto. 

"Temos tudo pronto e estamos nos preparando para protocolar formalmente a documentação no Ministério até o final desta semana", disse Luciano Ducci. A partir do aceite da documentação, Curitiba poderá publicar o edital de licitação.


terça-feira, 28 de agosto de 2012

Luciano Ducci fala sobre os projetos e propostas para a saúde de Curitiba

Neste programa o prefeito Luciano Ducci, fala sobre os projetos e propostas para a saúde de Curitiba.

“Santa Felicidade será atração na Copa”, diz Luciano Ducci

Ontem (26) o prefeito Luciano Ducci, candidato pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, vai modernizar a infraestrutura de Santa Felicidade para receber turistas da Copa de 2014. Durante a caminhada na avenida Manoel Ribas, Luciano disse que está investindo e vai investir muito mais em obras viárias e na área de apoio ao turista para atrair mais visitantes, na região gastronômica.

“Santa Felicidade é um ponto turístico conhecido no Brasil e vai ser um das atrações da cidade para a Copa do Mundo. Por isto, haverá uma modernização na região para receber bem os turistas que virão em 2014”, disse Luciano, que também caminhou pela Feira do Largo da Ordem.

A região vai ganhar um posto de informações turísticas, onde será possível conhecer as atrações do bairro e também da cidade. Este posto terá pessoal treinado para repassar informações em diversos idiomas para atender melhor os visitantes.

Obras viárias vão melhorar o trânsito na região de Santa Felicidade. Uma das obras prevê a abertura de uma rua paralela a Manoel Ribas, que passará por trás dos restaurantes, melhorando a circulação de veículos.

Também está prevista a revitalização da avenida Manoel Ribas, entre as ruas Saturnino de Miranda e o contorno Norte. Na mesma região, será feito o prolongamento da via Vêneto, que vai ser estendida até o Contorno Norte.  Também serão feitas melhorias de iluminação na região e a conclusão da Fredolin Wolf, melhorando o acesso ao bairro de Santa Felicidade.

Após a caminhada, Luciano e Marry Ducci foram almoçar no Restaurante Madalosso, onde se encontraram com a proprietária do restaurante, Flora Madalosso.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Câmara de Vereadores aprova Lei do Metrô

Hoje (27) a Câmara de Vereadores de Curitiba aprovou por unanimidade a lei que faz a readequação necessária ao projeto do metrô, conforme previsto às novidades da MP editada pelo governo federal agora em agosto. Com a decisão, a empresa vencedora da licitação do Metrô Curitibano poderá receber de forma antecipada a verba para a obra.

Apesar de ser uma medida federal, a prefeitura precisou se adequar às novas normas para a obra do metrô. Com a nova regra, a empresa que vencer a licitação da obra poderá receber, por etapas, a verba pública para a realização das obras, desde que, de acordo com a MP, siga normas e cronogramas pré-estabelecidos com o poder público.

Amanhã (28) o texto aprovado ainda vai passar pelo segundo turno, se aprovado, será entregue para a sanção do prefeito Luciano Ducci.


Luciano Ducci junto com 7.000 jovens contra as drogas

Na noite de sábado (25) o prefeito Luciano Ducci, candidato pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, compareceu ao Nocaute a Crack, evento desenvolvido pela ONG Saúde e Esporte e realizado pela Força Jovem. Idealizado pelo pastor Valdemir Soares, o evento é parte da campanha contra as drogas “Curitiba te quero sem drogas”, e atraiu de 7.000 jovens no Círculo Militar do Paraná.

Luciano Ducci, que é admirador do trabalho do pastor Alexandre Mendes, coordenador da Força Jovem, disse que os eventos fazem uma diferença muito grande na luta contra as drogas em Curitiba e que é preciso que cada vez mais jovens se engajem e participem desse movimento.

“Sou fã da Força Jovem e do trabalho que todas as igrejas fazem em Curitiba para afastar os jovens das drogas. É uma grande mobilização, onde as pessoas participam de forma sadia”, disse o prefeito. “A luta contra o crack é fundamental. E você só vence com mobilização, com pessoas envolvidas. Como prefeito fico feliz, porque tive a oportunidade de participar e contribuir nesse processo”.

O Nocaute ao Crack teve combates de MMA profissional e amador, Jiu-Jitsu, Submission e Muay Thai amador. No octógno, as principais atrações foram os enfrentamento em combates de Rafael Carvalho x Luis Kado; David Valente x Alexandre Pedroso e Gian Fiori x João Paulo. O público ainda apreciou apresentações do BOPE da Polícia Militar, de Hapkido, cosplay, Djs e MCs, entre outras atrações. O evento teve apoio de diversas entidades, empresas e organizações não governamentais e do município, por meio da Secretaria Municipal Antidrogas e da Secretaria Municipal de Esporte Lazer e Juventude.

Provisão -  Ainda no sábado, Luciano Ducci compareceu a um culto de Ação de Graças, na inauguração da Catedral da Provisão, no Xaxim, durante as comemorações do aniversário de 18 anos do Ministério da Provisão, liderado pelo apóstolo Cristiano Neto.

Alvos de Deus - À noite, Luciano Ducci compareceu a um evento de comemoração do aniversário de um ano da Banda Alvos de Deus, mantido pela Igreja Quadrangular da Vila Real, dirigida pelo reverendo José Ormelez, onde grupos de jovens de diversas igrejas dos bairros Órleans e São Braz dividiram o palco para apresentações artísticas, de dança e canto.

Ormelez destacou o trabalho de Luciano Ducci. “Luciano está sempre em contato com o povo evangélico, nos apoia, é parceiro dos nossos projetos, e por isso tem nosso apoio, porque é uma pessoa qualificada, temente ao senhor”, disse o reverendo.

O pastor João Santana, lembrou o trabalho de Luciano com políticas públicas voltadas aos jovens, por meio das Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e Juventude, do investimento em educação básica e especialmente na área de saúde. “Não podemos entregar nossa cidade para inexperientes, porque não temos tempo para errar”, afirmou Santana.


Hoje, Câmara aprova projeto do metrô, diz Luciano

O prefeito Luciano Ducci adiantou a um grupo de 150 empresários que o projeto do metrô será aprovado na Câmara de Vereadores hoje (27). “Com a aprovação, vamos fechar o acordo com o Ministério das Cidades, permitindo a publicação do edital de licitação”, disse o prefeito às lideranças empresariais dos bairros Pinheirinho, Tatuquara e CIC.

Luciano disse que trabalhou muito para viabilizar o projeto de metrô, garantindo R$ 1 bilhão a fundo perdido do governo federal, mais R$ 300 milhões a fundo perdido do governo estadual e que o restante dos recursos são da Prefeitura e da parceria com a iniciativa privada. “Tem candidato prometendo mudar o modelo de metrô ou fazer aerotrem. Mas só este projeto tem aprovação da presidente Dilma Rousseff e a garantia do governo federal. O dinheiro que virá só pode ser usado para este projeto, ou então perdemos o financiamento”, disse.

O prefeito explicou aos empresários que o metrô vai fazer parte da rede integrada de transporte. Assim o passageiro poderá ir de um lado para outro pagando uma passagem de ônibus e depois seguir o restante da viagem de metrô. Luciano disse que entre as melhorias previstas na região está a finalização da Linha Verde até o contorno Sul. “A Prefeitura garantiu que a duplicação que está sendo feita da Fazenda Rio Grande até o Contorno Sul tenha espaço para canaleta de ônibus, que será feita pelo governo estadual. Assim, o Ligeirão vai até Fazenda Rio Grande”, disse o prefeito.


sexta-feira, 24 de agosto de 2012

“Incentivo à impunidade”, análise do Instituto Teotônio Vilela

Divergências são comuns em julgamentos. Mais que isso, são bem-vindas, porque asseguram o exercício do contraditório e, em alguns casos, preservam réus de linchamentos ditados pela burra unanimidade. Muito diferente é quando o direito de divergir acaba servindo para premiar as piores afrontas cometidas por criminosos confiantes de que são impunes.

Por esta razão, são nefastos os efeitos previsíveis do voto proferido ontem pelo ministro Ricardo Lewandowski livrando o petista João Paulo Cunha das acusações de crime de corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro no processo do mensalão. A manifestação do revisor pode acabar servindo de salvo-conduto a falcatruas e abrir uma porteira de absolvições para quem, durante anos, assaltou os cofres públicos.

Em 2003, o deputado do PT sacou R$ 50 mil de uma conta de uma das empresas de Marcos Valério numa agência do Banco Rural em Brasília. Ato contínuo, a SMP&B, uma das firmas do operador do mensalão, abocanhou um contrato de R$ 10 milhões com a Câmara dos Deputados, que Cunha então presidia. Há evidências de que uma coisa esteve ligada à outra.

Para despistar, à época o parlamentar enviou sua esposa à agência para sacar a dinheirama. No transcurso da apuração do processo, primeiro Cunha negou que tivesse passado pelo banco. Com a mulher flagrada por câmeras de vídeo, mudou a versão e disse que ela fora ao Rural pagar contas de TV a cabo – revelando que sabia da origem ilegal da grana. Pego novamente na mentira, acabou admitindo o saque polpudo, mas sustentou que os recursos teriam servido para pagar despesas de campanha.

Esta história da carochinha obteve ontem o aval do ministro do Supremo. Com seu voto, Lewandowski reduziu o delito praticado pelo então presidente da Câmara dos Deputados – e, naquela condição, o segundo na linha sucessória presidencial – a um “mero” crime eleitoral. O revisor do processo do mensalão parece considerar que traficar dinheiro à margem da lei é mal menor.

Embora importante, o voto do revisor é apenas um dos 11 que serão proferidos no caso – ou dez, se não der mesmo tempo de Cezar Peluso, prestes a se aposentar, votar. Cabe esperar que os demais não deem razão ao ministro nem hipotequem apoio a tão descabida tese. Será deletério se a posição de Lewandowski prevalecer.

Afinal, o caso de João Paulo Cunha é um dos mais emblemáticos da postura petulante do PT em relação às instituições. O deputado é o único mensaleiro que, a despeito de estar no banco dos réus da mais alta corte do país, disputa a eleição deste ano: é candidato a prefeito de Osasco, rica cidade da região metropolitana de São Paulo.

Só a confiança na impunidade, ou a insolência explícita, explica como o PT não apenas lançou um mensaleiro como candidato, como também escalou uma ministra de Estado – no caso, Miriam Belchior, do Planejamento – para figurar ao seu lado nos vídeos da campanha eleitoral. O voto do ministro Lewandowski mostra-se conivente com esta deplorável situação.

É grave que o revisor tenha relevado, por exemplo, as idas e vindas da versão de Cunha. Ou tenha ignorado laudo da Polícia Federal que atestava contratações fictícias dentro do contrato firmado pela Câmara com a SMP&B. Ou, ainda, desconhecido que os saques do deputado e de outros políticos no Rural fossem escamoteados pela agência de publicidade como “pagamento de fornecedores”.

Como destacou o ministro Joaquim Barbosa, que na segunda-feira pediu a condenação do parlamentar, por quase dois anos a origem, a movimentação, a localização e a propriedade dos R$ 50 mil sacados pelo petista Cunha no Rural foram mantidos ocultos. Também sequer foram informados aos órgãos de fiscalização competentes, num claro indício de lavagem de dinheiro.

A tudo isso, Ricardo Lewandowski ontem ignorou. O revisor do processo do mensalão preferiu basear-se na tese de que não houve “ato de ofício” que permitisse caracterizar a prática dos crimes imputados ao deputado petista. Foi o mesmo argumento aceito pelo Supremo, em 1994, para absolver Fernando Collor de Mello. Como se percebe, João Paulo Cunha e os vários mensaleiros que poderão ser beneficiados pela postura complacente do ministro estão todos irmanados em boa companhia.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

O Paraná merece respeito

Por Beto Richa (*)

O Paraná se sente preterido pelo novo pacote de programas logísticos do governo federal, anunciado pela presidente Dilma Rousseff – o chamado “PAC das Concessões”. Esse novo PAC, que pretende a duplicação de 7,5 mil quilômetros de rodovias e a construção de 10 mil quilômetros de ferrovias pelo país e projeta investimentos de R$ 133 bilhões, não destina um único real para atender aos pleitos do nosso Estado.

Ao contrário. As ações que afetam o Estado parecem ter sido concebidas de forma a gerar prejuízos econômicos aos paranaenses. Tanto o traçado das ferrovias quanto a bitola escolhida (nossa malha ferroviária é métrica e a do PAC é larga, de 1,60 metro) induz o escoamento da produção do Centro-Oeste e do próprio Paraná para portos de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Que não se acuse precipitadamente o Paraná de “não ter projetos consistentes”, porque projetos temos, e eles já foram apresentados diretamente aos ministérios do governo federal. Exemplo é o traçado da Ferroeste de Cascavel a Maracaju (MS), cujo Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental está sendo conduzido, há mais de um ano, pela Valec, estatal federal.

Queremos muito a modernização ferroviária, inclusive com nova ligação até o Porto de Paranaguá. Mas este trecho ainda não foi acolhido pela Valec, embora o Paraná o tenha reivindicado para o estudo de viabilidade. 
Sobre “projetos consistentes”, cabe ainda um esclarecimento adicional: o Paraná não pode, por força legal, sair por aí fazendo projetos executivos sobre obras que, por jurisdição, estão afetas ao governo federal. A lei de improbidade administrativa vale para todos os entes federativos. Apresentamos, sim, demandas sólidas, justas, mas os projetos cabem a quem detém o poder legal – e a obrigação – para isso.

Nenhuma das prioridades rodoviárias do Paraná – algumas delas históricas – levadas ao governo federal foi atendida até agora. Entre elas cito a BR-163, duplicação entre Cascavel e Capitão Leônidas Marques, o trecho entre Alto do Amparo e Imbituva da BR-153, a Transbrasiliana, a pavimentação da BR-487, a Estrada Boiadeira, entre Porto Camargo e Cruzeiro do Oeste, o trecho Campo Mourão-Roncador-Palmital da BR-158 e a BR-101, a Translitorânea.

É certo que alguns desses trechos não devem fazer parte das concessões, mas mereceriam a consideração do governo federal no que se refere à conclusão de investimentos que há anos enfrentam solavancos.
No terreno das concessões, nos interessam mais os trechos ferroviários. Dos 12 investimentos previstos no plano federal, somente dois cortam o Paraná, mas de forma marginal e com resultados desastrosos para a economia do Estado.

Ficaram fora do pacote as demandas ferroviárias cruciais do Estado, como o trecho entre Guarapuava e Paranaguá e o ramal Cascavel-Guaíra-Maracaju. Enfim, não existe até agora, em todo o PAC, uma única ação capaz de eliminar nossos gargalos logísticos.

Lembro que o Paraná ocupa apenas 2,34% do território brasileiro e abriga 5,5% da população do país. Mas somos responsáveis por 15,4% da produção agrícola. Por 19% do abate de suínos e 25% de aves. Nosso Estado gera 6,7% do valor agregado da indústria do país, 8,1% do emprego industrial e lidera a atração de investimentos privados. Com essa contribuição ao país não podemos compreender, nem aceitar, um projeto que parece idealizado para varrer o Paraná do mapa brasileiro.

Quero acreditar que não exista aí nenhuma relação política de causa e efeito. Se houver, a tradicional acidez da política paranaense terá sido levada para um nível de selvageria nunca visto.

Torço para que se trate apenas de uma coincidência muito infeliz. Uma situação que possa ser revertida no momento em que a presidente – com quem mantenho excelente relação pessoal e administrativa – se der conta dos prejuízos que o Paraná pode vir a sofrer. Acredito que haverá correções nesse pacote. Inclusive nos capítulos de portos e aeroportos, ainda inéditos. Porque o Paraná merece respeito.

Beto Richa é governador do Paraná.

Obras em Curitiba não podem parar por conta das eleições, diz Luciano Ducci

Luciano Ducci assina pacto pela criança e adolescente

Ontem (21) o prefeito Luciano Ducci, candidato pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, assinou no Ministério Público, um pacto pela infância e juventude, onde se compromete a investir ainda mais em ações que resultem na proteção e na melhoria da vida de crianças e jovens.

O termo de compromisso com a infância e juventude, assinado pelo prefeito, contém 22 itens sugeridos pela campanha Compromisso pela Criança e Adolescente do Ministério Público. “Trabalho com crianças desde 1979, quando optei pela pediatria como especialidade na medicina, e também a oportunidade de implantar políticas públicas voltadas às crianças e jovens como o Mãe Curitibana, o exame de rotina de HIV nas gestantes que ajudou a salvar milhares de vidas, e tantas outras ações efetivas. E vou continuar fazendo das crianças e da juventude prioridade da minha gestão”, destacou Ducci.

O evento contou com a participação do procurador geral de Justiça, Olympio de Sá Sotto Maior Neto e de promotores da Justiça da área da Infância e Juventude, além de crianças e participantes da Rede de Instituições de Acolhimento de Curitiba e Região Metropolitana (RIA).

Luciano destacou que participou da criação da Rede Municipal da Criança Vítima de Violência, que mobilizou toda a Prefeitura e principalmente a Secretaria da Saúde. Também esteve junto na implantação do Centro Vida. “Antes dos CAPS, CREAS E CRAS existirem, já fazia políticas de reabilitação para fortalecimento das famílias”, afirmou Luciano.

Atualmente, Curitiba conta com 40 Centros de Referência de Assistência  Social, e é reconhecida pelo Governo Federal como a maior e melhor rede de acolhimento e encaminhamento das famílias. “Vou continuar investindo nos CRAS, mas também na outra ponta com mais vagas em creches, Centros da Juventude e no Comunidade Escola”, disse o prefeito.

Educação – Para a área da Educação, Luciano falou sobre as propostas de criar mais 15 mil vagas na próxima gestão: 7 mil na Educação Infantil e as demais para crianças de quatro a seis anos. Entre 2005 e 2012 foram abertas 10 mil vagas em creches municipais.


Hoje começa o programa do Luciano Ducci

Hoje começa o programa do Luciano Ducci no horário eleitoral da TV. Serão apresentadas propostas para uma Curitiba cada vez melhor com planejamento, trabalho e respeito com todos os moradores. Sem mágicas. Projetos sustentáveis que vamos executar juntos. Acompanhe, avalie, participe. Dê sua opinião e envie sugestões através do nosso site www.luciano40.com.br e nos ajude a fazer os próximos programas com a sua participação.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

“Caminhar pra frente é ter mais uma vez Luciano por Curitiba, pelo Paraná e pelo Brasil”, diz Aécio Neves

Na noite de ontem (20) um evento de adesão e apoio à candidatura do prefeito Luciano Ducci, candidato pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, realizado no Clube Curitibano, teve a participação de 1.300 pessoas. O senador mineiro Aécio Neves, o deputado federal Roberto Freire, presidente do PPS, e o governador Beto Richa participaram do encontro, que atraiu lideranças políticas e do empresariado curitibano.

“Luciano tem uma equipe extraordinária, gestão pública de qualidade, que é a melhor forma de melhorar a vida das pessoas, com meritocracia e com capacidade de produzir resultados”, declarou Aécio Neves, que escolheu Curitiba como primeira cidade para participar de um evento de campanha.
Roberto Freire afirmou que o PPS abriu mão de um grande de deputado federal, mas que Curitiba terá em Rubens Bueno como vice-prefeito um grande aliado, com vocação para administrador público. “Ao lado de Luciano Ducci, o PPS vai honrar o compromisso de administrar a cidade com austeridade, respeitando a história de desenvolvimento urbano, pois hoje quem quiser discutir cidades melhores deve olhar para Curitiba com respeito”, declarou.

Luciano Ducci falou sobre o orgulho que tem da evolução dos indicadores sociais de Curitiba, desde 2005, colocando a cidade em posições de destaque, como no Índice de Desenvolvimento de Educação Básica, onde Curitiba apresentou pela quarta vez consecutiva a melhor nota entre as capitais. Outro avanço conquistado nesse período é a redução de 65% na redução da pobreza e da miséria, e a inclusão social pela moradia, com o número significativo de famílias que foram retiradas de áreas de riscos como beira de rios para moradias próprias e dignas.

“Eu e o Beto enfrentamos desafios como o da habitação, e conseguimos melhorar a vida de 10 mil famílias que viviam em condições precárias e insalubres”, disse Luciano. “Como os desafios de uma cidade são constantes e diários, tenho o compromisso de continuar esse trabalho e fazer o mesmo por outras seis mil famílias. E vou trabalhar incansavelmente para acabar com a pobreza e a miséria na nossa cidade”, declarou.

Para essa tarefa, Luciano terá o apoio do governador Beto Richa. “Eu tenho essa sorte de ter um parceiro e um governador amigo da cidade, coisa que você já não teve quando foi prefeito, Beto”, disse Luciano.
Em dois anos como Governador do Estado, Beto Richa está aportando recursos para diversas obras de desenvolvimento urbano da cidade, como o Anel Viário e a renovação de ruas comercias em diversos bairros, que passam por melhorias estruturais e de renovação urbana.

“Luciano não foi apenas um vice, ele foi prefeito junto comigo. Conhece a cidade como nenhum outro candidato, e tem soluções para garantir a qualidade de vida da nossa gente. Não podemos perder todas essas conquistas, e Luciano Ducci é a garantia do bom trabalho por Curitiba”, destacou Beto Richa.

No jantar compareceram ainda lideranças políticas como o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni, o deputado federal de Minas Gerais, Rodrigo de Castro, o ex-ministro e deputado federal do Paraná, Reinhold Stephanes, o ex-governador João Elísio Ferraz de Campos, além de deputados estaduais.


segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Luciano Ducci e Beto Richa assinam nesta semana protocolo para construção do Hospital da Zona Norte

Na noite da última sexta-feira (17) o prefeito Luciano Ducci, candidato pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, e o governador Beto Richa assinam nesta semana o protocolo de intenções para a construção do Hospital Zona Norte. Luciano disse que o novo hospital será construído no Bacacheri, em um terreno entre a Linha Verde e a Base Área do Bacacheri. O anúncio foi feito para cerca de 500 pessoas, que participavam da inauguração do comitê Luciano40, no Bairro Alto.

“Esta parceria com o governador Beto Richa vai garantir para a cidade um hospital moderno, especializado em traumas e emergências, que terá, por exemplo, UTIs, leitos de internamento e salas de cirurgia, atendendo Curitiba, Almirante Tamandaré, Colombo e Pinhais”, disse o prefeito.

O novo hospital vai somar a ampliação rede municipal de saúde. Na sexta-feira (17), Luciano autorizou a licitação para a construção das unidades de saúde Coqueiros, Campo Alegre e Jardim Aliança, além das novas sedes das Unidades de Saúde Sabará e Xaxim.

Em seu discurso, o prefeito dedicou uma homenagem especial para os funcionários da Secretaria Municipal de Educação, por conseguir que Curitiba ganhe pela quarta vez consecutiva o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), entre as capitais brasileiras. “Todos os dias as mães de 150 mil crianças, de seis meses a 10 anos, deixam seus filhos em escolas e creches e sabem que eles ficaram em boas mãos”, disse.

Parceria - Após inaugurar o comitê, Luciano foi ao Rebouças onde esteve com mil pessoas, que participavam da inauguração do vereador Felipe Braga Cortês. Ducci afirmou que tem trabalhado para melhorar a cidade, em parceria com os vereadores municipais. “Eles nos ajudam a promover a transformação da cidade, apoiando importantes projetos de melhoria para a cidade”,completou.

Luciano Ducci, Beto Richa e Rubens Bueno lideram carreata com festa dos moradores no Pinheirinho

Na manhã do último sábado (18) bandeiras, música e gritos de “Luciano, estamos contigo” nas ruas marcaram a carreata com Luciano Ducci, Beto Richa e Rubens Bueno que percorreu o bairro pinheirinho. A carreata, com cerca de 80 automóveis, chamou a atenção de centenas de moradores e comerciantes do Pinheirinho, que acenavam e cumprimentaram com gestos de apoio a candidatura de Luciano Ducci. “A população está muito participativa. Por onde passamos somos recebidos com carinho, com entusiasmo. É uma campanha alegre e cheia de calor humano”, destacou Luciano.

A concentração aconteceu na praça da rua professor Zacarias Liteka e seguiu pela rua Cid Marcondes de Albuquerque, depois pela José Osiris Baglioli e seguiu pela Winston Churchill. Nesta última via, os comerciantes acenavam e mostravam a iluminação especial que Luciano implantou para melhorar a segurança dos pedestres e valorizar o comércio. “Por onde passamos tinha marcas do trabalho do Luciano, seja pavimentação, academia ao ar livre, iluminação. Luciano é continuidade dos acertos que mudam a cidade e a vida das pessoas pra melhor”, afirmou o governador Beto Richa.

Antes da carreata, Luciano, Beto e Rubens também caminharam pela rua Izaac Ferreira da Cruz com dezenas de pessoas. A rua, que tem uma grande concentração de comércio e serviços, está sendo preparada para receber câmera de segurança, assim como outras ruas do Pinheirinho que já receberam o dispositivo que ajuda a Guarda Municipal e a Polícia Militar a enfrentar a criminalidade com mais eficiência. 
Habitação - Depois do Pinheirinho, Luciano passou pelas obras dos conjuntos habitacionais que estão construídos na região do Guanchinho, onde conversou com operários e operárias. No Guanchinho estão sendo construídas três mil moradias. As primeiras unidades começam a ser entregues dentro de dois meses.

Junto com as novas moradias do Guancinho, Luciano está levando para a região creche e escola municipal e uma escola estadual em parceria com o Governo do Estado, linha de ônibus. “Daqui alguns anos, as famílias que vierem morar aqui poderão seguir de ônibus até a estação Nicola Pelanda e fazer a integração com o Metrô para seguir ao centro da cidade, pagando uma única tarifa”, lembrou Luciano.


sábado, 18 de agosto de 2012

Curitiba é a capital do saneamento no país

Pela segunda vez consecutiva, Curitiba tem os melhores índices de saneamento entre as capitais estaduais brasileiras, de acordo com ranking do Instituto Trata Brasil que compara 25 indicadores do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento Básico publicado pelo Ministério das Cidades. Maringá subiu cinco posições em relação ao levantamento divulgado no ano passado e já é a segunda melhor nos serviços de água tratada, coleta e tratamento do esgoto doméstico entre todos os 5.564 municípios brasileiros, atrás apenas de Santos (SP).

Para o ranking, são considerados a população total atendida com água tratada e com rede de esgoto, tratamento do esgoto por água consumida, índice total de perda de água tratada e tarifa média praticada, além de investimentos. Entre as 100 melhores cidades brasileiras em saneamento básico, sete são paranaenses, todas atendidas pela Sanepar. Londrina está em 10.º lugar. Na seqüência aparecem Ponta Grossa (15.º), Foz do Iguaçu (34.º), Cascavel (43.º) e São José dos Pinhas (57.º).

“Essas cidades devem continuar subindo no ranking e outras devem entrar na lista das melhores em breve, porque estamos investindo em obras de ampliação em todos os 345 municípios que atendemos no Paraná”, afirma o presidente em exercício da Sanepar, Antônio Hallage. Até 2014, a Sanepar investirá R$ 2 bilhões em obras de saneamento no Paraná.


sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Luciano anuncia a construção de duas escolas especiais e um centro para autismo

Na noite da terça-feira (15) o prefeito Luciano Ducci, candidato pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, anunciou que vai construir duas escolas especiais e um Centro Municipal de Atendimento Especializado para Transtornos de Conduta e Autismo, na Vila das Torres. O anúncio foi feito para cerca de 100 lideranças de instituições, que atuam na defesa dos direitos das pessoas com deficiência, na sede da Universidade Livre para Eficiência Humana (Unilehu), na Vila Izabel. 

Ducci afirmou que as novas escolas especiais vão ser construídas no Tatuquara e CIC, na região sul da cidade,aumentando a rede de atendimento para pessoas com deficiência em Curitiba. “Mas a Prefeitura não atende este setor sozinho, que envolve mais de 350 mil pessoas na cidade. O município precisa da parceria com entidades e organizações governamentais que atendem as pessoas com deficiência, por isto vamos reforçar e investir mais nessas parcerias”, disse.

O prefeito também disse que, para melhorar o atendimento para pessoas com deficiência, vai criar Centro Municipal de Atendimento Especializado para Transtornos de Conduta e Autismo, junto à nova escola da Vila Torres. “É mais uma área que passa ter um cuidado especial da Prefeitura”, disse.

Outra melhoria é a construção de mais um terminal de ônibus do Sistema Integrado de Transporte do Ensino Especial (SITES), também na Região Sul. A Prefeitura já está negociando o terreno do novo terminal, que vai se somar ao existente no Cristo Rei.

O prefeito também disse que seu plano de governo prevê a construção de dois Centros Municipais de Atendimento Especializado, um no Cajuru e outro no Bairro Novo. “Também estamos investindo na melhoria da acessibilidade. Hoje todos os projetos urbanos são analisados pela Secretaria Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, para que as obras sejam construídas adequadamente”,completou.

No encontro, Luciano recebeu uma série de propostas do Fórum Paranaense das Entidades de Pessoas com Deficiência, as quais o prefeito pretende incluir no seu plano de governo. “O que não foi contemplado nós vamos incluir”, disse.

A representante do Fórum, Mirella Prosdócimo, disse que o prefeito Luciano Ducci tem feito muito pelas pessoas com deficiência em Curitiba. Ela destacou que Luciano tem melhorado a acessibilidade e garantido apoio às entidades do setor.

O vice-governador Flávio Arns também participou do encontro.

Beto Richa assina mensagem do reajuste de professores universitários

Ontem (15) em Curitiba, o governador Beto Richa assinou a mensagem para envio à Assembleia Legislativa do anteprojeto de lei que propõe um reajuste de 31,73% no salário dos professores das instituições estaduais de ensino superior. A medida prevê o pagamento a partir de outubro, em quatro parcelas anuais de 7,14%. 

O reajuste faz parte do plano de equiparação salarial dos docentes com o quadro técnico das universidades estaduais. “Estamos honrando um compromisso assumido no início da gestão com os professores universitários, uma reivindicação antiga, justa e merecida”, afirmou o governador. 

Richa disse que toda a equipe do governo trabalha com esforço para corrigir defasagens encontradas na administração pública. O secretário-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Sebastiani, informou que o pagamento das demais reposições de 7,14% será realizado sempre no mês de outubro. “O nosso governo busca corresponder às expectativas do funcionalismo e da sociedade, mas também dedica muita atenção às limitações impostas pela Lei de Responsabilidade Fiscal”, disse.

O sistema de ensino superior público do Paraná é formado por sete universidades estaduais com mais de 120 mil acadêmicos nos cursos presenciais e à distância. Representa hoje um orçamento de cerca de R$ 1,3 bilhão por ano, inteiramente custeado pelo Governo do Estado, embora constitucionalmente o ensino superior seja de responsabilidade do governo federal.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Beto Richa libera mais R$ 34 milhões para universidades estaduais

Ontem (15) o governador Beto Richa autorizou a liberação de R$ 34,16 milhões para obras de melhoria da infraestrutura nas sete universidades estaduais do Paraná. O repasse vem do Fundo Paraná, formado por 2% da receita tributária do Estado. “É mais uma demonstração do compromisso do governo pela busca de uma educação pública de qualidade”, afirmou Richa.

Duas universidades já detalharam os projetos que receberão recursos. Na Unioeste, R$ 4 milhões serão investidos na infraestrutura do curso de Medicina em Francisco Beltrão. Do valor total, R$ 2,4 milhões estão liberados para a construção da primeira etapa do prédio do curso e outros R$ 1,6 milhão para a aquisição de equipamentos.

Os R$ 6 milhões repassados para a UEPG serão usados para construir a Biblioteca Central da universidade, no Campus Uvaranas. Com o recurso, será edificada a primeira etapa da obra, que está projetada em três mil metros quadrados.  O projeto contempla a construção de acervo bibliográfico, duas salas de leitura e pesquisa em mídia eletrônica, área de atendimento, áreas de apoio e infraestrutura, setor administrativo e de catalogação, e sala de reuniões e atividades gerais. Na segunda etapa, será construído o auditório e galeria de artes.

João Carlos Gomes, O reitor da UEPG, informou que o processo licitatório será ainda neste ano e as obras devem ser entregues até 2014. Ele acrescentou que a construção do prédio próprio da biblioteca é uma das maiores conquistas da comunidade universitária. “Mais do que uma estrutura física, o novo espaço será de fato o ponto de encontro da comunidade universitária, com amplas áreas de leitura e convivência”, completa.

Medicina – Richa ainda autorizou a realização de concurso para a contratação de 62 professores universitários para o Curso de Medicina da UEPG. A previsão é que as provas sejam realizadas em novembro e a contratação dos profissionais em 2013. As vagas atenderão disciplinas curriculares dos 5º e 6º anos do curso.

O governador lembrou que neste ano já foram nomeados 55 profissionais para a instituição, sendo 14 professores para o Curso de Medicina e outros 41 docentes e 10 agentes universitários para diversos departamentos. “As contratações completarão o quadro de professores do curso atendendo a demanda e tranquilizando os alunos”, afirmou Richa.

Em maio, as universidades estaduais e o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) receberam R$ 15,8 milhões, do Fundo Paraná, para investimentos em infraestrutura e pesquisas. Segundo o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior os recursos são fundamentais para melhorar o desempenho das instituições.

Participaram da reunião o secretário chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Sebastiani; o diretor-geral da Secretaria de Estado da Ciência Tecnologia e Ensino Superior, Sérgio de Jesus Vieira; e o deputado estadual Marcelo Rangel.

Veja como serão distribuídos os recursos
Universidade Estadual de Londrina (UEL) - R$ 6 milhões;
Universidade Estadual de Maringá (UEM) - R$ 6 milhões;
Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) - R$ 7,160 milhões;
 Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) - R$ 6 milhões;
Universidade do Centro do Paraná (Unicentro) - R$ 3 milhões;
Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) - R$ 3 milhões;
Universidade Estadual do Paraná (Unespar) - R$ 3 milhões.


Luciano Ducci anuncia nova escola municipal na Barreirinha e pavimentação de 125 ruas

Na noite da última segunda-feira (13) o prefeito Luciano Ducci, candidato pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, anunciou construção de uma nova escola municipal na Barreirinha e asfalto novo em 125 ruas dos bairros da região. O anúncio foi feito durante encontro com moradores da região.

Além da nova Escola Municipal da Barreirinha que terá 400 vagas, Luciano confirmou a transformação da Escola Romário Martins em Centro de Educacional de Tempo Integral Cachoeira. A Escola Integral oferecerá aos alunos atividades esportivas e educacionais o dia todo.

“Essas duas grandes obras estão prevista no nosso Plano de Governo, que é um plano sério, baseado no planejamento e que respeita as necessidades de cada região. Também tomamos o cuidado de não inventar projetos mirabolantes apenas para agradar alguns segmentos, que depois se tornam inviáveis”, destacou Luciano.

Pavimentação - Uma das ruas onde as máquinas já começaram a trabalhar é a Hugo Simas, que será inteiramente revitalizada. Outra que receberá asfalto novo é a Manoel José Pereira, no Pilarzinho. “São obras para beneficiar a vida dos moradores, dos comerciantes, e também dos passageiros do transporte coletivo que circulam nas ruas que estão recebendo pavimentação nova”, destacou Luciano Ducci.

Alberto de Oliveira, Leão Sallun e Vicente Geronasso são ruas que já estão sendo pavimentadas com o uso da máquina recicladora de asfalto, adquirida na gestão de Luciano Ducci. O equipamento traz mais eficiência nos serviços de pavimentação de vias, ajudando a transformar o antipó em asfalto definitivo.

As notícias agradaram aos moradores da região. “Sabemos que os problemas não podem ser resolvidos todos de uma vez, mas como o Luciano visita muito os bairros, ele sabe o cada um precisa de mais urgente, disse a presidente da Associação de Moradores Ramos Atuba, Cleusa Maria Martins.

A líder comunitária aproveitou a presença do prefeito para entregar uma lista de obras indicadas pelos moradores da região do Boa Vista. Entre os pedidos está uma pista de skate e mais uma academia ao ar livre. “São projetos pontuais, que serão avaliados criteriosamente pela administração regional, e se forem possíveis como espaço e orçamento, com certeza serão atendidos”, afirmou Luciano.


quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Luciano Ducci vai revitalizar rua comercial no Moradias Vitória Régia, na CIC

O prefeito Luciano Ducci, candidato pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, vai modernizar a principal rua comercial do Moradias Vitória Régia, rua Engenheiro Eduardo Afonso Nadolny, na CIC. A via, onde estão quase 100 comerciantes, vai ganhar calçadas com rampas, recuo para estacionamento, asfalto novo e iluminação especial para pedestres.

“As melhorias na rua Eduardo Nadolny serão as mesmas que estão sendo feitas na região central da cidade, como o Anel Viário. Com esta renovação, será possível valorizar o comércio dos bairros, permitindo que os comerciantes mantenham as portas abertas até mais tarde, gerando mais emprego e renda para a cidade”, disse Luciano Ducci.

Serão revitalizados 600 metros de rua, onde está concentrada a maior parte do comércio local do Moradias Vitória Régia. Serão colocadas calçadas feitas em blocos de concreto (paver), seguindo o padrão adotado para a rua Augusto Stresser no Jardim Social. Todas as calçadas terão rampas de acesso, melhorando a circulação de pessoas e crianças, que saem da escola e creche da região.

Postes baixos serão colocados na rua, para melhorar a iluminação pública exclusiva para os pedestres, deixando também mais seguro o comércio da região. Luciano já determinou a troca de todas as luminárias da região do Moradias Vitória Régia. “No lugar de lâmpadas de 70 watts, serão colocadas luminárias de alto rendimento, com lâmpadas de 100 watts, dobrando a luminosidade. Na rua Eduardo Nadolny já foram trocadas as luminárias de 70 watts para 150 watts”, disse Luciano.

Outra melhoria que virá com a reforma é a criação de estacionamento especial na área de comércio. Serão feitos recuos nas calçadas (remansos), que vão permitir que os carros parem, sem atrapalhar o fluxo de veículos.

Além das melhorias na Eduardo Nadolny, a Prefeitura está pavimentando todas as ruas do Moradias Vitória Régia. Serão entregues até outubro 14 quilômetros de rua. As equipes já estão trabalhando no conjunto habitacional.


terça-feira, 14 de agosto de 2012

Candidato a vice-prefeito de Luciano Ducci responde perguntas e apresenta Plano de Governo aos alunos da PUC

Ontem (13) o candidato a vice-prefeito Rubens Bueno, da Coligação Curitiba Sempre na Frente, disse que Curitiba está passando por uma grande transformação, com grandes obras viárias e urbanas, que vão modernizar a cidade e prepará-la para a Copa de 2014. A afirmação foi feita ontem durante a sabatina promovida pelo “Centro Acadêmico Sobral Pinto”, do curso de Direito da Pontifícia Universidade Católica (PUC).

Rubens falou para estudantes e professores da Universidade e destacou que as principais propostas da coligação. Ele detalhou as ações nas áreas de mobilidade urbana, segurança pública e incentivo ao esporte - temas escolhidos pelos estudantes da PUC. “O prefeito Luciano Ducci, assim como o governo estadual, trabalha com planejamento de longo prazo e organizado ao bem comum”, disse.

Ele também lembrou que Ducci tem ações concretas para melhorar a mobilidade urbana. Ele destacou o metrô curitibano, cujas obras começam ainda neste ano. “O metrô já tem projeto pronto, aprovado e elogiado até pelo Governo Federal”, disse.

Durante o encontro Rubens disse que a cidade vai ganhar uma série de melhorias viárias, como construção de viadutos e trincheiras, que vão agilizar o trânsito da cidade. Estas obras preparam Curitiba para receber a Copa do Mundo. “A exemplo do que ocorreu em Barcelona e Londres, com as Olimpíadas, Curitiba está ganhando grandes obras, como a do viaduto estaiado, que vão beneficiar toda a cidade”, disse.

Outra área que passa por uma transformação é a da segurança pública. Ele disse que a parceria com o governo estadual está dando bons frutos, principalmente, depois da instalação de sete Unidades Paraná Seguro (UPS). “Visitei os bairros onde funcionam as Unidades Paraná Seguro e vejo a alegria nos rostos das pessoas que antes ficavam presas em suas próprias residências”, disse.

O candidato a vice disse que a cidade vai ganhar mais Clube da Gente e programas de incentivo ao esporte. Ele destacou também que há previsão de ampliação de ciclovias, aumentando a malha em 400 quilômetros. Também a cidade vai ganhar mais academias ao ar livre e uma área especial para os skatistas.

Rubens participou do debate acompanhado pelo filho, Ricardo Bueno – ex-aluno da universidade – pela filha, vereadora Renata Bueno, pelo candidato a vereador Cláudio Cardoso e pelo filho do prefeito Luciano Ducci, Ricardo Ducci, estudante da instituição.

De acordo com avaliação do presidente do Centro Acadêmico, Kauan Wiese, a apresentação mostrou que a coligação possui um “plano de governo organizado, coerente e com metas claras”. “A unidade da coligação e o pronto atendimento ao nosso convite pelo Rubens comprovam a seriedade das suas propostas. Já em relação ao candidato a vice, sua trajetória na vida pública dispensa comentários. Rubens já provou sua competência, integridade e garra na defesa do interessa público”, afirmou.


Na CIC e Tatuquara, Marry Ducci fala das ações de combate à miséria

No último sábado (11) Marry Ducci, coordenadora do Comitê Feminino de Luciano Ducci, caminhou  pelas ruas da CIC e do Tatuquara, onde falou com moradores, comerciantes e funcionários da região.  Marry falou sobre o trabalho de Luciano, principalmente o direcionado à Ação Social.

“O compromisso de Luciano é com toda a cidade, mas em especial com as famílias que ainda precisam de apoio para sair da condição de miséria e pobreza extrema. Vamos continuar reunindo todas as secretarias nesse esforço comum de mudar a vida de cerca de 12 mil famílias”, destacou Marry Ducci.

Coordenado por Marry, o Família Curitibana é um dos programas que está ajudando Luciano Ducci a eliminar a miséria da vida de milhares de curitibanos. O programa beneficia a camada da população de menor renda que vive em piores condições sociais, econômicas e ambientais, e atende 7 mil famílias.

Como funciona o Família Curitibana - A Prefeitura identificou e mapeou as condições em que vivem essas famílias. Cada família atendida é quem determina as prioridades, as soluções e que responsabilidades que assumirá para alcançar a emancipação.

Um técnico ajuda com o acesso da família selecionada aos diversos serviços oferecidos pelo município. Entre eles, prioridade para vagas em creches e escolas municipais, com alternativas de contraturno escolar; atendimento na rede municipal de saúde, com consultas, exames e vacinação; e um subsídio mensal, para cada família, no valor de R$ 50.

São R$ 35 em créditos para compra de alimentos e produtos de higiene nos Armazéns da Família da Prefeitura e outros R$ 15 em frutas, verduras e legumes. A frequência da criança na creche ou escola e a participação em cursos profissionalizantes são obrigatórias.

Paraná concede 7,14% de reajuste a professores de universidades

Curitiba – O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), determinou um reajuste salarial de 7,14% aos professores das universidades estaduais. O aumento começará a vigorar em outubro. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (13) pelo deputado Ademar Traiano (PSDB), líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná, que destacou ser esta a primeira parcela do plano de equiparação salarial dos professores do ensino superior ao quadro técnico das universidades estaduais.

A mensagem sobre o aumento das universidades estaduais contempla ainda a previsão de pagamento de mais três parcelas anuais de 7,14%, sempre no mês de outubro. O sistema de ensino superior público do Paraná é formado por sete universidades estaduais e representa hoje um orçamento de cerca de R$ 1,3 bilhão por ano, inteiramente custeado pelo governo do estado, embora constitucionalmente o ensino superior seja de responsabilidade do governo federal. “O governo Beto Richa respeita os professores das universidades estaduais. Prova disso é esse reajuste e a valorização acadêmica”, disse.

Traiano destacou ainda que o esforço enorme que o governo do Paraná está fazendo para corrigir defasagens encontradas na administração pública do Estado. Ele contrasta com a insensibilidade do governo Dilma Rousseff em seu tratamento com os servidores públicos federais, inclusive nas universidades. “O país está paralisado a quatro meses. Nossos filhos estão sem aulas, milhões de estudantes estão sendo prejudicados e o governo federal não toma qualquer providência”.

Outra mensagem
O líder do governo informou ainda sobre uma mensagem do governo que propõe a remição da pena pela leitura. Presidiários que lerem livros (leitura que terá acompanhamento e exigirá um resumo da obra que será avaliada por professores) poderão ter abatidos até 4 dias de pena por obra lida. “Essa é uma iniciativa que encontra amparo em lei federal e serve para a ressocialização dos presos também”, resumiu Traiano.

Assessoria de Imprensa da Liderança de Governo - Deputado Traiano

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Coligação Curitiba Sempre na Frente

ESCLARECIMENTO


O serviço de pavimentação do pátio do comitê de Santa Felicidade foi contratado pela Coligação Curitiba Sempre na Frente junto à empresa Carlos Camillo. Está registrado e contabilizado no comitê eleitoral e, portanto, constará da prestação de contas junto ao TRE.



Não foi utilizado nenhum bem ou serviço público municipal. Na inauguração do Hospital do Idoso, em 19 de março, integrantes dos Conselhos Locais de Saúde e dos Distritos Sanitários foram transportados para o evento, conforme já esclarecido ao Ministério Público, que arquivou a ação.



A divulgação de vídeos pela coligação do candidato Gustavo Fruet é feita no momento em que o Ibope realiza pesquisa de campo para medir a intenção de voto dos candidatos à Prefeitura de Curitiba, em flagrante tentativa de criar fatos para tentar influenciar, de forma enganosa, a opinião pública.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Deputado federal Fernando Francischini confirma apoio a Luciano Ducci

Hoje (9) o prefeito Luciano Ducci, candidato à reeleição pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, recebeu o apoio do deputado federal Fernando Francischini e do deputado estadual Kiélse Crisóstomo, fundadores do Partido Ecológico Nacional (PEN). O apoio foi oficializado no Comitê da rua Comendador Fontana, às 12h15, com a presença do prefeito Luciano Ducci.

“Este apoio vem somar muito à nossa campanha. O deputado Francischini já fez parte da nossa equipe, fez um grande trabalho na secretaria municipal Antidrogas e dá uma grande contribuição na Câmara Federal defendendo recursos para a cidade”, disse Luciano Ducci.

Francischini afirmou ter aguardado a eleição dentro do seu partido e a decisão de qual candidato receberia o apoio do PEN. “Eu fiz uma mudança partidária e não de grupo. Nunca saí de onde estou e Curitiba precisa de um prefeito como você, Luciano Ducci”, afirmou Francischini.

O PEN também vai colaborar com o Plano de Governo, principalmente nos projetos relacionados ao combate às drogas e ao meio ambiente.“Só reforço aqui meu apoio ao candidato que tem um plano para a família de Curitiba”, destacou Kiélse.

Luciano Ducci receberá propostas da Juventude para o Plano de Governo

Você está convidado para participar neste sábado (11) às 15 horas, da entrega das propostas para o Plano de Governo, de Políticas Públicas para a Juventude, ao prefeito Luciano Ducci, candidato pela Coligação Curitiba Sempre na Frente.

As propostas foram elaboradas por jovens em reuniões realizadas em todas regionais da cidade, com o objetivo de coletar propostas da juventude para o plano de governo 2013-2016. A entrega será feita pelo presidente Nacional da Juventude do PSDB, Marcello Richa e Ricardo Ducci, presidente estadual da Juventude Socialista Brasileira.

O evento acontecerá no Comitê Matriz, localizado na Rua João David Perneta, 311, bairro Hugo Langue. Contamos com a presença de todos!





quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Luciano vai construir Escola e Creche no São João

O prefeito Luciano Ducci, candidato a reeleição pela coligação Curitiba Sempre na Frente, anunciou a construção de uma nova escola e creche municipal no bairro São João. Luciano também assinará neste mês de agosto a ordem de serviço para inicio das obras de infraestrutura como pavimentação e saneamento na Vila Hakim, na região de Santa Felicidade.

O anúncio foi feito durante vistoria a obras de pavimentação na região, onde também encontrou-se com funcionários das empresas Kapazi e Aleplast. “A cidade é dinâmica e sempre teremos coisas a fazer, e tenho responsabilidade de assumir compromissos que podem ser cumpridos”, declarou Luciano.

O terreno onde será construída a escola e a creche já foi adquirido pela Prefeitura. Agora será elaborado o projeto para construção dos equipamentos que irão beneficiar famílias do bairro São João e arredores. Luciano também vai autorizar em agosto o início das obras de saneamento básico com água e esgoto e pavimentação das ruas da Vila Hakim, onde vivem cerca de 100 famílias.

Na região, Luciano fará ainda a revitalização da avenida Manoel Ribas, obra que deve começar em novembro. Novo asfalto, obras de drenagem, novas calçadas com rampas de acesso e iluminação especial para pedestre. A Manoel Ribas terá o mesmo modelo das do Anel Viário, com vias mais largas e também com calçadas mais seguras.


Julgamento do mensalão do PT entra no quinto dia com a defesa de novos réus

Brasília - O julgamento do mensalão do PT entra, nesta quarta-feira (08), no seu quinto dia e abre espaço para a defesa de novos réus. A exemplo de segunda e terça, cinco advogados farão a defesa de seus clientes para os 11 ministros do Supremo Tribunal Federal.

Estão previstas as defesas do ex-diretor do Banco Rural José Roberto Salgado; do diretor do Banco Rural, em 2005, Vinícius Samarane; da executiva do Banco Rural Ayanna Tenório; do deputado João Paulo Cunha e do ex- assessor especial do ex-presidente Lula e ex-ministro de Comunicação Social , Luiz Gushiken.

Segundo a Procuradoria-Geral da República, os integrantes do Banco Rural pertenciam ao núcleo financeiro do esquema do mensalão do PT. Nas palavras do procurador-geral, Roberto Gurgel, trata-se do mais “atrevido e escandaloso” escândalo de corrpução do País.

O primeiro advogado a apresentar considerações será Márcio Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça no governo Lula. Bastos representa José Roberto Salgado, acusado de ter autorizado a contratação e a renovação dos empréstimos para o PT e as empresas de Marcos Valério e ainda de ter transferido ilegalmente recursos ao publicitário Duda Mendonça para o exterior. Salgado responde por crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta de instituição financeira e evasão de divisas.

O julgamento prosseguirá com a defesa dos réus do Banco Rural. Samarane estavria diretamente envolvido no esquema de concessão de empréstimos fraudulentos para distribuir dinheiro aos políticos da base aliada do governo Lula. Foi denunciado pelos crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta de instituição financeira e evasão de divisas. Será defendido pelo também ex-ministro da Justiça José Carlos Dias, que ontem defendeu a ex-presidente do Banco Rural Kátia Rebello.

Já Ayanna Tenório, ex-vice-presidente do Banco Rural, acusada de crimes de formação de quadrilha, lavagem, de dinheiro e gestão fraudulenta de instituição financeira, terá em sua defesa, o advogado Antônio Cláudio Mariz de Oliveira. Luiz Gushiken será defendido por José Roberto Leal de Carvalho, que rebaterá as acusações do crime de peculato. Na última sexta, porém, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pediu a absolvição de Luiz Gushiken por falta de provas.

Ex-presidente da Câmara dos Deputados, João Paulo Cunha, que é deputado federal pelo PT, responde pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e peculato. Será defendido por Alberto Toron.